Sua saúde

Arrotos constantes, é grave? Quais são as causas?

Arrotos constantes, é grave? Quais são as causas?

Ter arrotos constantes não é normal e é um sintoma que não deve ser ignorado. Arrotar, a saber, é o ato de expulsar o ar do estômago pela boca. Assim, ocorre quando o estômago se distende, por diversas razões e há este fenômeno que reduz a distensão.

Causas comuns de arrotos

Aerofagia

Aerofagia é a deglutição voluntária ou involuntária do ar. Engolir quantidades excessivas de ar pode acontecer ao comer ou beber muito rapidamente. Também pode ocorrer quando:

  • Conversar e comer ao mesmo tempo
  • Mascar chiclete ou chupar balas
  • Bebendo através de canudinho
  • Fumar
  • Usar próteses dentárias mal ajustadas
  • Durante ataque de ansiedade e, ao mesmo tempo, respiração acelerada

Alimentação

Alguns alimentos e bebidas também podem causar arrotos mais frequentes. Estes alimentos, decerto, incluem bebidas gaseificadas, álcool e alimentos ricos em amido, açúcar ou fibras que causam gás. Os culpados mais comuns são: feijões, lentilhas, brócolis, ervilhas, cebolas, repolho, couve-flor, bananas, uva passas e, por fim, pão integral.

Medicação

Vários medicamentos diferentes podem levar ao arroto ou às desordens que provocam a eructação. Estes podem incluir:

  • Acarbose um medicamento comum para diabetes tipo 2. É, portanto, um fármaco utilizado como redutor da glicemia, hipoglicemiante.
  • Laxantes, como lactulose e sorbitol
  • Analgésicos, como naproxeno, ibuprofeno e aspirina usados em excesso podem causar gastrite, uma condição que provoca arrotos constantes.

Doenças que causam arrotos constantes

Refluxo gastroesofágico

O refluxo gastroesofágico acontece quando o conteúdo estomacal retorna para o esôfago em direção a boca.  Além dos arrotos constantes, os sintomas de refluxo incluem azia, tosse seca, dor de garganta, dificuldade e dor ao engolir, rouquidão, regurgitação, pigarro e, por fim, sensação de algo preso na garganta.

Pedra na vesícula

O cálculo biliar ou pedra na vesícula, são resultado de um desequilíbrio na precipitação de cálcio e colesterol e são realmente como pedrinhas que podem causar inflamação na vesícula. O problema, decerto, pode provocar arrotos frequentes. Além disso, sentirá dor abdominal, diarreia após comer alimentos gordurosos, fezes brancas e, ao mesmo tempo, urina muito clara, Além disso, muitas pessoas tem icterícia.

Gastroparesia

Trata-se de um distúrbio no qual os músculos da parede do estômago estão enfraquecidos. Então, é uma disfunção na motilidade gástrica de forma que o esvaziamento do órgão é lentificado, sem que haja qualquer obstrução mecânica. Além dos arrotos constantes, a pessoa sente sensação de plenitude, mesmo algumas horas após as refeições (empanzinamento) e, ao mesmo tempo, desconforto ou dor abdominal. Ao mesmo tempo, há um peso no estômago, saciedade precoce, náuseas e vômitos e, por fim, perda de peso não-intensional.

Gastrite

Arrotos constantes também é um dos sintomas de gastrite. A gastrite é um distúrbio que causa inflamação do revestimento do estômago. Além dos arrotos frequentes,  é comum que o paciente sinta dor, queimação (azia ou pirose), barriga inchada, enjoo constante, indigestão e, por fim, gases intestinais. Todos os tipos de gastrite causam esses sintomas. Assim, tanto a gastrite nervosa como a gastrite erosiva e gastrite crônica causam os arrotos frequentes.

Intolerância à lactose

Acontece, a saber quando a pessoa nasce sem a capacidade de produzir lactase e por causa disso, não pode digerir a lactose. Por consequência, sofre desarranjos intestinais na presença de qualquer derivado de leite.  Os sintomas de intolerância a lactose, são clássicos e muito fáceis de identificar. Além da produção excessiva de gases que leva a arrotos constantes, a pessoa ter ardência e assadura anal, fica com a barriga sempre inchada e, ao mesmo tempo, tem cólicas abdominais constantes e diarreia. Por fim, a pessoa com intolerância a lactose sempre tem barulhos na barriga quando toma leite ou derivados.

Outras doenças que causam arrotos frequentes

  • Mal absorção de frutose ou sorbitol
  • Helicobacter pylori pylori ): bactérias causadoras de infecções estomacais, que podem aumentar o arroto
  • Doença celíaca: uma intolerância ao glúten
  • Insuficiência pancreática: ocorre quando o pâncreas não consegue liberar enzimas necessárias para a digestão

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo