Sua saúde

Os sintomas de pedra na vesícula: Aqui estão 5 sinais do problema que você não pode ignorar

Sintomas de pedra na vesícula: tudo que você pode sentir
Os sintomas de pedra na vesícula: Aqui estão 5 sinais do problema que você não pode ignorar
4.5 (90.67%) 15 votes

Os sintomas de pedra na vesícula são bem peculiares.

A vesícula é uma espécie de saco membranoso, que funciona como reservatório para a bile no intervalo entre nossas refeições.

O que pode causar pedra na vesícula?

O cálculo biliar ou pedra na vesícula, são resultados de um desequilíbrio na precipitação de cálcio e colesterol.

De acordo com a Harvard Health Publications [2] , 80% das pedras na vesícula se formam de colesterol e os outros 20% dos cálculos biliares são feitos de sais de cálcio e bilirrubina.

Há pelo menos 4 eventos que podem causar pedras na vesícula, como, por exemplo:

  1. Absorção excessiva de sais biliares na bile
  2. Absorção excessiva de água na bile
  3. Excesso de colesterol na bile
  4. Inflamação da parede da vesícula biliar

O que pode causar a inflamação na vesícula? Bem, com a formação das pedras, a passagem de bile fica prejudicada e, ao mesmo tempo, o acúmulo dos cálculos biliares pressiona as paredes da vesícula causando dor e inflamação.

Como se formam as pedras na vesícula biliar?

A nossa bile é uma espécie de detergente natural que ajuda a degradar a gordura que chega no estômago.

Ela é formada por três componentes básicos: bilirrubina, sais biliares e colesterol.

Há, na verdade, um equilíbrio físico-químico que mantém a bile em estado líquido.

Quando há alguma ruptura nesse equilíbrio, irão ocorrer precipitações de seus componentes, formando as pedras na vesícula.

São realmente como pedrinhas que podem causar inflamação na vesícula, resultando dores muito fortes, exatamente nesta região.

Na verdade, a maioria das pessoas com pedras na vesícula não apresenta sintomas.

As pedrinhas ficam lá dentro da vesícula, quietinhas, sem causar nenhum problema.

Às vezes, são tão pequenas que saem junto da bile e acabam sendo eliminadas nas fezes, sem que o paciente tome ciência do fato.

Selecionamos aqui 5 sintomas que não devem ser ignorados.

5 principais sintomas de pedra na vesícula

Os sintomas de vesícula inflamada incluem  desconforto abdominal vago, náuseas e vômitos, ou mesmo flatulência.

Esse quadro tende a se agravar com a ingestão de alimentos gordurosos, mas qualquer alimentação pode provocar tais sintomas.

Mesmo assim, os sintomas mais clássicos são:

1- Dor abdominal

A dor no abdome é, com toda certeza um dos principais sintomas de pedra na vesícula.

Como é a dor de quem tem pedra na vesícula? A cólica biliar, como é conhecida, é tradicionalmente descrita como uma dor intensa e incômoda que é constante (não é realmente cólica, apesar de seu nome).

A dor é imprevista e intensa no lado direito do abdômen, abaixo das costelas, que ocorre habitualmente 1 hora após uma refeição.

Quanto mais gordurosa for a alimentação, maior é o estímulo para contração da vesícula e, consequentemente, mais intensa é a cólica biliar.

A cólica biliar é, portanto, uma dor tipicamente associada à alimentação.

Assim, enquanto a maioria dos cálculos biliares permanece na vesícula biliar e não causa sintomas, alguns ficam alojados no ducto cístico (um tubo localizado no colo da vesícula biliar) ou no ducto biliar comum (um tubo que transporta a bile da vesícula biliar para os intestinos).

Esta obstrução causa dor na barriga, que os médicos chamam de cólica biliar.

Um documento escrito por médicos da World Gastroenterology Organisation Practice Guidelines [1] diz que essa dor abdominal do lado direito ocorre mais superiormente podem irradiar para o ombro direito.

A dor também não é aliviada com a evacuação e, ao mesmo tempo, é contínua.

2- Diarreia após comer alimentos gordurosos

Diarreia também pode ser um dos sintomas de pedra na vesícula. Como a bile é um “detergente” natural do organismo, ela ajuda a se desfazer da gordura que comemos.

No entanto, com o acúmulo de pedras na vesícula, a produção e liberação da bile fica comprometida.

Sem a ajuda da bile na digestão, ao comermos algo gorduroso (queijo amarelo, molhos, carne gordurosa, por exemplo) não há como emulsionar toda a gordura do alimento.

Então um dos sintomas de pedra na vesícula é, sem dúvida, a diarreia acompanhada de dor na barriga.

3- Fezes brancas ou muito claras

Veja se as fezes esbranquiçadas, sem muita cor e um pouco soltas.

Outro sinal pode ser fezes com muco, então, observe. Isso, decerto, é um sinal clássico de falta de bílis no organismo.

Este sintoma está fortemente associado a um problema da vesícula biliar, devido exatamente a um baixo nível da bílis.

4- Gases e inchaço

Ter excesso de gases é algo muito habitual. Assim, para afirmar que a consequência disso da dor é pedra na vesícula, este sintoma tem que durar pelo menos uma semana direto.

Muitos gases e eructações contínuas (arrotar toda hora). Se notar que o abdome anda aparentemente inchado, vá ao médico, pode realmente ser problema na vesícula biliar.

5- Icterícia

Quando a vesícula não está mais suportando a bile acumulada, há uma manifestação chamada icterícia.

Na icterícia há um amarelamento da parte branca dos olhos e da pele e acontece quando as pedras obstruem os ductos biliares.

Se você tem notado que talvez o tom da sua pele ou os olhos têm estado um pouco amarelado, ou que os seus olhos adquiriram de repente essa tonalidade?

Então, não hesite e procure o médico. Isso é icterícia, e se deve basicamente a que alguns cálculos biliares bloqueiam o conduto biliar.

Isso, a saber, evita que a bile volte ao fígado, e assim à corrente sanguínea.

6- Urina escura

A bilirrubina acumulada nos tecidos não será excretada pelo intestino.

Dessa forma, o organismo cria uma maneira de compensar e, então, o excesso dessa substância será eliminado pela urina.

Assim, é comum que pessoas com pedra na vesícula urinem um líquido de coloração escura.

Isso acontece porque a bilirrubina é um corante natural, tingindo a urina de laranja escuro ou marrom.

Sintomas raros

Além da dor abdominal superior do lado direito, as pessoas relataram outros sintomas de pedra na vesícula.

Devido à sua natureza atípica, porém, os especialistas questionam se esses sintomas são realmente parte de uma doença coexistente.

Em outras palavras, uma pessoa pode estar sofrendo de cálculos biliares e outra condição médica, como a doença do refluxo gastroesofágico ou úlcera péptica.

Assim, destes sintomas menos comuns incluem:

  • Dor no peito
  • Arrotos frequentes o dia todo, sobretudo após comer
  • Sentimento de estar cheio sem comer muito
  • Sentimento de estômago inchado
  • Fluidos de regurgitação (refluxo)
  • Inchaço abdominal
  • Sensação de queimação atrás do esterno
  • Náusea e vômito mesmo sem a dor abdominal

sintomas de pedra na vesicula

Pedra na vesícula deixa a boca amarga?

De acordo com o cirurgião Dr. Renato Hideki [3], a pedra na vesícula por si só não deixa a boca amarga.

Este sintoma pode estar relacionado com Doença do Refluxo Gastroesofágico, uso de alguns tipos de medicações, alterações nas vias biliares, Hepatites, Dispepsias, entre outros.

Mas, segundo o médico, a pedra na vesícula pode causar disfunção da digestão principalmente de gorduras levando a mal-estar e pode associar-se a refluxo gastroesofágico levando esse gosto amargo na boca.

Quando ir ao médico

Se você estiver sentindo alguma dor abdominal, é importante consultar seu médico para um diagnóstico adequado.

Portanto, diante de uma dor abdominal severa, persistente, associada ou não a febre, náuseas, vômitos e  icterícia, procure  imediatamente um médico.

Como eliminar pedra na vesícula?

Muitas pessoas vivem perguntando se é possível “derreter”ou quebrar” os cálculos biliares e se livrar da doença.

A resposta é não. De acordo com o Dr. Marcelo Averbach , a conduta diante da comprovação de um quadro de pedras na vesícula é a cirurgia.

No passado, a cirurgia da vesícula era um procedimento mais complexo.

Mas hoje, pode ser feita por via laparoscópica, através de quatro punções no abdômen.

A grande vantagem desse procedimento é a recuperação do paciente.

Um dia depois da cirurgia, ele recebe alta e vai para casa quase sem dor.

Então se você tem cálculo biliar, não adianta ficar procurando qual chá é bom para pedras na vesícula, pois, a cirurgia é a única forma de retira-las.

Não existe um tratamento natural para pedra na vesícula?

Comprovado cientificamente, não!

O que existe são chás e cuidados preventivos para que não se desenvolva as pedras, mas, como já dito, uma vez formadas, os cálculos biliares só serão retirados cirurgicamente.

Cirurgia para pedra na vesícula

O tratamento cirúrgico para cálculos biliares é considerado simples.

Além de não ser invasiva, essa cirurgia evita que os cálculos biliares apareçam novamente e causem problemas:

  1. Na cirurgia convencional, o médico faz uma incisão no abdômen e visualiza a vesícula diretamente, promovendo a retirada;
  2. Na laparoscopia, o cirurgião coloca duas ou três cânulas em pequenas incisões realizadas na parede abdominal, e visualiza a cavidade por meio de um monitor. Atualmente, essa é a técnica mais usada.

Considerações finais

A maioria das pedras na vesícula é composta de colesterol e o restante por bilirrubina.

A cólica biliar é a dor causada pelo bloqueio de uma pedra nos ductos biliares, ou seja, um tubo que distribui a bile para o intestino delgado.

Mas, pode acontecer de um desses fragmentos  ficar preso nos ductos biliares causa colecistite (inflamação da vesícula biliar).

Última atualização 18 de abril de 2019   —  Opinião médica: Dr. Renato Hideki [3] : World Gastroenterology Organisation Practice Guidelines [1] Harvard Health Publications [2]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo