Sua saúde

Sintomas de diabetes tipo 1 e 2. Entenda suas causas

Sintomas de diabetes tipo 1 e 2. Entenda suas causas

Sintomas de diabetes tipo 1 e 2. Entenda suas causas
4.7 (93.33%) 3 votes

Os sintomas de Diabetes tipo 1 e 2 são, obviamente quase os mesmos. Contudo, são condições de causas diferentes e, portanto, não se trata da mesma doença, como muitos pensam. Diabetes, em geral, é uma condição médica crônica em que os níveis de açúcar, ou glicose, se acumulam na corrente sanguínea. Então, o hormônio insulina ajuda a mover o açúcar do sangue para as células, que são onde o açúcar é usado como energia.

Na diabetes tipo 1, o corpo não produz insulina e no tipo 2 – também conhecida como diabetes mellitus – a insulina produzida é pouca, ou não é levada para dentro das células. Dessa forma, uma ou outra instala-se a doença, que consiste em falta de glicose para alimentar as células do corpo. Sem essa glicose as células ficam desnutridas e, ao mesmo tempo, os níveis de açúcar no sangue ficam nas alturas.




O que causa diabetes tipo 1 e 2?

Diabetes tipo 1: No diabetes tipo 1, as células do pâncreas que produzem insulina são destruídas. Assim, o corpo fica incapacitado de produzir insulina. A causa exata deste tipo de diabetes, é desconhecida. No entanto, acredita-se que seja um tipo de doença autoimune onde o sistema imunológico ataca erroneamente as células-β do pâncreas, as responsáveis por produzir insulina. Normalmente, essa doença é diagnosticada na infância ou adolescência e é o tipo mais grave de diabetes. Aliás, este é também o tipo que, em geral, se aplica injeção de insulina.

Diabetes tipo 2 (mellitus): No tipo 2, o corpo se torna resistente à insulina e não está mais usando o hormônio de forma eficiente. Então, o pâncreas a trabalhar mais para produzir mais insulina causando danos nas suas células. Em alguma fase da vida da pessoas, o pâncreas pode não ser capaz de produzir insulina. Os médicos não sabem exatamente o que desencadeia esta série de eventos. Contudo, acredita-se que tem a ver com disfunção celular no pâncreas ou erros de sinalização das células. Em algumas pessoas, o fígado produz muita glicose. Assim, nessas pessoas pode haver uma predisposição genética para o diabetes tipo 2. Ao mesmo tempo, a obesidade também funciona como gatilho.

Sintomas de diabetes tipo 1

De acordo com o Dr. Graham Rogers [2], especialista em medicina interna hospitalar, estes são os principais sintomas de diabetes tipo 1:

  • fome excessiva
  • sede excessiva
  • visão embaçada
  • fadiga
  • fazer xixi em excesso
  • grande perda de peso em um curto período de tempo

Além disso, a cetoacidose* diabética é uma complicação dos sintomas de diabetes tipo 1. Então, neste caso os sintomas incluem:

  • pele e boca seca
  • rosto corado
  • Náuseas, vômitos ou dor abdominal
  • Dificuldade em respirar
  • Odor frutado no hálito
  • Dificuldade de concentração.

 Se você tiver um ou mais sintomas de diabetes tipo 1, você deve visitar um médico para definir um tratamento. Mas se você apresenta sintomas de cetoacidose, você deve procurar ajuda médica imediatamente. A cetoacidose diabética é uma emergência médica.

Sintomas de diabetes tipo 2 (mellitus)

No diabetes tipo 2, o seu corpo não é capaz de usar a insulina de forma eficaz para levar a glicose para dentro das células. Então, o corpo passa a depender de fontes de energia alternativas em seus tecidos, músculos e órgãos. Esta é uma reação em cadeia que pode causar uma variedade de sintomas. O diabetes tipo 2 pode se desenvolver lenta e sorrateiramente. Os sintomas inicias, decerto, podem ser leves e fáceis de se confundir no início.

De acordo com o Dr. Steve Kim [3], especialista em medicina de família, os primeiros sintomas de diabetes tipo 2 podem incluir:

  • fome constante
  • falta de energia
  • fadiga
  • perda de peso
  • sede excessiva
  • micção frequente
  • boca seca
  • comichão na pele
  • visão embaçada

Conforme a doença progride, os sintomas se tornam mais graves e potencialmente perigosos. Então, se os níveis de açúcar no sangue tiverem muito altos por muito tempo, os sintomas podem incluir:

  • infecções fúngicas
  • cortes ou feridas de cicatrização lenta
  • manchas escuras na sua pele
  • dor nos pés
  • sentimentos de dormência nas extremidades ou neuropatia

Se você tiver dois ou mais desses sintomas de diabetes tipo 2, deverá consultar o seu médico. Isso porque, sem tratamento, o diabetes pode se tornar uma ameaça à vida. Ao mesmo tempo, a orientação médica é que um check-up aconteça todo ano e exames de sangue para diabetes sejam feitos.

Diabetes tem um efeito poderoso contra o coração. Conforme um artigo publicado na American Diabetes Association [1], as mulheres com diabetes são duas vezes mais propensas a ter ataque cardíaco. Ao mesmo tempo, os riscos são quatro vezes maiores de insuficiência cardíaca. Por fim,   o diabetes também pode levar a complicações durante a gravidez.

Vocabulário

*Cetoacidose: é quando as cetonas se acumulam no organismo. As cetonas são formadas quando o corpo queima gordura como combustível, em vez de açúcar ou glicose. Isso pode acontecer falta insulina suficiente para ajudar a processar açúcares.

Artigo médico: American Diabetes Association [1],  Médicos: Dr. Graham Rogers [2], Dr. Steve Kim [3],

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo