O que pode acontecer com uma pessoa que recebeu uma transfusão de sangue errada?


“Queria saber o que pode acontecer se a gente receber um sangue diferente do nosso em uma transfusão.” Alessandra Marina

Segundo especialistas no assunto, Alessandra,  o mais comum é que o sangue original comece a rejeitar o novo sangue recebido e cause diversas complicações indesejadas, como você vai descobrir agora mesmo. Aliás, a pior coisa que pode acontecer quando uma pessoa recebe sangue do tipo errado é o que os médicos chamam de reação hemolítica aguda, que consiste na destruição das hemácias (células do sangue que fazem o transporte de oxigênio pelo corpo).

A forma eficiente de salvar o paciente, em uma situação assim, é suspender na hora a transfusão e hidratar a pessoa com soro fisiológico. Isso ajuda a acelerar o processo de diurese, ajudando os rins a eliminar as hemácias estranhas pela urina, para que a pressão arterial e as outras funções do corpo se regularizem o mais rápido possível.

Mas outras consequências, ou sintomas da rejeição, podem surgir quando alguém recebe um tipo de sangue não compatível com o seu.

maxresdefault

Basicamente, o que acontece depois de receber um sangue errado, segue quatro etapas:

UM  Quando uma pessoa recebe um sangue incompatível com o seu, suas células de defesa logo reagem (glóbulos brancos) e agem como se o sangue doado fosse um “invasor” e destroem as hemácias alheias. Neste processo, parte de suas hemácias também é destruída. Chamamos esse processo de hemólise.

DOIS  Um dos primeiros sintomas de que algo deu errado é a febre. O aumento da temperatura é uma reação de defesa do corpo e fruto da destruição das hemácias. É um processo parecido a quando temos febre por conta de uma infecção, só que, neste caso, o corpo vê as hemácias alheias como invasoras.

TRÊS Como conseqüência do processo, o organismo produz substâncias vasodilatadoras. O efeito é a queda da pressão arterial, comprometendo a oxigenação. Para compensar a pressão baixa, o coração bate mais depressa. Surgem dores no peito e nas costas.

QUATRO A queda de pressão também afeta os rins, que não funcionam direito. A pessoa perde hemoglobina (proteína responsável pelo transporte do oxigênio) pelo xixi, que fica escuro. A situação pode se agravar para um quadro de insuficiência renal aguda e até morte do paciente.

 Fonte: mundoestranho/ segredosdomundo  Imagens: Reprodução/ extra.globo/

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.