Exames

Filamentos de muco na urina: quais as causas e quando ir ao médico?

filamentos de muco na urina

Os filamentos de muco na urina são um fenômeno natural e muito comum nos exames de urina, mesmo quando não há um problema.

Contudo, isso não significa que está tudo bem. O muco é produzido pela mucosa que protege a superfície interna do trato urinário.

Quando os filamentos surgem em excesso, a ponto de serem mencionados no resultado de exame de urina, é bom ficar atento.

A verdade é que a urina pode dizer muito sobre nossa saúde.

Então, a cor, o cheiro e a clareza podem dizer se estamos bem ou desenvolvendo uma doença.

Substâncias em sua urina — como filamentos de muco, por exemplo — podem indicar possíveis problemas de saúde. Por isso, toda atenção é pouco.

Em situação normal os filamentos de muco são tipicamente fino, fluido e transparente.

Ao mesmo tempo, pode ser branco leitoso ou, parcialmente esbranquiçado. Essas cores, geralmente, são sinais de eliminação normal de muco.

Contudo, os filamentos podem ocorrer em demasia ou se apresentar amarelados.

Isso, decerto, é uma condição médica. Então, o que estamos dizendo aqui, é que em um exame de urina saudável podem ser vistos filamentos de muco ou filamentos mucoides.

No entanto, quando se verifica, além disso, a presença de várias células epiteliais, presença de bactérias na urina, cilindros, cristais na urina ou numerosos piócitos, pode significar alguma doença.

Neste caso, é indispensável procurar um médico para investigar a causa e iniciar o tratamento. Separamos aqui, algumas situações em que o exame pode indicar filamentos de muco na urina e quando você deve ser preocupar com isso.

Causas de filamentos de muco na urina

 1. Muco natural

Se você abriu seu exame e viu “filamentos de muco normais” ou “filamentos de muco raros”, e, nenhum outro componente apresenta alteração, não se preocupe.

Nossa bexiga e uretra produzem naturalmente esse muco. Os filamentos são, portanto, fragmentos desse muco.

Esse muco pode deixar sua urina turva, algumas vezes. Isso é comum.

O muco viaja pelo trato urinário para ajudar a eliminar os germes invasores e evitar possíveis problemas, como infecção do trato urinário e infecção renal, por exemplo. É uma proteção, na verdade.

No entanto, se você está percebendo muito muco na urina, pode ser um sinal de um problema.

Mas, de acordo com a Dra. Judith Marcin [1], médica de família do Medical Center de Chicago, mulheres jovens podem perceber mais muco do que as idosas.

Isso porque menstruação, gravidez, anticoncepcionais e ovulação podem tornar o muco mais espesso e mais óbvio.

Nos homens, já é preciso ficar mais atento. Normalmente não se percebe muco na urina e, quando acontece, geralmente é infecção.

2. Infecção urinária

Os sintomas de infecção urinária, geralmente, surgem quando há ação de bactérias.

Embora as infecções urinárias ocorram tanto em homens quanto em mulheres, elas são mais comuns em meninas e mulheres.

Isso porque a uretra da mulher é mais curta que os dos homens, e as bactérias têm menos distância para viajar antes de iniciar uma infecção.

Se seu exame mostrou filamentos de muco, é também possível que seja infecção urinária.

O muco é produzido para proteger a parede interna da uretra e da bexiga.

Assim, quando há uma infecção, todo trato urinário sofre com o problema e o organismo passa a produzir mais muco para proteger ainda mais as estruturas.

Mas, se você tem infecção, além dos filamentos de muco você pode ter:

  • Vontade de urinar toda hora;
  • Sensação de ardor ao urinar;
  • Urina com sangue ou rosada.
urina com filamentos de muco

 Foto de muco na urina mostrando bastante filamentos de muco. Em casos assim, raramente é considerado normal.

3. Doenças sexualmente transmissíveis

Doenças como clamídia e gonorreia provocam um aumento significativo na produção de muco, principalmente nos homens.

Da mesma forma que na infecção urinária, essa produção é uma maneira de proteger o organismo.

Assim, fique atento para os seguintes sintomas:

Uma infecção por clamídia pode causar:

  • urina esbranquiçada, turva;
  • sensação de queimação ao urinar;
  • dor e inchaço nos testículos;
  • dor pélvica e desconforto;
  • sangramento vaginal anormal.

A gonorreia pode causar:

  • corrimento amarelado ou verde;
  • dor ao urinar;
  • sangramento vaginal entre períodos;
  • dor pélvica e desconforto.

4. Síndrome do intestino irritável

A síndrome do intestino irritável pode levar à produção de um muco espesso no trato digestivo.

Dessa forma, o muco pode deixar seu corpo durante um movimento intestinal.

Então o muco na urina surge, na verdade, como o resultado do muco do ânus misturado com a urina durante a micção.

Fique atento se vem tendo sintomas como: diarreia constante, gases intestinais, barriga inchada e prisão de ventre.

5. Colite ulcerativa

Da mesma forma, a colite ulcerativa é um distúrbio do trato digestivo e, também, com produção de muco intestinal em excesso.

Então, durante os movimentos intestinais, esse muco pode deixar o corpo e se misturar com a urina.

Isso pode fazer você acreditar que aumentou o muco na sua urina, mas, na verdade é o muco intestinal.

Observe os seguintes sintomas:

6. Pedra nos rins

Todos sabemos que os cálculos renais são depósitos de minerais e sais que se formam no rim.

Se as pedras permanecerem nos rins não causarão nenhum sintoma.

Contudo, quando deixam o rim e entram no trato urinário, pode provocar a formação de muco e consequentemente, fazer surgir filamentos de muco na urina.

Então, fique atento se tiver os seguintes sintomas de pedras nos rins:

7. Câncer de bexiga

Embora seja raro, os filamentos de muco na urina podem ser um sinal de câncer na bexiga.

Se este sintoma for um sinal de câncer, pode ser acompanhado por outros sintomas como urina com sangue, dor na barriga ou perda de peso sem razão.

Além do mais, esses sintomas estão ligados a muitas outras condições.

A única maneira de saber se os seus sintomas são um sinal de câncer ou outra doença grave é consultar o seu médico para um diagnóstico.

filamentos de muco na urina

Exemplo de um resultado de exame de urina alterado. Além do muco, há cristais, bactérias, leucócitos, hemácias. Ao mesmo tempo, o aspecto físico da urina é turvo. Há um problema aí!

 

Filamentos de muco na gravidez

Se durante a gestação, receber um resultado do exame de urina e vir filamentos de muco +++, ou filamentos de muco presente, não há motivos para preocupação.

A gestação provoca mudanças profundas em todo organismo da mãe e muitas alterações podem surgir nos exames.

Mas, fique atenta: além dos filamentos de muco, observe se há excesso de proteína, presença de hemácias na urina, ou se há leucócitos na urina.

Essas sim, são alterações importantes que necessitam de avaliação médica.

Muco na urina é sinal de gravidez? Não. Essa relação não existe.

Quando filamentos de muco na urina é um caso médico?

Se você notar excesso de muco na sua urina, ou fizer um exame de urina e constatar sua presença, é bom que o médico avalie as outras variáveis.

Se além dos filamentos de muco, o exame mostrar hemácias na urina, piócitos (ou leucócitos), glicose na urina,  cristais na urina, bacteriúria e outros, marque uma consulta médica.

Mas, lembre-se que tem algum muco na urina é bom, então se essa é a única alteração no seu exame, não se preocupe.

Ao mesmo tempo, fique atenta para uma urina turva e com filamentos de muco, pois, pode indicar algo mais grave.

Somente o médico, poderá decidir se os sintomas justificam uma investigação mais aprofundada.

Considerações finais

Normalmente, a nossa bexiga produz muco que é uma forma de proteção contra as infecções.

Filamentos de muco, então, são fragmentos desta secreção produzida normalmente. A presença destes filamentos não é causa da infecção urinária.

Ao mesmo tempo, sabe-se que há uma tendência do aumento da quantidade de muco quando há infecção urinária.

Opinião médica: Dra. Judith Marcin [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo