Sua saúde

Síndrome do intestino irritável: descubra se você tem a doença e qual dieta precisa seguir

Síndrome do intestino irritável: veja sintomas e o que é proibido comer

O que é Síndrome do intestino irritável? A maneira mais fácil de definir essa doença é dizendo que ela é um conjunto de sintomas que provoca a inflamação das vilosidades intestinais. De acordo com um estudo publicado na Revista Brasileira de Medicina(1),  essa é a doença funcional gastroenterológica mais frequente. Assim sendo, pode ser que atinja mais de 20% da população. Trata-se de uma alteração da motilidade intestinal. Ao mesmo tempo, se caracteriza clinicamente por anormalidades do hábito intestinal (constipação e/ou diarreia) e dor abdominal.

O que acontece nessa doença é que nosso intestino move o conteúdo através de contrações sequenciais que chamamos de peristaltismo. A parede intestinal é repleta de microvilosidades que trabalham em conjunto. Na Síndrome do intestino irritável a inflamação dessas vilosidades causa alterações na motilidade intestinal. Por isso, os pacientes sofrem com diarreias constrangedoras e, ao mesmo tempo, dolorosas constipações. Um estudo publicado no Medicina Net (2) , revelou pelo menos 5 sinais que podem ajudara identificar a doença. De acordo com o médico autor do estudo, pacientes acima de 40 anos com todos esses sintomas tem 80% de chances de ter a síndrome.

Síndrome do intestino irritável

A parede intestinal é repleta de microvilosidades que trabalham em conjunto. Na Síndrome do intestino irritável a inflamação dessas vilosidades causa alterações na motilidade intestinal.

Como saber se tenho Síndrome do intestino irritável?

Você sente alívio da dor abdominal depois de defecar? Se a resposta é sim, você marcou um ponto! Os pacientes têm desconforto abdominal que varia consideravelmente. Contudo, em geral está localizado no abdômen no quadrante inferior direito. A dor é constante ou em cólicas, contudo, é aliviado pela defecação.

Você tem constante sensação de barriga inchada? Se é verdade, você marcou outro ponto. A síndrome do intestino irritável pode provocar uma sensação de barriga inchada. Ao mesmo tempo, pode levar a uma real distensão do volume abdominal. Assim sendo, a pessoa tem a sensação o tempo todo que a barriga está inchada e dolorida.

Você produz gases excessivamente? Você pode ter marcado outro ponto. Isso porque, essa doença também é caracterizada pela dilatação do cólon por excesso de gases. O movimento alterado do intestino permite uma produção de gases intestinais muito maior do que em pessoas saudáveis. Preste muita atenção neste sintoma.

Você costuma ter diarreias intercaladas com prisões de ventre? Se a resposta é positiva, você marcou mais um ponto aí. Afinal, esse sintoma é recorrente nas pessoas com síndrome do intestino irritável. As diarreias e constipação acontecem porque o intestino não consegue se mover sincronizadamente como deve ser. Isso, a saber, provoca movimentos lentos demais que causam a prisão de vente. Ao mesmo tempo, passa por períodos de intensa movimentação, resultando em diarreias.

Você faz cocô mais de 2 ou 3 três vezes ao dia? Esse é outro sintoma e você marca outro ponto. Quando o intestino doente passa por períodos de movimentos intensos, ele não deixa o paciente em paz. As idas ao banheiro para evacuar podem acontecer mais de 5 vezes ao dia. Outro sintoma importante para relatar ao médico.

Suas fezes costumam ser gelatinosas? Mais um ponto que você pode ter marcado. Isso é importantíssimo. Como as vilosidades intestinais estão inflamadas, há muita produção de muco. Isso, a saber, produz fezes de consistência gelatinosa. Na verdade, são fezes com muco. É bom, ficar de olho e observar como seu cocô anda saindo.

Dieta para síndrome do intestino irritável

Se você percebe alguns dos sintomas citados acima, o recomendado é que vá urgente ao gastroenterologista. Ao mesmo tempo realize uma consulta nutricional e é importante anotar tudo que comeu e passou mal. Essa informação é muito importante para o médico. Mas, enquanto isso não acontece, já é prudente evitar alimentos que irão piorar a inflamação da mucosa intestinal.

Conforme sugeriu o gastroenterologista Dr. Fabio Maximiano, do site Doctoralia (3), fica proibido a ingestão de pão, café, chocolate, álcool, refrigerantes, comida processada ou leite e derivados. Ao mesmo tempo evitar o máximo possível de ingerir proteínas (carnes). Evitar a todo custo alimentos gordurosos. A dica também é comer pouco em cada refeição. Comer muito, irá dar trabalho ao intestino, e ele está doente, então, nada de comer mais do que o necessário.

O médico sugere uma dieta chamada Low FODMAP. Procure um gastroenterologista ou um nutricionista para orientação e acompanhamento.

Estudos médicos-científicos: Medicina Net (2) , Revista Brasileira de Medicina(1),

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo