Sua saúde

Muco nas fezes é normal? Quando devo me preocupar?

Muco nas fezes é normal? Quais doenças tem esse sintoma?

Muco nas fezes é normal? Quando devo me preocupar?
4.8 (95%) 4 votes

O muco nas fezes parece um sintoma bem estranho. Afinal, o normal é vermos o muco no nariz, não é? Só que, muitas partes do seu corpo produzem muco, inclusive o intestino . O muco do intestino funciona como uma camada protetora contra bactérias e outros patógenos. Também ajuda  as fezes a seguir o trajeto mais suavemente através do cólon . Algumas vezes, no entanto, um pouco do muco pode se misturar ao cocô e sair junto com ele.

Muco nas fezes é normal?




No geral, o muco nas fezes é normal. Então, perceber um pouco dele no cocô, provavelmente não é motivo de preocupação. Contudo, isso pode indicar um problema quando o muco vem associado a um ou mais dos sintomas abaixo. Neste caso, é indispensável marcar uma consulta médica.

  • Tem expelido grande quantidade de muco nas fezes.


  • Isso tem acontecido com frequência.
  • Além do muco, há também sangue nas fezes.
  • As fezes têm saído moles, esfarelando ou líquidas, do tipo diarreia.
  • Se sente dor de barriga ou cólicas abdominais.


Muco nas fezes: quais as causas?

Existem uma grande quantidade de problemas digestivos que resultam em muco nas fezes. Alguns deles, podem ser mais graves e serem mais complexos de tratar. Em outros casos, contudo, pode ser uma intoxicação alimentar, o que normalmente, desaparece em um ou dois dias com os cuidados adequados. Mas, há outras possíveis doenças que resultam em muco no cocô.

Síndrome do intestino irritável (SII). Essa doença tem como principais sintomas a prisão de ventre e a diarreia, alternados. Assim, é muito típico e comum ver muco nas fezes de pessoas que sofrem desta condição. Um estudo feito por médicos do Departamento de Gastroenterologia da  FMUSP (1), é possível que esta síndrome atinja pelo menos 20% da população. Trata-se de uma alteração da motilidade dos intestinos. A Síndrome do intestino irritável também apresenta os seguintes sintomas: dores abdominais (cólicas); evacuações mais de três vezes ao dia; diarreia depois de comer; fezes fragmentadas, pastosas ou líquidas; urgência para defecar e excesso de gases.

Colite ulcerativa. Este tipo de doença inflamatória intestinal (DII) que causa feridas no intestino grosso (cólon) e no reto em sua camada mais superficial, a mucosa. Esse processo, a saber,  provoca sintomas como diarreia, hemorragia, dor de barriga e febre. Em casos mais graves, essas feridas podem sangrar e aumentar a produção de muco na parede intestinal. Esse muco, bem como o sangue, poderá ser visto nas fezes.

Proctite . Trata-se de uma inflamação da parte inferior do intestino grosso, o reto. Uma pessoa cujo sistema imunológico está debilitado também está em maior risco de desenvolver proctite, particularmente a partir de infecções pelo vírus do herpes simples ou citomegalovírus. Essa doença, decerto, pode ser causada também por algumas bactérias não transmissíveis sexualmente, como a  Os sintomas de proctite incluem dor ao se fazer força para defecar, hemorragia sem dor ou a eliminação de muco nas fezes.

Infecção por Clostridium difficile. Essa bactéria está naturalmente presente na flora intestinal de cerca de 3% dos adultos e 66% das crianças. De acordo com um boletim informativo da Queen’s Printer and Controller of HMSO [2], a Clostridium não causa problemas a pessoas saudáveis. Contudo, alguns antibióticos utilizados para tratar outros problemas de saúde podem interferir com o equilíbrio das “bactérias boas” da flora intestinal. Quando isto acontece, a Clostridium difficile pode multiplicar-se e causar sintomas como gases intestinais, diarreias e febre. As fezes, certamente,  saem com bastante muco e com muito mal cheiro.

Intoxicação alimentar . Comer algo estragado também pode resultar em uma diarreia na qual há uma quantidade maior de muco nas fezes. Assim, se a pessoas está com sintomas parecidos da gripe – dor no corpo, febre, náusea – e, ao mesmo tempo o cocô tiver com muco, é possível que seja uma intoxicação alimentar.

Câncer colorretal. Infelizmente, esse também é um sinal de câncer no reto. um tumor maligno que se desenvolve no intestino grosso, isto é, no cólon ou em sua porção final. O principal tipo de tumor colorretal é o adenocarcinoma. Assim, os sintomas de câncer colorretal incluem presença de sangue nas evacuações, seja sangue vivo ou escuro, misturado às fezes. Ao mesmo tempo presença de muco, fezes finas, sensação de esvaziamento incompleto, prisão de ventre, cólicas abdominais frequentes associadas a inchaço abdominal.

Artigos médico-científicos: Dep. de Gastroenterologia da  FMUSP (1),  Queen’s Printer and Controller of HMSO [2],

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo