Sua saúde

Diarreia com sangue: o que pode ser quando vem sangue nas fezes?

Diarreia com sangue: o que pode ser sangue nas fezes?

Diarreia com sangue: o que pode ser quando vem sangue nas fezes?
4.8 (95%) 4 votes

Diarreia com sangue é sempre motivo para muita preocupação. Isso porque, todas as vezes que vamos ao banheiro, esperamos ver um cocô marrom. Assim, quando percebemos fezes vermelhas ou com traços de sangue, é natural imaginarmos logo algo grave. A situação é ainda pior quando as fezes não têm uma consistência sólida normal. Ou seja, vem pastosa ou líquida, o que é um sintoma de diarreia.

Primeiramente, é preciso você ter certeza de que está com diarreia. Isso porque, o diagnóstico pode mudar se as fezes têm sangue, mas tem consistência sólida. Os médicos consideram um quadro de diarreia quando a pessoa sofre dos seguintes sintomas:




  • fezes líquidas, pastosas ou esfareladas, três ou mais vezes por dia
  • cólicas abdominais
  • dor no estômago


  • corpo mole, cansado e tontura por perda de fluido
  • febre, em alguns casos

Confirmado um quadro de diarreia, saiba que, em geral, ele é causado por um patógeno, como um vírus ou uma bactéria. A causa mais comum de diarreia em adultos é o norovírus*. Contudo, o uso de antibióticos também pode causar diarreia. Isso porque, os antibióticos interrompem as bactérias do bem que revestem o estômago. Existem algumas razões pelas quais sua diarreia pode vir avermelhando indicando sangue. Algumas dessas razões são de fato graves, mas outras nem tanto.



Diarreia com sangue, o que pode ser?

 Quando a diarreia, de fato, vem com sangue, indica sangramento em algum pronto do trato gastrointestinal. Assim, relacionamos aqui, as cinco doenças mais comuns que resultam em sangue nas fezes.

Prisão de ventre:prisão de ventre ocorre quando os movimentos peristálticos do intestino são dificultados, por alguma razão. Eles podem diminuir ou menos frequentes. Com isso, o conteúdo fecal perda água e você tem fezes muito ressecadas. As fezes secas, decerto, exigem um esforço muito grande na hora de evacuar. O resultado disso, são lesões no ânus, como fissuras anais que sangram. Durante o esforço para defecar, acaba saindo sangue junto com as fezes. Nestes casos, um laxante natural, pode resolver o problema, mas se isso é persistente na sua vida, procure um médico.

Diverticulite: Essa é uma doença caracterizada pela inflamação dos divertículos presentes no intestino grosso. Normalmente, ocorre em obesos, sedentários, tabagistas e maiores de 50 anos. Além da diarreia com sangue, a pessoa sente dor no pé da barriga e alteração do hábito intestinal (diarreia ou prisão de ventre). Ao mesmo tempo, poderá ter febre baixa. Uma avaliação médica se faz necessária.

Hemorroidas: As hemorroidas são veias inchadas, inflamadas e bastante doloridas na região anal. Essas veias inchadas incomodam bastante, sobretudo se a pessoa ficar muito tempo sentada ou em pé. Assim, dependendo do tipo, os sintomas de hemorroida podem variar, como: dor e coceira anal, diarreia com sangue, coceira anal, um ou mais nódulos endurecidos no ânus (tipo uma bolinha), inchaço e vermelhidão ao redor do ânus, entre outros.

Doenças inflamatórias intestinais (DII): Os médicos chamam de “doença inflamatória intestinal”, um grupo de condições inflamatórias do cólon e intestino delgado. De acordo com publicação de um gastroenterologista na Revista Brasileira de Medicina [1] , é um termo genérico para doenças crônicas que inflamam os intestinos em intensidades variadas. As principais são Doença de Crohn, Retocolite Ulcerativa e Colites Indeterminadas. Nas formas mais leves, a pessoa pode sentir dores abdominais e alteração do hábito intestinal como diarreia ou constipação. Nas formas mais graves, dores intensas, diarreia com sangue, perda de peso repentina, cansaço ou fraqueza, aftas etc.

Pólipos de câncer: Em alguns casos, o excesso de movimentos intestinais pode irritar o cólon causando o desenvolvimento de pólipos. Os pólipos, a saber, podem ser um sinal de câncer colorretal. Muitas vezes, o sangramento é interno e não é visível a olho nu. Contudo, uma situação que desencadeie uma diarreia pode irritar os pólipos e levar ao sangue nas fezes.

Úlceras estomacais: Nossos ácidos estomacais, especialmente o clorídrico, são muito fortes. Num estômago normal e saudável, sua ação restringe-se somente aos alimentos. Contudo, em determinadas situações, eles podem atacar o revestimento do trato digestivo e provocar o aparecimento de uma ferida que destrói a parede estomacal e do duodeno. Quando essa úlcera* sangra, algumas vezes, o sangramento pode aparecer nas fezes, fazendo uma diarreia com sangue.

Diarreia com sangue: o que pode ser quando vem sangue nas fezes

Sangue nas fezes, pode ser apenas corante de alimentos como beterraba, por exemplo.

Outras causas de diarreia com sangue

Algumas vezes acreditamos que estamos tendo um sangramento gastrointestinal ou retal por observar fezes vermelhas ou avermelhadas. Contudo, muitas vezes, ou talvez, na maioria das vezes não se trata de sangue. Veja alguns casos abaixo:

Infecção por Escherichia coli: Esta bactéria causa muitos sintomas de diarreia, incluindo fezes vermelhas. Podemos “pegar” E. coli de comer carne mal cozida, beber leite cru ou comer alimentos infectados com fezes. Quando dizem que um alimento está contaminado com coliformes fecais, certamente, há E. coli ali. Normalmente, leva alguns dias após ser infectado para os sintomas aparecerem. Mas, neste caso, a diarreia com sangue, não é exatamente sangue, na maioria das vezes, é somente uma coloração avermelhada.

Alimentos com corantes: É normal que alguns alimentos artificiais como vinho, sucos de frutas vermelhas ou uvas, gelatina, balas e chicletes deixem nossas fezes coradas de vermelho. Até mesmo alimentos naturais como beterraba e mirtilo deixam as fezes com aspecto sanguinolento. Isso assusta bastante, mas é só corante!

Diarreia com sangue: quando ir ao médico

Com explicado, a diarreia vermelha nem sempre é grave. Pode indicar um problema sério, especialmente se a vermelhidão for causada por sangue. Se tiver diarreia vermelha e tiver os seguintes sintomas adicionais, deve procurar um pronto-socorro imediatamente:

  • fadiga extremo e tontura
  • desconforto (dor) gastrointestinal
  • dificuldade em respirar
  • desorientação e/ou desmaio
  • febre maior que 38 ° C
  • dor de estômago severa
  • fezes escuras
  • vômito de sangue ou fragmentos escuros

Vocabulário

* Norovírus: é um tipo de vírus que pode ser transmitido através da ingestão de alimentos ou bebidas contaminadas pelo vírus. É o principal causador de gastroenterite

* Úlcera: é uma ferida que pode ocorrer em diversas partes do organismo, como na pele e no cólon (colite ulcerativa), por exemplo.

Artigo médico-científico: Revista Brasileira de Medicina [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo