Mulher

Remédio para cólica menstrual: melhores opções caseiras e de farmácia

Remédio para cólica menstrual: melhores opções caseiras e de farmácia

Um remédio para cólica menstrual pode, muitas vezes, levar a efeitos colaterais indesejados. Por isso, muitas mulheres preferem se livrar desse incomodo com soluções caseiras.  São poucas as felizardas que passam pelo período menstrual ilesas, isto é, sem dor nenhuma. Para a grande maioria, a fase é um suplício. Entre 70 e 90% das mulheres sofrem de dismenorreia, a popular cólica menstrual.

Ginecologistas dizem que as principais vítimas são as adolescentes dos 13 aos 17 anos. Essa é a época em que os ovários amadurecem e estreiam em sua função de liberar um óvulo por mês. A maior parte dos episódios de dor tem origem primária, ou seja, é decorrente da menstruação, e não de uma alteração orgânica extraordinária.

Por que as cólicas menstruais acontecem?

As cólicas menstruais surgem porque durante o período menstrual , os músculos uterinos contraem e relaxam para ajudar a empurrar revestimento do útero. As cólicas, então, são o resultado desse movimento muscular. Ao mesmo tempo, algumas mulheres vão além, tendo outros sintomas como náuseas e vômitos , dor de cabeça constante e até diarreia.

Na verdade, não se sabe ao certo porque algumas mulheres experimentam cólicas menstruais e outras não. Mas, alguns fatores podem estar associados, como por exemplo:

  • Mulheres que têm fluxo menstrual intenso
  • Mulheres que já tiveram o primeiro filho
  • Jovens com menos de 20 anos, ou na menarca
  • Ter uma superprodução ou sensibilidade às prostaglandinas, um hormônio que influencia nas funções do aparelho reprodutor.
  • Endometriose
  • E, por fim, uso de pílula anticoncepcional ou DIU.

Para câimbras leves a temporárias, alguns remédios caseiros podem ajudar no alívio. Abaixo, temos algumas formas de conseguir melhora rápida e aprender a diminuir potencialmente a dor no próximo ciclo. As dicas abaixo, funcionam, inclusive para cólicas fora do período menstrual.

Remédio para cólica menstrual: medicamentos

Os anti-inflamatórios não-esteroides são a principal forma de alívio da dor. Por isso, esses são os mais indicados pelos ginecologistas como remédio para cólica menstrual e para e sangramento menstrual intenso. Contudo, a Dra. Janyele Sales, especialista em medicina da família, dá 4 opções.

  • Ibuprofeno (Bula): anti-inflamatório que também trabalham no alívio da dor . Conhecido também como Advil® ou Buscofen®
  • Ácido Mefenâmico (Bula): é também um anti-inflamatório. O nome mais conhecido é Ponstan®
  • Escopolamina (Bula): é antiespasmódico, mais conhecido como Buscopan®
  • Cloridrato de Papaverina (Bula): é antiespasmódico e também tem ação analgésica. O nome mais conhecido é Atroveran®.



Receitas caseiras para sua cólica menstrual

Aplique calor abaixo do umbigo

As compressas de água quente reduzem as dores, o que se dá por meio de suas capacidades vasodilatadoras e de relaxamento muscular. Um estudo publicado na Acta Medica de Portugal [1] explicou que o calor que passa da compressa para o corpo estimula a irrigação sanguínea naquele local onde foi aplicado. Então, com o aumento da circulação sanguínea, a musculatura relaxa. O útero é um órgão muscular e fica mais relaxado tendo suas contrações amenizadas. Outra consequência boa da dilatação dos vasos proporcionada pelo calor é que a prostaglandina – substância que “manda” o útero contrair – consegue ser eliminada pelo fluxo sanguíneo. Menos prostaglandina significa menos contrações e, consequentemente, menos dores.

Aliás, uma publicação da BMC Women’s Health [2] acompanhou 147 mulheres de 18 a 30 anos que apresentavam ciclos menstruais regulares. Os autores descobriram que uma bolsa de calor com temperatura de 40 ° C era tão eficaz quanto o ibuprofeno como remédio para cólica menstrual.

Caso uma bolsa térmica não estiver disponível, basta molhar uma toalha em água quente, torcer o excesso do líquido e deixar a toalha no abdome, logo abaixo do umbigo.

Deitar de barriga para baixo

Deite-se de barriga para baixo, comprimindo a barriga sobre um travesseiro: o simples fato de deitar já ajuda a amenizar a dor. Usar uma bolsa de água quente na região lombar e no abdômen também ajuda, pois o calor estimula a irrigação, relaxando a musculatura e diminuindo as contrações uterinas.

Faça uma mudança na dieta

Consuma alimentos naturais com poder anti-inflamatório. Alguns alimentos são verdadeiros relaxantes musculares. Porém, estes devem ser incluídos regularmente em sua dieta: consumi-los somente no período das cólicas não trará alívio algum.

Quem sofre com cólicas menstruais em todo período, deve considerar fazer uma mudança na dieta. Isso, quer dizer, passar a ingerir mais alimentos alimentos frescos e saudáveis. Ao mesmo tempo, optar com alimentos com poder anti-inflamatório. Tente se concentrar em uma alimentação mais saudável, como por exemplo:

  • Alimentos ricos em cálcio, como figos secos, ricota, brócolis, amêndoas e sardinhas enlatadas
  • Alimentos ricos em antioxidantes, como frutas vermelhas, couve, tomate, pimentão e chocolate amargo
  • Proteínas magras, incluindo tofu e peixes magros
  • Por fim, abuse dos benefícios do açafrão

Por outro lado, a dica é eliminar ao máximo as comidas que podem piorar as dores menstruais como: farináceos, açúcar refinado, gorduras trans (óleos hidrogenados), cafeína e álcool.

Faça massagens abdominais com óleos

Movimentos suaves no abdômen e nos pés podem amenizar a cólica. O vaivém das mãos alivia a tensão muscular, melhoram a circulação sanguínea e, consequentemente, diminui a dor. Comprimir essa região também pode ser uma forma de massagem.

Remédio para cólica menstrual: melhores opções caseiras e de farmácia

Remédio para cólica menstrual: os melhores chás para cólica são calêndula, camomila, orégano e gengibre.

Ao mesmo tempo, use óleos essenciais para essas massagens. Uma publicação da Obstetrics and Gynaecology Research [3] acompanhou 48 mulheres que sofriam constantemente com cólicas menstruais. No experimento, um grupo recebeu um creme contendo óleos essenciais, enquanto o outro recebeu um creme contendo uma fragrância sintética.  Como resultado, o grupo que usou óleos essenciais experimentou uma redução significativa na quantidade e duração da dor. Os pesquisadores usaram  uma mistura de lavanda , sálvia e óleo de manjerona neste estudo.

Beba chás naturais eficientes

Chá de calêndula: A calêndula tem na sua composição óleos essenciais, glicósidos amargos e flavonoides.  A calêndula, decerto, possui propriedades anti-inflamatórias, anti-sépticas, desinfectantes, cicatrizantes, adstringentes, desintoxicantes e hemostáticas.

Chá de orégano: O orégano é, também, um fantástico remédio para cólica menstrual, sendo inclusive um excelente tratamento caseiro para cólica menstrual. Possui ação diurética, sudorífera, eliminando as toxinas do organismo, podendo ser utilizado em casos de cólicas menstruais e dores de cabeça. Deixe ferver 1 xícara de água. Em seguida coloque 1 colher rasa de sobremesa orégano. Em seguida, deixe descansar por 10 minutos e coe. O chá de orégano pode ser tomado durante todo o mês.

Chá de camomila: A camomila é calmante e antiespasmódica. As infusões e tinturas aliviam as cólicas e o estresse. Deixe ferver 1 xícara de água. Em seguida coloque 1 colher de sobremesa de flores de camomila. Em seguida, deixe agir por 10 minutos e coe. O chá de camomila pode ser tomado durante todo mês.

Chá de gengibre: O gengibre é um ótimo remédio para cólica menstrual, pois possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que diminuem a dor, muito presente antes ou durante a menstruação. Deixe ferver 1 xícara de água. Em seguida coloque 1 colher de sobremesa de gengibre ralado. Deixe agir por 10 minutos e coe. Tome uma xícara nos dias da menstruação.




Caso sua cólica menstrual seja anormalmente dolorida, consulte um médico para investigar a causa. Um especialista irá solicitar exame de sangue e de imagem.

Artigos médico-científicos: Acta Medica de Portugal [1]  BMC Women’s Health [2]  Obstetrics and Gynaecology Research [3]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma Resposta

Topo