Sua saúde

Dor de cabeça constante: quais são as causas?

Dor de cabeça constante: Veja quais são as causas mais comuns

Dor de cabeça constante: quais são as causas?
5 (100%) 3 votes

A dor de cabeça constante persistindo por vários dias, certamente precisa de avaliação médica. Normalmente, trata-se de uma crise de enxaqueca. Contudo, há problemas e situações que desencadeiam crises de cefaleias. Algumas vezes o simples fato de não estar bebendo água o suficiente pode estar causando dor de cabeça constante.

Dor de cabeça constante: desidratação




A dor de cabeça por desidratação significa que você está eliminando mais água do que está ingerindo. Essa água acaba sendo perdida não só pela urina como também pelo suor, nas fezes e até na respiração. Na correria do dia a dia, a gente acaba esquecendo mesmo de beber a água necessária para hidratação do corpo. Este tipo de dor, a saber, melhora momentaneamente com analgésicos. Contudo, retorna e pode durar todo tempo necessário até o corpo seja reidratado. A cefaleia por falta de água no organismo, vem junto com sensação de corpo quente, boca seca, pouca urina, urina escura e olhos irritados.

Dor de cabeça constante: bruxismo

O que é bruxismo? Na verdade, trata-se de um distúrbio do sono, na qual a pessoa passa a ranger os dentes dormindo. Esse distúrbio atinge cerca de 15% das pessoas, totalmente associada ao stress. De acordo com o dentista Dr. Bruno Alves, pessoas com bruxismo podem sofrer fortes dores de cabeça que surgem por forte contração dos músculos da mastigação, podendo atingir rosto, pescoço, ouvido e até ombros. O tratamento principal consiste no uso de placas de acrílico interoclusais na arcada dental durante a noite. Estas distribuem a força muscular em todos os dentes aliviando as dores de cabeça.



Dor de cabeça constante: alterações hormonais

Oscilações hormonais também podem causar dor de cabeça constante. Segundo Dr. Alexandre Feldman [2] as mulheres tem muitas variações hormonais. Existe, por exemplo, a enxaqueca menstrual que ocorre graças a uma grande desproporção entre estrógenos e progesterona. Ao mesmo tempo, a pílula anticoncepcional é o caminho mais curto para o desequilíbrio hormonal. Essa é, de fato, a causa principal da dor de cabeça constante em muitas mulheres. O problema, de acordo com o especialista, é que o estrogênio estimula o cérebro, e quando está em excesso, acaba desencadeando cefaleias ou crises de enxaqueca.



Dor de cabeça constante: sono fragmentado

De acordo com o Dr. Feldman quanto mais fragmentado o nosso sono, maior o risco de terminarmos a noite com horas escassas de sono. Consequentemente, maior é o risco de desequilíbrio de neurotransmissores cerebrais. Tal desequilíbrio, decerto, provoca dores de cabeça o tempo todo. Não é só a dor de cabeça que pode se manifestar diante da falta de sono. “Todas essas doenças compartilham o mesmo desequilíbrio neuroquímico, que vai se manifestar diferentemente de acordo com a predisposição genética individual”, disse o médico. Assim, depressão, ansiedade e pânico podem vir à tona junto a cefaleia constante.

Dor de cabeça constante: alimentos

Alguns alimentos podem hiperestimular o sistema nervoso central e levar a dor de cabeça constante. Um exemplo, é a cafeína, conforme explicou Dr. Alexandre Feldman [2], especialista em enxaqueca. O médico disse que apesar da Cafeína ter ação analgésica, ela pode estimular o cérebro e deixar a pessoa predisposta para a próxima dor. O resultado disso, é um ciclo de dores. Quanto mais cafeína, seja por medicação ou por café, mais dor. Assim, as pessoas passam a sentir crises incontroláveis de enxaqueca.

Dor de cabeça constante: problemas de visão

A cefaleia por problemas de visão também causa dor de cabeça constante. Assim, mesmo fazendo uso de medicação analgésica, a dor sempre volta. Uma tese de doutorado da UFPE [1] fez um estudo de distúrbios oftalmológicos e cefaleia e revelou que 46,4% das pessoas com hipermetropia (dificuldade de ver de perto), tem dor de cabeça constante. Assim, a hipermetropia, força os olhos causando dores de cabeça. Isso porque, há um esforço de foco constante.  Essas dores se desencadeiam todas as vezes que a visão é forçada em leitura, no computador ou celular, por exemplo. Ao mesmo tempo, óculos mal ajustados também pode ser a causa de dor de cabeça que não passa nunca.

Tese de doutorado da UFPE [1] Dr. Alexandre Feldman [2]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo