Sua saúde

Falta de vitamina D: o que seu corpo sente com essa deficiência?

Falta de vitamina D: Quais são os sintomas dessa deficiência?

A falta de vitamina D é uma das deficiências vitamínicas mais comuns. Contudo, a vitamina D é extremamente importante que tem efeitos poderosos em vários sistemas em todo o corpo. Ao contrário de outras vitaminas, a vitamina D funciona como um hormônio, e cada célula do seu corpo tem um receptor para tal.

Na síntese dessa vitamina acontece a partir do colesterol que é sintetizado pela incidência de raios UVB do sol sobre a pele. Contudo, a vitamina D é encontrado em certos alimentos, como peixes ricos em gordura e produtos lácteos fortificados que são fontes de vitamina D. Mesmo assim, é muito difícil obter o suficiente desta vitamina através da alimentação.

Os especialistas dizem que a ingestão diária recomendada de vitamina D é geralmente em torno de 400-800 UI, mas muitos dizem que se deve obter mais do que isso. Ao mesmo tempo, uma publicação da revista Age Ageing1 ] revelou que cerca de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo tenham baixos níveis de vitamina D no sangue. Uma alimentação com fontes de vitamina D e uma pequena suplementação, podem equilibrar os níveis.

Quem tem predisposição a falta de vitamina D?

O sol é a melhor fonte de vitamina D. Ter o contato com luz solar natural é uma forma de sintetizar a vitamina D naturalmente. Por isso, as pessoas que vivem perto da linha do equador e têm exposição solar frequente têm menos probabilidades de serem deficientes. Essas, decerto, produzem vitamina D suficiente para satisfazer suas necessidades metabólicas.

Os especialistas consideram que há pelo menos 7 fatores de risco comuns para a deficiência de vitamina D:

  • Ter pele escura.
  • Ser idoso
  • Estar com sobrepeso ou obeso.
  • Não comer muito peixe ou laticínios.
  • Viver longe da linha do equador, onde há pouco sol o ano todo.
  • E, por fim, o uso exagerado de bloqueador solar

Sintomas de falta de vitamina D

A maioria das pessoas não percebe que está com falta de vitamina D, pois os sintomas geralmente são sutis. Então, a pessoa, muitas vezes, não reconhece facilmente, mesmo que tais sintomas tenham um efeito negativo significativo na sua qualidade de vida. Os sintomas, geralmente, são:

  1. Ficar doente com muita frequência
  2. Cansaço o tempo todo
  3. Dor nos ossos e nas costas
  4. Depressão
  5. Dificuldade de cicatrização
  6. Perda óssea
  7. Perda de cabelo

Por que a falta de vitamina D te deixa sempre doente?

Uma das funções mais importantes da vitamina D é manter o sistema imunológico forte. Uma publicação da revista  Mollecular Nutrition & Food Research  [ 2 ], a vitamina D interage diretamente com as células responsáveis ​​pelo combate às infecções. Então, pessoas que costumam ficar doentes, especialmente com resfriados ou gripe, podem estar com falta de vitamina D.

Outro importante estudo publicado na revista Tropical Doctor3 ] mostrou uma ligação entre uma deficiência e infecções do trato respiratório como resfriados, bronquite e pneumonia. Ao mesmo tempo, descobriu que tomar suplementos de vitamina D em uma dose de até 4.000 UI por dia, pode reduzir o risco de infecções respiratórias.

Por que a falta de vitamina D provoca cansaço e desânimo?

Infelizmente, nem sempre as pessoas ligam a seu cansaço e desânimo diário à falta de vitamina D. Mas, uma publicação da SpringerPlus4 ] sugerem que níveis sanguíneos muito baixos dessa vitamina podem causar fadiga e desânimo a ponto de interferir na qualidade de vida. Mas, ao que parece, mesmo os níveis sanguíneos não estando muito baixos, a deficiência de vitamina D pode ter um impacto negativo nos níveis de energia.

Em um caso, relatado em uma publicação do Journal Clinical Sleep Medicin5 ], uma mulher que se queixou de fadiga crônica diurna e dores de cabeça. Então, seus níveis de vitamina D era de apenas 5,9 ng / ml. Isto, a saber, é extremamente baixo, pois qualquer coisa abaixo de 20 ng / ml já é considerado deficiente. Contudo, quando a mulher tomava um suplemento de vitamina D, a dosagem da vitamina chegou a 39 ng / ml e seus sintomas desapareceram todos.

Por que a falta de vitamina D causa dor nas costas?

A nossa saúde óssea depende fortemente dos níveis de vitamina D no organismo. Isso porque, ela trabalha melhorando a absorção do cálcio. Então a dor nos ossos, bem como a dor lombar podem ser sinais de níveis inadequados de vitamina D no sangue. Essa afirmação foi comprovada em um estudo publicado na Pain Physician6  ] onde se comprovou uma relação entre a deficiência e dor lombar crônica. A relação foi observada em 9 mil idosas que estavam com pouca vitamina D no organismo.

Por que a falta de vitamina D pode causar depressão?

Diversos estudos observacionais levaram a conclusão que baixos níveis de vitamina D leva a sintomas da depressão. Uma publicação da Journal Of Affective Disorders  [19 ], por exemplo, percebeu essa relação, especialmente em adultos mais velhos, com mais de 40 anos. Ao mesmo tempo, essa relação foi também observada em 65% dos estudos observacionais sobre depressão. Contudo, a maioria dos estudos controlados, que possuem maior peso científico, não mostrou relação entre os dois. Mesmo assim, em muitos dos casos, o suplemento de vitamina D pareceu melhorar consideravelmente o humor das pessoas estudadas.

Por que a cicatrização fica prejudicada?

A vitamina D participa da produção de compostos que são cruciais para formar uma nova pele como parte do processo de cicatrização de feridas. Além disso, essa vitamina parece ter um papel fundamental no no controle da inflamação e no combate à infecção.

Uma publicação do Journal  Dentistry Research [7 ] mostrou que nas cirurgias dentárias acompanhadas, as pessoas que estavam com falta de vitamina D tiveram sua cicatrização comprometida. O mesmo resultado foi observado em estudo com pés diabéticos e, outro, com feridas infeccionadas nas pernas.

Por que ocorre perda óssea?

Como já dito, a vitamina D participa diretamente da absorção de cálcio e do metabolismo ósseo. Muitas pessoas idosas que são diagnosticadas com perda óssea acreditam que precisam tomar mais cálcio. No entanto, muitas vezes, se descobre que elas tem, na verdade, carência de vitamina D.

Em um grande estudo publicado no Journal Midlife Health8 ], envolvendo mais de 1.100 mulheres na menopausa ou pós-menopausa, os pesquisadores descobriram uma forte ligação entre baixos níveis de vitamina D e baixa densidade mineral óssea.

Por que ocorre perda de cabelo?

Cabelos fracos e quebradiços estão relacionados a falta de nutrientes, e isso todo mundo sabe. Mas, a perda de cabelo grave pode estar ligada a falta de vitamina D no organismo.  Ainda há pouca pesquisa sobre essa relação. Contudo, conforme um estudo publicado na Mollecular and Cellular Endocrinology9 ], a alopecia areata, uma doença auto-imune caracterizada por perda de cabelo grave da cabeça e outras partes do corpo, está associada ao raquitismo. O raquitismo, como muitos sabem,  é uma doença que provoca ossos moles em crianças devido à deficiência de vitamina D.

Artigos medico-científicos: Age Ageing [ 1 ] Mollecular Nutrition & Food Research  [ 2 ] Tropical Doctor [ 3 ] SpringerPlus [ 4 ] J.Clinical Sleep Medicin [ 5 ] Pain Physician [ 6  ] J.  Dentistry Research [7 ]  J. Midlife Health [ 8 ] Mollecular and Cellular Endocrinology [ 9 ]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo