Animais

Cachorro com excesso de remela, o que pode ser?

Cachorro com excesso de remela, o que pode ser?

É muito importante a observação constante sobre o seu bichinho. E quem observa bem, nota que as vezes aparece umas sujeirinhas no canto do olho do seu pet. Então, cachorro com excesso de remela, o que pode ser? Quando é normal ou não é?

A remela no olho do seu cão pode ser consequência de algo natural, como uma boa cochilada. Ou então, as vezes um trauma que ele sofreu brincando com outros cães ou até mesmo se coçando. O olho vai produzir uma secreção e esta irá se solidificar e juntar no canto do olho. Muitas vezes é algo simples, podendo ser limpada com uma gaze seca ou úmida com água morna, caso esteja dura.

A remela normal não indica problemas de saúde. Ela tem uma característica branca e dura no canto do olho. Importante não usar a mesma gaze nos dois olhos, para não propagar uma possível infecção. Lembre-se, todo cuidado é pouco quando se trata da saúde do seu pet.




Outro modo da remela aparecer é dentro do olho. Pode ser causada pelos mesmos motivos antes citados. A diferença é que ela não desceu para o canto do olho. A limpeza pode ser feita da mesma forma, porém com mais cuidado para não machucar seu cãozinho.

Leia também: Cachorro com focinho quente! O que pode ser? O que fazer?

Quando se preocupar, então?

Infecção ou Conjuntivite: observe a cor.  Uma remela verde e dura, acompanhada de olhos vermelhos e aparentemente irritados pode ser sinal de infecção ou conjuntivite. Nesse caso o melhor é levar para o veterinário que ele poderá dar o diagnóstico correto. Desta forma, observe o comportamento do seu cachorro. Ele pode estar coçando demais a região, e então, produzindo muita remela e com um comportamento anormal, como ficar quietinho em um canto.



Alergias: além das causas citadas anteriormente, as alergias também podem causar o excesso de remela. Poeira, pólen, ácaros e alguns alimentos, podem desencadear uma alergia que acarretará em uma irritação no olho. Existe a síndrome do olho seco que também é motivo da formação de remela. É uma deficiência na produção de lágrima. A consequência é o excesso de remela, inflamação ocular e piscadas frequentes. É grave, mas tem cura.

Cachorro com excesso de remela, o que pode ser?

Se há uma excesso de remela assim, o melhor é levar ao veterinário. É possível que seja uma infecção que pode custar a visão do cão.



Cinomose, cuidado! Essa doença é fatal e acomete principalmente, cães bebês, entre 3 e 6 meses. Preocupe-se com remela em excesso. Os sintomas da cinomose vão aparecendo gradualmente, assim como a piora deles. Geralmente se iniciam no sistema respiratório e ocular. Então, um dos sintomas é justamente a produção excessiva de remela.

Glaucoma: assim como nos humanos, o glaucoma ocorre quando os fluidos oculares não circulam ou não são drenados corretamente. Como resultado, há um aumento na pressão do olho, o que pode deixar o cão cego. o glaucoma causa vermelhidão, coceira e excesso de remela nos olhos.

Em síntese, normalmente, a remela tem mais de um motivo para ocorrer. O importante é observar além da cor e consistência, o olho do seu cão e o comportamento dele. É sempre bom também limpar 2 vezes por semana independentemente se ela está em excesso ou não, pois a limpeza e a higiene dos fluídos do seu animal é importante para garantir uma vida saudável.

Leia também: Cachorro vomitando amarelo: O que pode ser e o que fazer?

CDP

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo