Animais

Cachorro com focinho quente! O que pode ser? O que fazer?

Cachorro com focinho quente: o que pode ser? O que fazer?

Cachorro com focinho quente! O que pode ser? O que fazer?
5 (100%) 2 votes

Sobre o focinho dos cães, não é surpresa nenhuma falar que o olfato deles é muito mais apurado do que o nosso. Decerto, o olfato dos cães é cerca de 60 vezes mais apurado do que o do homem. Isso graças a 300 milhões de células receptoras olfativas. Mas, quando o cachorro com focinho quente, o que pode ser? O que fazer?

Lógico que essa máquina biológica necessita de cuidados, até porque o cão necessita do focinho para se comunicar com o ambiente. O correto é sempre monitorar como é o comportamento do focinho o seu cão. Assim, você saberá quando há uma mudança do seu estado normal, já que nem todos são iguais. Se o seu cão sempre apresentou um focinho mais gelado e úmido, quando estiver morno ou quente e seco, é um indício de que algo não está normal.

Leia também: Como saber se seu cαchorro está com febre? O quε fazer?




O que pode ser?

A maioria dos donos já ficam preocupados quando sentem que o focinho do seu pet está quente. Acreditam que ele está com febre, mas existem muitas razões para que a temperatura do focinho aumente, além da febre.

A temperatura do focinho vai depender de mais de uma variável, logo focinho quente e seco não é certeza de febre. Para saber se realmente o seu animalzinho está com febre é medindo sua temperatura corretamente. Mesmo que o focinho úmido e geladinho seja o normal, não significa que diferente disso seja anormal.

Não observe só o nariz do seu cão e sim o comportamento como um todo. Se o seu dog não está exibindo um comportamento desconfortável, espirrando, lambendo o focinho constantemente ou até mesmo apático, inerte e desinteressado. Assim, não há o que se falar em doença sem o exame clínico feito por um veterinário.



A temperatura dos cães varia de 38,5 ºC a 39,5 ºC. Acima disso é febre, chegando a 41 °C, podem acontecer complicações sérias. As causas mais comuns são: infecções bacterianas, fúngicas e virais, sendo que a infecção pode estar em qualquer parte do corpo. Porém as vacinas também podem causa febres pontuais. Caso o cachorro tenha comido alguma planta venenosa também pode desenvolver a febre. Existem venenos de plantas que apenas causarão um desconforto no animalzinho, eu sei que “veneno” é uma palavra muito forte.

Leia também: Cachοrro vomitando amarelo: O que pοde ser e o que fazεr?

O que fazer?

Atenção: nada substitui a consulta de um profissional, caso você observe um comportamento anormal no seu cãozinho leve ao veterinário. É importante que você tenha lido o texto todo antes de chegar aqui. Pois assim você saberá porque vamos abordar sobre a febre.



Em casa mesmo você pode aliviar a temperatura do seu bichinho. De acordo com o veterinário Dr. Cláudio Manoel da Clínica West Pet Center, no Rio de Janeiro, dar banho nele com água “fria”  e cobri-lo com toalhas úmidas. Além disso, dar água fresca, tirar do sol e colocar em um local fresco também ajuda. Ao mesmo tempo, outra dica legal é colocar uma bolsa de gelo nas patas ou no abdômen.

Em vista disso, pode-se concluir que a temperatura do focinho não é indicação absoluta de febre, já que a temperatura do ambiente pode deixá-lo mais quente e seco. Contudo, o certo avaliar seu bichinho como um todo, já que o estado febril deixa o pet amoadinho.

Leve seu cãozinho ao veterinário. Ninguém melhor do que você para saber quando ele está bem ou não. Boa Sorte!!

ndonline /  meusanimais

 

 

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo