Sua saúde

Vômito e diarreia: o que pode ser? O que fazer?

diarreia e vomito o que pode ser o que fazer

Vômito e diarreia são as respostas mais utilizadas pelo nosso organismo para nos dizer que algo não está bem.

O vômito, é a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela cavidade bucal, sua forma e conteúdo pode dar sinais das suas causas.

Por exemplo, um vômito que contém apenas restos alimentares provavelmente é alguma intoxicação alimentar.




A diarreia, por sua vez, é o movimento do intestino, onde bolo fecal é liberado no estado líquido.

Para ser constatada como diarreia, a condição tem que ser verificada pelo menos três vezes no dia.

As causas, no entanto, podem ser inúmeras, mas o principal alerta é que se prolongada por muitos dias, pode causar uma desidratação severa.

O que pode ser vômito e diarreia?

Os vírus são os maiores causadores de vômitos e diarreias, tanto a gastroenterite que é a mais comum, até o rotavírus que é um pouco mais complicado.

Além disso, intoxicação alimentar pode causar esses sintomas, ingestão em grande quantidade de bebida alcoólica ou até mesmo uma gripe forte.

O que é bom para vômito e diarreia, é a hidratação, por isso ensinamos logo abaixo, como fazer o soro caseiro, lembrando que é sempre necessário consultar um médico.

Como fazer soro caseiro?

Para a preparação dessa solução, que é um ótimo hidratante oral, é necessário 1 litro de água mineral, e nela diluir 2 colheres de sopa de açúcar (20g) e 1 colher de café de sal (3,5g), misturar e ir bebendo ao longo do dia.

Tipos de vômito e diarreia

Os especialistas classificaram alguns tipos de vômitos, de acordo com sua textura e composição.

  • Vômito alimentar: quando só há alimentos no vômito, o que significa que pode ter sido causada pela ingestão de alimento contaminado;
  • Vômito bilioso: quando sai um líquido amarelo e amargo, pode ser sinal de uma indisposição no fígado;
  • Vômito mucoso: quando há secreção mucosa, que pode significar alguma coisa nas vias respiratórias;
  • Vômito em jato: normalmente inesperado, não sucede náuseas, é preocupante e deve procurar atendimento médico.

A diarreia também tem tipos, lembrando que pode ser chamada de diarreia quando as fezes estão líquidas e constantes (no mínimo 3 vezes no dia ).



  • Diarreia infecciosa: causada por vírus, bactérias ou parasitas são bem aquosas e urgentes;
  • Diarreia amarela: o nome já diz seu aspecto, normalmente significa má digestão de gorduras, ficar atento a alimentação para uma rápida melhora;
  • Diarreia verde: significa má digestão da bile, ou consequência de alguma patologia intestinal.

Doenças que causam vômito e diarreia

Numerosas patologias podem ser responsáveis por esse sintoma, contudo, existem pelo menos três delas que são as mais comuns.

Gastroenterite

A gastroenterite é uma inflamação do trato gastrointestinal que afeta o estômago e o intestino delgado.

Ela pode ser motivada por vírus ou bactérias, chamadas de gastroenterite viral e gastroenterite bacteriana, respectivamente.

Ao mesmo tempo, pode ser causada pela ingestão de alguma substância tóxica ou efeito colateral de algum medicamento.

Os sintomas, que duram em média de uma a duas semanas, são:




  • Febre
  • Enjoo e vômitos
  • Diarreia
  • Dores abdominais
  • Perda de peso
  • Perda de apetite
  • Desidratação
  • Falta de energia

Intoxicação Alimentar

A intoxicação alimentar ou intoxicação gastrintestinal, geralmente, é o resultado de uma reação ao alimento ou à água contaminados durante o preparo, manipulação ou armazenamento.

Os organismos infecciosos ou suas toxinas são as causas mais comuns de intoxicação alimentar.

A maioria dos casos, no entanto,  é leve e resolvida sem tratamento.

Garantir uma hidratação adequada é o aspecto mais importante do tratamento.

Os sintomas de intoxicação alimentar podem começar dentro de horas após a ingestão do alimento contaminado, e incluem:

  • Náusea



  • Vômitos
  • Diarreia aquosa
  • Dor abdominal e cólicas
  • Febre

Doença gastrointestinal

As doenças gastrointestinais agridem os órgãos do sistema digestivo, como esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso, cólon, reto e ânus.

Mas, podem também, atingir os órgãos que ajudam na digestão, como o pâncreas, o fígado e a vesícula biliar.

Exemplos comuns de doenças gastrointestinais são, por exemplo:

Vômito e diarreia na gravidez

Durante o período gestacional qualquer sintoma diferente requer um cuidado maior.

Vômito e diarreia durante a gravidez requer uma observação mais minuciosa para evitar que a mulher perca muito liquido e que deixe de absorver minerais importantes para o bebe.

Pode ser sintomas de diversas patologias: como uma virose, causada por um vírus; uma intoxicação alimentar; ou até mesmo sintomas de ansiedade pela hora do parto.

Algumas coisas podem ser feitas para tentar ajudar a controlar a ânsia de vômito e a diarreia:

  • não comer frituras, nem comidas com temperos muito forte;
  • ingerir bastante líquido;
  • comer saladas, grelhados e frutas;
  • evitar comer comidas de refeições anteriores, por melhor conservada que esteja.

A gestação é um período em que o sistema digestivo fica mais sensível e por isso, em qualquer sintoma diferenciado que seja, a indicação é procurar um médico.

O ideal seria o obstetra, até porque não se pode ingerir qualquer remédio para vômito e diarreia sem orientação do especialista.

Vômito e diarreia infantil, o que fazer?

Em crianças, a primeira atitude a ser tomada é a hidratação oral, na qual os pais podem oferecer:

  • água de coco
  • água mineral
  • isotônicos
  • soro caseiro

Isso, certamente, irá evitar a desidratação, que é uma das consequências mais graves quando o vomita e a diarreia vem juntos em crianças.

Após essa primeira medida deve-se observar a temperatura da criança constantemente.

Ao mesmo tempo, se deve observar a apatia, se está sem energia e levá-la ao médico.

Não tente resolver isso em casa, com saúde infantil não se brinca!

Vômito e diarreia em idosos

No idoso, a causa mais comum de diarreia e vômito, é uma infecção no trato gastrointestinal, pode ser por bactéria, por vírus ou por algum alimento estragado.

Muitas vezes, as fezes ficam bem aquosas e frequentes, podendo gerar incontinência fecal, que é quando não dá tempo de chegar no banheiro.

Nessa idade a desidratação é facilmente alcançada, sem contar nos sais minerais importantes que perdem.

Pode causar até uma insuficiência renal, que é revertida rapidamente com a hidratação oral adequada.

Mas, quando o vômito e diarreia surgir por origem viral ou bacteriana, a duração é um pouco mais extensa, e em muitas vezes deve ser tratada no hospital.

Quando a recomendação medica é tratar em casa, o próprio médico vai analisar a medicação que deve ser tomada ou suspendida.

Além disso, deve-se dar uma atenção a mais na alimentação para a recuperação acontecer de forma mais eficiente e rápida

Se a origem for algum alimento estragado, o processo é mais curto.

Nesse caso, portanto, se resolve o problema com hidratação, e alimentação leve, e alguns remédios para diarreia e vômito, tudo orientada por geriatras.

Vômito e diarreia após bebida alcoólica

Dificilmente você vai beber uma noite toda e passar ileso dos sintomas da ressaca.

Segundo os especialistas, o álcool causa uma inflamação no estomago, e ataca o fígado, o que gera a ânsia de vômito e a diarreia.

A diarreia vem na tentativa de eliminar o álcool do organismo.

Para aqueles dias de ressaca, o recomendado é:

  • beber muita água
  • comer comidas leves, e por pior que esteja o estomago, tem que comer
  • comer doces

Por fim, se os sintomas persistirem procurar um médico.

Quando buscar atendimento de urgência

O vômito e a diarreia podem ser sintomas de doenças mais complexas, como ulceras, e até alguns tipos de câncer.

O pronto atendimento deve ser procurado se:

  1. os sintomas permanecerem por mais de 3 dias, principalmente idosos e crianças que desidratam mais fácil;
  2. se a criança estiver ingerindo pouco liquido e estiver com uma feição apática, e o corpo mole;
  3. se houver qualquer indicio de sangramento nas fezes ou no vômito;
  4. se o vômito for um jato muito forte, e de coloração estranha (vermelho, preto);
  5. quando esses sintomas vierem acompanhados de dores intensas;
  6. quando a pessoa tiver dor de cabeça forte, vômito e diarreia juntos;

Considerações finais

Sendo assim, conhecemos um pouco mais do que pode ser o vômito e a diarreia, como tratar em casa, e quando correr para o pronto atendimento.

Lembrando sempre que a recomendação principal é recorrer ao médico, para ele passar o diagnóstico certeiro.

Para complementar as informações, recomendamos a leitura do texto: o que comer quando está com diarreia.

Autor do texto: Beatriz Freire, Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas, pela UENP

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo