Sua saúde

Como aliviar a dor de dente? Dicas para alívio até a consulta no dentista

Como aliviar a dor de dente? Dicas para alívio até a consulta no dentista

Como aliviar a dor de dente? Dicas para alívio até a consulta no dentista
5 (100%) 2 votes

A maneira correta de como aliviar a dor de dente é indo ao dentista. Somente o profissional saberá diagnosticar o motivo da dor e o que é bom para dor de dente, no seu caso. Assim, nada substitui essa visita, sobretudo, se você estiver grávida. É preciso, de qualquer forma, encontrar a raiz do problema e nenhum medicamento irá resolver, se não tiver o acompanhamento do profissional.

Contudo, há pequenos truques caseiros que são uma forma de como aliviar a dor de dente, inclusive, dor de dente siso. Todos esses, decerto, já foram testados e comprovados cientificamente. Dessa forma, você poderá, também, consultar os artigos científicos correspondentes.




Como aliviar a dor de dente?

Use óleo de cravo-da-índia

O óleo de cravo tem sido usado como um remédio popular para dor de dente, há muito tempo. Um estudo publicado na revista Complementary Therapies in Medicine [1], revelou que que o cravo-da-índia é um dos extratos de plantas mais comumente recomendados por dentistas alemães.

O eugenol, presente no óleo de cravo, tem propriedades analgésicas, antissépticas e antibacterianas, já comprovadas cientificamente. Outra pesquisa publicada no Journal of Dentistry [2] testou os efeitos no alívio da dor de dente do gel caseiro de cravo-da-índia e gel de benzocaína (20%). Os resultados revelaram que ambos os géis de óleo de cravo e benzocaína resultaram na redução da dor em comparação com um placebo.



O óleo de cravo é um grande alívio temporário da dor. Assim, muitas vezes, pode ser forte o suficiente para aliviar uma dor de dente. No entanto, quando a dor vem resultado de um problema dentário, como uma cárie ou dente quebrado, por exemplo, é melhor agendar uma consulta.

Como fazer: coloque algumas gotas do óleo de cravo em uma bola de algodão e aplique-a na área afetada por alguns minutos. Se não estiver confortável, dilua o óleo em azeite. Por fim, repita a operação pelo menos 3 vezes ao dia. Outra dica seria preparar um chá de cravo-da-índia (sem açúcar, claro!) e fazer um bochecho a cada uma hora.

Faça bochecho com água salgada



A maioria das pessoas que sofrem de dor de dente, encontram, na água salgada uma forma eficaz de como aliviar a dor dente. Isso porque, a água com sal é um desinfetante natural e pode ajudar a soltar partículas de alimentos e detritos que possam estar presos entre os dentes. Além disso, funcionará como um anti-inflamatório para o dente dolorido e ainda pode auxiliar na cura de aftas, conforme um estudo publicado na PlosOne [3]. Este estudo ofereceu dados seguros de primeira evidência científica para apoiar a aplicação de solução salina como enxaguante bucal em conjunto com cuidados orais de rotina para promover a cicatrização de feridas orais.

Como fazer: Simplesmente misture 1/2 colher de chá (colher de chá) de sal em um copo de água morna. Por fim, use-o como enxaguante bucal, fazendo bochechos de leve.

Remédio convencional para dor dente

  • Anestésicos locais, podem ser adquiridos em farmácia e podem ajudar na dor até o momento da consulta com o dentista. Esses, ajudam a anestesiar os nervos próximos ao dente, permitindo um alívio muito rápido da dor;
  • Analgésicos tradicionais como Paracetamol ou Dipirona, têm propriedades que ajudam a aliviar dores leves a moderadas. É importante sempre seguir a orientação da bula.
  • Anti-inflamatórios, como Ibuprofeno ou Naproxeno podem ser grandes aliados. Eles, decerto, reduzem a dor e inflamação no local da gengiva próxima ao dente. Por isso, os dentistas costumam recomendar nos casos de dor constante e provocada pelo crescimento do dente do siso. O ideal, é aguardar a consulta, antes de optar por anti-inflamatórios.

Quando deve ir ao dentista?

Todos devem fazer uma consulta ao dentista todos os anos, impreterivelmente. Contudo quando há dor, monitore o dente nas próximas 24 horas. Então, se neste tempo, houver melhora, não se preocupe. Pode ser uma irritação local ou alimento preso entre os dentes, por exemplo. Contudo, marque uma consulta com seu dentista se:

  • a dor for insuportável
  • a dor de dente dura mais de dois dias
  • você tem febre, dor de cabeça constante ou dor ao abrir a boca
  • e, por fim se há dificuldade em respirar ou engolir, ou falta de ar

⚠️Atenção: Todas as dicas acima não são recomendadas para crianças até 12 anos e gestantes em qualquer fase da gestação.

Artigos médico-científicos:  Complementary Therapies in Medicine [1] Journal of Dentistry [2]  PlosOne [3].

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo