Sua saúde

Dor no peito, nem sempre é infarto. Veja quatro causas para o problema

Dor no peito, nem sempre é infarto. Veja quatro causas para o problema

Quando sentimos dor no peito, a primeira coisa que vem na cabeça é “ infarto ”. Mas, de acordo com a Cardiologista Ana Luiza Lima, Colunista do site Tua Saúde, a dor no peito pode estar relacionada com problemas respiratórios, excesso de gases, crises de ansiedade ou fadiga muscular, por exemplo.

No caso do infarto, a dor vem acompanhada de falta de ar, enjoo ou suor frio, e costuma estar relacionada ao músculo quando dói ao se apalpar a região. Além disso, ao fazer esforço físico a dor piora muito. Mas, em alguns casos, a dor no peito não tem nada a ver com problemas cardíacos.




Pode ser apenas gases

Esta é a maior razão de as pessoas procurarem um cardiologista. A dor no peito, pode ser apenas sintomas de excesso de gases. O acúmulo de gases no intestino empurra alguns órgãos abdominais que resulta numa dor que irradia para o peito.

Como identificar: geralmente é uma dor em pontada aguda que desaparece, mas que volta a surgir repetidamente, especialmente ao dobrar sobre a barriga para pegar algo do chão, por exemplo.

Médico revela quais doenças os pacientes costumam confundir com “gases”. Uma delas é o infarto!



Problemas na vesícula

Quando uma pessoa tem pedras na vesícula a ponto de causar uma inflamação no órgão, é possível que uma forte dor aconteça. A dor surge do lado direito do peito que pode irradiar para o coração, parecendo um infarto.

Como identificar: afeta principalmente o lado direito do peito e piora depois de comer. Além disso também pode surgir com náuseas e sensação de estômago cheio.

Estudo revela: preocupação com dívidas e falta de dinheiro aumenta 13 vezes os riscos de infarto



Refluxo

Quem sofre com refluxo gastroesofágico precisa fazer uma dieta adequada. Quando a dieta não acontece, a pessoa pode sentir dor no peito frequente. Essa dor, está relacionada com a inflamação do esôfago que acontece quando o ácido do estômago chega até às paredes do órgão.

Como identificar: essa dor, sempre virá junto com queimação e dor de estômago. Ela acontece sempre no meio do peito e não dos lados. Os espasmos do esôfago podem causar uma sensação de aperto na garganta.

Ansiedade e estresse

Que sofre de ansiedade e estresse pode sentir dores no peito. Elas estão relacionadas a um aumento da tensão muscular nas costelas. Além da dor, a pessoa tem aumento dos batimentos cardíacos. Essa dor acomete principalmente pessoas durante crises de pânico e ansiedade.

Como identificar: normalmente é acompanhado de outros sintomas como respiração rápida, excesso de transpiração, batimentos cardíacos acelerados e náuseas.

tuasaude

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo