Homem

Pênis descascando: Vejas as causas mais comuns e o que fazer

pênis descascando
Pênis descascando: Vejas as causas mais comuns e o que fazer
5 (100%) 1 vote

Pênis descascando pode ser causado por diversas condições que provocam o ressecamento e irritação da pele.

Esses sintomas podem ser observados em uma ou mais áreas do genital, como:

  • glande (cabeça),
  • eixo,
  • prepúcio,
  • frênulo,

Hoje, explicaremos as principais causas para pênis soltando a pele e qual o tratamento em cada caso.

O que pode ser pênis descascando

Segundo os médicos, as causas que mais levam homens aos consultórios com quadro de pênis descascando são:

  1. Psoríase genital,
  2. Eczema (dermatite atópica)
  3. Atrito
  4. Candidíase masculina
  5. Balanite
  6. Infecções sexualmente transmissíveis
  7. Herpes
  8. Sífilis

1. Psoríase genital

A psoríase é condição inflamatória autoimune que pode ocorrer em todo o corpo, inclusive na área genital.

Não é contagioso e pode ocorrer pela primeira vez em qualquer idade, mesmo em bebês.

A psoríase genital pode causar manchas vermelhas pequenas e brilhantes na glande ou no pênis.

Essas manchas também podem aparecer na região púbica ou no ânus, e dentro das dobras cutâneas entre a virilha e as coxas.

Os genitais são uma área de pele sensível, por isso, quando a psoríase ataca a região pode causar coceira, ardor e muito desconforto.

Psoríase genital não é uma doença sexualmente transmissível portanto, o homem pode fazer sexo normalmente, mesmo com o pênis descascando, sem problemas para contaminar a parceira (o).

Tratamento: Psoríase não tem cura. Mas há pomadas cremes tópicos podem aliviar a coceira e o desconforto. Em alguns casos, seu médico pode recomendar cremes esteroides tópicos. O ideal é sempre manter a pele bem hidratada e uma higiene impecável. Converse com seu dermatologista.

2. Eczema (dermatite atópica)

A dermatite atópica também não é contagiosa e sim, uma condição crônica caracterizada por pele seca e pruriginosa.

Os sintomas mais marcantes são:

  • coceira intensa;
  • erupção cutânea seca e escamosa;
  • inflamação;
  • bolhas preenchidas por líquido.

Quando há o surgimento dessas bolhas e ocorre vazamento do líquido, acaba causando muita coceira e, consequentemente, a pele do Pênis fica descascando. podem escorrer e sarna, causando o aparecimento de pele peeling.

O problema pode aparecer em qualquer lugar no pênis.

Além disso, pode agravar-se com irritantes ou alérgenos encontrados em produtos como sabonetes, detergentes, loções ou tecidos agressivos.

Tratamento: Dermatite atópica não tem cura. Mas, os sintomas do eczema podem ser facilmente contornados e ajudam a reduzir coceira e o desconforto. O médico receitará um creme hidratante específico para isso. Ao mesmo tempo, recomendará hidratação intensa na pele do genital.

3. Atrito

Ter relações sexuais ou masturbar-se sem lubrificação pode causar atrito suficiente para irritar a pele do pênis.

Usar calças excessivamente apertadas ou não usar cueca também pode causar irritação por atrito.

O atrito faz com que a pele fique irritada, escamosa e até sangrar.

Por fim, o atrito deixando o pênis descamando.

4. Candidíase

Até onde muita gente sabe, a candidíase genital é uma doença feminina. Só que não!

Os homens também pode ter candidíase.

Muitos médicos não consideram a infecção pelo fungo Candida albicans como uma doença sexualmente transmissível.

Mas a verdade é esse fungo, o mesmo causador do sapinho em bebê, pode também ser transmitido através do sexo.

No pênis causa vermelhidão, descamação e ardência.

Portanto, pode causar erupção cutânea com comichão e deixar a glande descascando.

O mesmo sintoma pode ocorrer por baixo do prepúcio em homens não circuncidados.

Outros sintomas da candidíase no pênis incluem irritação ou queimação, corrimento com consistência de queijo cottage e  cheiro desagradável.

Essa levedura pode crescer em ambiente úmido por isso, é importante evitar passar o dia com uma sunga molhada e fazer uma higiene adequada.

Tratamento: a candidíase pode ser tratada, no homem, com cremes de uso tópico com ação fungicida, como, por exemplo, clotrimazol [bula], nitrato de isoconazol [bula] ou nitrato de miconazol [bula].

5. Balanite

A balanite também deixa o pênis descascando.

Trata-se de uma inflamação com inchaço da glande e do prepúcio.

O problema é comum em homens que não foram circuncidados e possuem a higiene íntima precária.

No entanto, homens diabéticos também desenvolvem balanite com frequência.

A balanite pode causar coceira, irritação e dor na virilha e nos genitais.

A pele pode ficar irritada o suficiente para descamar e descascar.

Balanite não é contagiosa.

Tratamento: antes de tudo o médico precisa examinar a área afetada para o diagnóstico. Ele prescreverá cremes tópicos para coceira e inflamação e, pode optar por tratamento antifungos e até antibióticos.

6. Herpes

Herpes é uma infecção sexualmente transmissível que pode causar coceira e formigamento, seguido pelo aparecimento de bolhas cheias de líquido e feridinhas na pele dos genitais.

 Quando há formação de bolhas e elas estouram, o líquido pode escorrer e dar a aparência de descamação no pênis.

Ao mesmo tempo, sintomas semelhantes aos da gripe também podem ocorrer.

Tratamento: A cada surto de herpes genital, o médico receitará medicamentos antivirais que aceleram a cicatrização das feridas e redução da dor. Como o herpes é causado por um vírus, a doença não tem cura e pode ir e vir mesmo com o tratamento adequado.

7. Sífilis

Como todos sabem, a sífilis é, também uma doença sexualmente transmissível.

Nos estágios inicias, uma pequena ferida chamada cancro pode aparecer no local onde a infecção entrou no corpo.

Então, se a contaminação for pela pele do pênis, o cancro aparecerá neste local.

São feridas indolores, mas podem causar o aparecimento da pele do pênis descamada.

Mais tarde, quando a sífilis não tratada entra em seu estágio secundário, uma erupção cutânea pode ocorrer em todo o corpo.

No eixo do pênis também podem surgir crescimentos semelhantes a verrugas.

Outros sintomas imitam o resfriado comum, como febre e dor de garganta.

Tratamento: Sífilis primária e secundária são fáceis de tratar com uma injeção de penicilina. A penicilina é um dos antibióticos mais utilizados e geralmente é eficaz no tratamento da sífilis. As pessoas alérgicas a esse tratamento podem optar por doxiciclina, azitromicina, por exemplo. Converse com o médico.

Quando ir ao médico, urgente!

Consulte um médico se a pele descascando do pênis não responder ao tratamento em casa ou se durar mais do que alguns dias.

Sempre verifique com seu médico se você pensa que pode ter contraído uma infecção sexualmente transmissível, mesmo que seus sintomas melhorem.

Balanite pode ser o resultado de uma IST por isso, mesmo melhorando, é preciso consultar um médico.

Por tanto, vá quanto antes ao urologista se a pele do pênis descamando estiver acompanhada de outros sintomas, como:

  • queimação durante a micção
  • corrimento na glande
  • dor intensa
  • qualquer outro sintoma preocupante, como sangramento

Pênis descascando em bebê, o que pode ser?

Geralmente, se trata de assadura que causa vermelhidão, descamação e dor.

A candidíase também pode aparecer em bebês se a fralda não for trocada com a frequência necessária.

Isso porque a levedura pode crescer no ambiente quente e úmido de uma fralda molhada.

Mas, considere também problemas como atrito ou alergia a fralda ou lenço umedecido.

Considerações finais

Em suma, a descamação da pele no pênis pode ser causada por várias condições.

A maioria delas não é clinicamente séria e pode ser tratada com sucesso em casa.

Pênis descascando também pode ser um sintoma associado a condições que requerem tratamento médico, como uma doença sexualmente transmissível.

Informe o seu médico se os seus sintomas não se resolverem dentro de alguns dias ou se os seus sintomas aparecerem pouco depois de ter relações sexuais desprotegidas.

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo