Homem

Candidíase no homem: veja as causas mais comuns e os melhores tratamentos

Candidíase no homem: 50% das mulheres podem transmitir o fungo

A candidíase no homem não é nenhum bicho-de-sete-cabeças, porém, é uma doença mais comum nas mulheres.

Nelas, a candidíase se manifesta com os seguintes sintomas:

  • coceira intensa, muitas vezes, na região genital,
  • vermelhidão e inchaço na região genital,
  • placas esbranquiçadas na vagina,
  • corrimento esbranquiçado com grumos, semelhante a leite talhado,
  • dor ou queimação ao urinar
  • desconforto ou dor durante o contato íntimo.

O que muita gente imagina é que é a candidíase é algo exclusivo das mulheres, mas não é bem assim.

O que causa candidíase no homem?

A candidíase no homem também pode acontecer e, justamente, sendo transmitida pelas mulheres.

Ou seja, as  mulheres podem transmitir essa doença aos seus parceiros.

É uma infecção fúngica causada por leveduras do gênero Candida, sendo a espécie C. albicans a mais prevalente.

Esta levedura está presente naturalmente na microbiota natural da região íntima da mulher, porém, um aumento da proliferação destes organismos pode ocasionar a infecção.

É uma micose tão comum que de  3 em cada 4 mulheres terão pelo menos um episódio de candidíase vaginal ao longo da vida.

De acordo com um estudo publicado na Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia(1), a candidíase é um dos diagnósticos mais frequentes em ginecologia.

Ao mesmo tempo, é o tipo mais comum de vaginite aguda nos países tropicais.

O artigo médico aponta que mulheres  que usam roupas íntimas justas e/ou sintéticas, bem  portadoras de doenças alérgicas, apresentam pelo menos 3 vezes mais chances de desenvolverem a infecção.

Por isso, vale alertar também os homens, pois, a parceira estiver colonizada com grandes populações deste fungo, durante o ato sexual uma grande quantidade dele pode ser transferida para o pênis.

Isso poderá causar candidíase no homem.




Outras formas de homem adquirir candidíase

  • Uso frequente de antibióticos, corticoides ou antidepressivos;
  • Diabetes;
  • Higiene íntima precária;
  • Doenças que enfraquecem o sistema imune, como AIDS e lúpus;
  • Tratamento quimioterápico;
  • Alimentação com muito açúcar

Sintomas da candidíase no homem

A candidíase no homem se manifesta como uma infecção da glande ou do prepúcio, que são chamadas, respectivamente, de balanite ou balanopostite por Candida.

Nos homens, então a candidíase  afeta a cabeça do pênis e, se presente, o prepúcio.

Também pode ocorrer em outras áreas da pele ou membranas mucosas, por exemplo, na boca.

A candidíase oral, também pode ser transmitida pelo sexo.

Muitas vezes não há sintomas, mas se ocorrer inflamação o homem sentirá:

  • coceira intensa
  • dor e ardência no pênis durante o sexo ou ao urinar
  • uma erupção cutânea com pequenas pápulas ou manchas brancas
  • pele vermelha sem brilho
  • inchaço e irritação
  • uma secreção espessa, branca e irregular sob o prepúcio ou nas dobras cutâneas, possivelmente com odor desagradável
  • dificuldade em puxar o prepúcio

Tratamento para candidíase masculina

Cremes (pomadas) tópicos antifúngicos ou medicação oral, receitadas pelo médico podem ajudar a aliviar os sintomas.

Tanto a medicação oral, como a tópica (pomadas) são igualmente eficazes.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, os remédios para candidíase no homem mais recomendados são.




Pomada para candidíase no homem

A candidíase tem cura e o tratamento no homem pode ser feito em casa com o uso de pomadas antifúngicas.

  • Nistatina [bula]. Age na parede celular do fungo causando sua destruição. Aplicar a pomada nistatina 4 vezes ao dia na cabeça do pênis durante 14 dias, mesmo se os sintomas estiverem desaparecido.
  • Clotrimazol [bula]. Provoca dano estrutural e funcional da membrana celular do fungo levando a destruição. Aplicar de 2 a 3 vezes ao dia, principalmente a noite e após o banho, durante 7 dias, ou conforme orientação médica.
  • Nitrato de miconazol [bula]. Tem ação fungistática de alta potência, capaz de inibir o crescimento de colônias de diferentes espécies de Candida. Aplicar a pomada miconazol na área afetada 3 vezes ao dia, principalmente antes de dormir, durante 14 dias.

Remédio para candidíase masculina, dose única

O Fluconazol [bula] , nome genérico, é o medicamento oral mais prescrito pelos médicos no tratamento de candidíase tanto masculina como feminina.

De acordo com a bula, o fluconazol, é um agente antifúngicos triazólicos, é um inibidor potente e específico da síntese dos fungos.

O fluconazol é altamente específico para as enzimas dependentes do citocromo fúngico .

Em outras palavras, ele impede que os fungos consigam proliferar e manter suas atividades metabólicas.

Como usar, conforme a bula:  1 dose oral única semanal de fluconazol 150 mg, ou seja, 1 comprimido por semana.

A duração do tratamento geralmente é de 2 a 4 semanas, mas, essa dosagem e tempo do tratamento pode ficar a critério do seu médico.

Nomes comerciais: Zoltec ® [bula], Flucocin® [bula] , Pronazol® [bula]

Perguntas frequentes

Quanto tempo leva para curar candidíase no homem?

Normalmente, fazendo uso da pomada para candidíase e do remédio dose única para candidíase, os sintomas mais irritantes como a coceira intensa, devem desaparecer em no máximo 48 horas.

Contudo, o tratamento não deve ser interrompido, uma vez que a infecção pode voltar em pior condição.

Faça o tratamento conforme a indicação da bula ou a orientação médica.

É importante que evite fazer sexo até o fim do tratamento, pois, mesmo com o desaparecimento dos sintomas, é possível contaminar o parceiro.

Qual a melhor pomada para candidíase?

A melhor pomada para candidíase no homem vai depender de cada caso.

Mas, normalmente, qualquer uma das pomadas acima citadas funcionam perfeitamente.

Veja, abaixo, alguns nomes comerciais que você pode recorrer, lembrando que o medicamento genérico, costuma ter o mesmo efeito e são mais em conta ($).

  • Nistatina: Albistin®, Nistax®, Fungistatina®, Canditrat®, Nistatec®, Micostatin®.
  • Clotrimazol: Canesten ®, Baycuten®
  • Nitrato de miconazol: Daknax® , Amplium®, Gino-pletil®

Considerações finais

A candidíase no homem se manifesta com lesões que causam coceira intensa. Isso, juntamente com ardência após o ato sexual, ou masturbação.

Ao mesmo tempo, é comum o surgimento de pequenas bolhas, úlceras, feridas, descamação da pele.

Nos homens, o tratamento pode demorar até 3 semanas.

Dessa forma, normalmente é feito com antifúngicos por via oral ou tópica.

Procurar um médico e fazer o tratamento correto é crucial.

  artigo médico-científico: (1)

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo