Medicamentos

Clotrimazol pomada, para que serve?

Clotrimazol pomada, para que serve

Para que serve o clotrimazol pomada é uma dúvida recorrente, já que essa pomada, seja dermatológica ou vaginal é um dos medicamentos mais vendidos para tratamentos de fungos.

O clotrimazol pomada (creme), como já dito, pode ser encontrado em versões para tratamentos dermatológicos ou íntimo.

Os nomes comerciais de referência são: Canesten® e Gino-canesten® (vaginal).

O clotrimazol funciona inibindo a enzima que mantém a parede celular das células fúngicas tirando sua proteção e levando a sua morte em pouco tempo.

Hoje, vamos disponibilizar uma bula simplificada do clotrimazol pomada (dermatológico e creme vaginal), com base na bula do clotrimazol genérico, disponibilizada pela Anvisa.

Para que serve clotrimazol pomada?

Clotrimazol pomada dermatológica 10 mg [bula]: o creme é indicado para o tratamento de micoses na pele, causadas por diversos tipos de fungos:

  • Tinea pedis (pé de atleta, frieira, onicomicose)
  • Tinea manuum (frieira na mão)
  • Tinea corporis (dermatofitose pelo corpo)
  • Tinea inguinalis (micose na virilha)
  • Pityriasis versicolor (micose de praia, doença do pano branco)

Segundo a bula do clotrimazol pomada dermatológica, este medicamento é indicado para o tratamento de infecções dos genitais externos e áreas adjacentes na mulher, assim como inflamação da glande e prepúcio do parceiro sexual causada por fungos.

Clotrimazol vaginal (pomada ginecológica) 10 mg [bula]: o creme é utilizado para o tratamento local de vaginite, infecção causada por fungos, como a candidíase, cujo sintoma mais evidente é o aparecimento de corrimento e coceira intensa.

O clotrimazol pomada ginecológica é indicado para o tratamento local de vulvite, localizada na área genital externa da mulher e em áreas próximas, e também de balanite, localizada no pênis (glande e prepúcio) do parceiro sexual.

Contraindicações do clotrimazol pomada

Tanto o clotrimazol creme ginecológico quanto o dermatológico é contraindicado nos casos de alergia ao clotrimazol, ao álcool cetoestearílico e/ou a qualquer outro componente presente na fórmula.

  • álcool benzílico,



  • álcool cetoestearílico,
  • estearato de sorbitana,
  • palmitato de cetila,
  • polissorbato 60,
  • triglicerídeo de ácidos cáprico e caprílico.

Portanto, na dúvida de alergia anterior ao clotrimazol ou os componentes acima citados, consulte o seu médico.

Posologia e modo de usar clotrimazol pomada

Como usar clotrimazol creme vaginal

  1. Puxe completamente o êmbolo do aplicador até prender.
  2. Abra a bisnaga. Ajuste o aplicador à bisnaga, mantendo-o firmemente encaixado, e encha o aplicador, apertando cuidadosamente a bisnaga.
  3. Retire o aplicador da bisnaga.
  4. Introduza o aplicador o mais profundamente possível na vagina, de preferência deitada de costas e com as pernas ligeiramente dobradas.
  5. Empurre o êmbolo até esvaziar completamente o conteúdo do aplicador.
  6. Retire o aplicador sem puxar pelo êmbolo para evitar o retorno do creme.
  7. Por fim, jogue o aplicador fora e jamais o reutilize.

O clotrimazol pomada vaginal deve ser usada conforme as instruções do médico.

Mas, a bula indica que um aplicador cheio de creme vaginal (cerca de 5 g) deve ser aplicado o mais profundamente possível na vagina, uma vez por dia, à noite, ao deitar, durante 6 dias seguidos.

⚠️Atenção! Recomenda-se a aplicação com a paciente deitada de costas e com as pernas ligeiramente dobradas.

Como usar clotrimazol creme dermatológico

De acordo com a bula, para assegurar cura completa, dependendo do problema tratado, deve-se, então, continuar o tratamento por cerca de duas semanas depois do fim dos sintomas.

  • Geralmente os sintomas desaparecem após os seguintes períodos de tratamento: Dermatomicoses 3-4 semanas
  • Eritrasma 2-4 semanas
  • Pitiríase versicolor 1-3 semanas
  • Vulvite e balanite por Candidíase 1-2 semanas

Os pacientes devem procurar o seu médico se não houver melhora após 4 semanas de tratamento.

O creme é aplicado em camada fina 2 a 3 vezes por dia e delicadamente massageado na pele.




⚠️Atenção! O creme dermatológico de clotrimazol não deve ser introduzido na vagina. Assim,  seu uso é na área externa dos genitais. Para tratamento interno, deve-se usar o clotrimazol pomada ginecológica.

Efeitos colaterais do clotrimazol pomada

Clotrimazol vaginal

  • Comum: ardência no local da aplicação
  • Pouco comum: coceira e irritação
  • Raro: Reação alérgica, inchaço e, por fim, hemorragia vaginal

Clotrimazol dermatológico

  • Comum: ardência e irritação no local da aplicação
  • Pouco comum: coceira, alergia e pele seca
  • Raro: inchaço, inflamação e maceração

Vídeo do nosso canal sobre Clotrimazol Pomada. Assistam!

Perguntas frequentes

1. Qual o preço do Clotrimazol pomada?

  • Clotrimazol pomada vaginal (genérico): R$20,00
  • Gino- Canesten® creme vaginal: R$55,00
  • Clotrimazol pomada dermatológica (genérico): R$9,00
  • Canesten® creme dermatológico: R$20,00

Os valores do clotrimazol citados são aproximados e foram consultados na Drogaria Pacheco on-line.

2. Pode usar Clotrimazol na gravidez?

O clotrimazol pomada está na categoria (B) de risco na gravidez, ou seja, não há estudos adequados em mulheres grávidas.

Os testes foram feitos em animais e causaram reação adversa no primeiro trimestre de gestação.

Portanto, a bula do medicamento não indica seu uso nos três primeiros meses de gravidez, mesmo não sendo comprovados efeitos colaterais em humanos.

Contudo, se houver orientação e avaliação médica, o clotrimazol pode ser usado.

Considerações finais

Em suma como todo e qualquer medicamento, o uso do clotrimazol é indicado apenas depois de avaliação médica, sobretudo em caso de crianças e idosos que podem ter o sistema imunológico mais debilitado.


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo