Sua saúde

Ela conseguiu emagrecer de verdade sem remédios, sem academia, sem passar fome, seguindo a dica de um amigo – Um depoimento emocionante!

Depoimento: Como fiquei magra com simples cardápio para emagrecer

Se você procura um cardápio para emagrecer porque tem problemas de peso, eu peço que dê uma boa olhada na imagem abaixo.

Como fiquei magra com simples cardápio para emagrecer

Olá, meu nome é Rafaella, tenho 29 anos e sou professora de Geografia.




Você não me conhece, eu não sou blogueira, não tenho canal no YouTube e tenho poucos amigos nas redes sociais.

Mas, eu sou uma pessoa real. Moro na Freguesia, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

E, há dois anos, eu era uma mulher gorda que tentava (e falhava) sempre com as dietas.

Eu vivia muito cansada para sair à noite com meus amigos.

Sempre arrumava uma desculpa para passar os finais de semana em casa, escondida atrás das séries do NetFlix e da comida.

Todas as minhas amigas do Ensino Médio tinham namorado ou já estavam casadas e eu, minha gente, passei 3 anos sem trocar um beijo na boca.

Eu me sentia, de verdade, como um personagem de show de horrores e eu queria morrer.

Minha saúde não ia nada bem

Eu sentia dores por todo o corpo e sempre suava muito quando comia.

Não conseguia se quer cruzar minhas pernas direito e muitas vezes precisava de ajuda para amarrar o cadarço do tênis.

Eu tinha muita dificuldade para dormir, porque o peso parecia cortar a circulação e me causava dores.

Por causa de uma lesão no joelho, eu não podia ir à academia e nem fazer caminhadas.

Sem contar o pré-diabetes e a pressão nas alturas.

Você pode não acreditar, mas eu passei 8 anos da minha vida sem ir à praia, sem colocar roupa de banho de tanta vergonha e baixa estima.

Eu não estava acima do peso, eu estava gorda.

Meu peso era 129 quilos.

Eu sempre fui gorda e já perdi a conta de quantas dietas fiz na vida.

Talvez eu tenha sido a pessoa que mais fez dietas nesse mundo.

Conheço tudo que é programa de emagrecimento que está na internet: Desafio dos 7 dias, dieta do ovo, dieta da sopa…

Um dia, eu saí com minha sobrinha de 10 anos e ela insistiu em entrar no BoB’s.

Eu vou confessar que não gosto de ir a esses lugares.



Não pela comida, mas pelos olhares das pessoas condenando uma mulher obesa comendo sanduíche e batata frita.

Eu estava sentada e escutei o que me destruiu por dentro.

Um pai e filha, sentados atrás da minha sobrinha e eu, conversavam e um certo momento escutei o pai dizendo:

Se toda vez que a gente sair, você quiser comer sanduíche, você vai ficar igual essa mulher aí na frente, viu?”

E completou dizendo: “Ninguém vai querer casar com você e se alguém quiser, eu que não entro com você na igreja se tiver gorda desse jeito.”

Isso parece cruel, e eu poderia ter morrido de tristeza naquele dia.

Mas, peguei o celular e busquei, na mesma hora, por ajuda.

Qualquer coisa naquela hora me serviria, eu só queria sair dali determinada.

Durante um desabafo em um grupo do Whatsapp, o namorado de uma amiga sugeriu que eu lesse e estudasse sobre dieta com baixo consumo de carboidratos, as famosinhas dietas LowCarb.

Ele disse que havia perdido mais de 30 quilos em 2016, simplesmente comendo as coisas certas.

Na hora me deu uma preguiça danada, devo confessar: “Lá vem ele com mais uma dieta!”

A mudança: um cardápio para emagrecer

Quando comecei a pesquisar e ler, fiquei obcecada.




Eu descobri que podia comer até ficar satisfeita e ainda perder peso.

Isso porque, o segredo não é a quantidade de comida e sim, o que você come.

E então, 4 dias depois dessa conversa, no dia 17 de maio de 2017, iniciei a dieta baseada no que tinha lido.

Nos 4 primeiros dias perdi 1,2 kg e fiquei um pouco desapontada, porque esperava mais.

Mas, o namorado da minha amiga, me enviou o link com um  >> Cardápio para emagrecer com 501 receitas Low Carb << superfáceis, baratas e acessíveis.

E então, percebi que fazer dieta LowCarb, não é só comer um prato de verduras com carnes, porque quando você usa o cardápio para emagrecer com receitas LowCarb, tudo muda.

Nas três semanas seguintes, eu vi meu peso despencar.

Na verdade, pela primeira vez, eu não estava sofrendo por fazer dieta e não passava fome.

Em exatos 196 dias seguindo o programa do Guia de receitas LowCarb — são 501 receitas, minha gente! — eu caí de 129 kg para 100 kg.

Depois de um ano, lembro de ter me pesado dia 7 de maio de 2018, eu havia perdido 55 quilos e pesava agora apenas 74.

Sim, pessoal, eu, a Rafaella gorda, peso agora entre 74 e 75 quilos.

Sem precisar ir à academia.

Mas penso que se não tivesse a lesão no joelho, poderia ter emagrecido muito mais, talvez até estivesse com uma barriga tanquinho.

Mas, eu chego lá, o pior já passou!

Vou deixar aqui o link do >> Cardápio para emagrecer com 501 receitas Low Carb << exatamente o mesmo que usei — e uso até hoje.

Agradeço ao Diário de Biologia pela oportunidade de contar minha história.

Conheça outras histórias e o >> Cardápio para emagrecer com 501 receitas Low Carb <<.


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo