Sua saúde

Tudo sobre Angina Pectoris Instável e Estável: o que é e quais os sintomas

Dor no peito: Tudo sobre Angina Pectoris Instável e Estável

Muitas vezes as pessoas sentem dores no peito e, ao procurarem o médico, ficam sabendo: “Você está com angina pectoris!”.

O nome assusta um pouco, mas, na verdade, a angina não é uma doença e sim um sintoma.

Ela pode ser instável, estável ou variante. Vamos entender um pouco sobre cada uma delas.




Apesar de a angina não ser exatamente uma doença, sentir dores no peito, indica que algo não vai bem.

O que é angina pectoris e suas causas?

Como já dito, a angina pectoris ou angina de peito é um sintoma geralmente causado por isquemia.

Ou seja, é o resultado da diminuição no abastecimento de oxigênio e nutrientes no músculo cardíaco.

Ocorre, na maioria das vezes por causa de um acúmulo de placas de gordura nas artérias (arteriosclerose) que diminui o fluxo de sangue para o coração.

Em suma, a angina pectoris geralmente ocorre quando o coração precisa de mais sangue do que está recebendo.

Pode acontecer então, durante uma atividade física ou por uma forte emoção, por exemplo.

Quando as artérias estão muito estreitas e a pessoa está em repouso, não há esforço físico, portanto, não há demanda de oxigênio.

Mas, com esforço físico, como subir escadas – coração trabalha mais e precisa de mais oxigênio. Se o oxigênio não chega, a pessoa sente a dor da angina.

O que é Angina Estável?

É considerada a Angina Pectoris estável quando, há um “gatilho” que desencadeia a dor.

Ela acontece, a saber, diante de  estresse emocional, refeições pesadas, subir escadas.

É preciso estar atento, pois, de acordo com a Dra. Ana Luiza, cardiologista, esse tipo de angina é mais comum de acontecer em pessoas que já têm algum tipo de aterosclerose coronariana parcial.

Assim, pode haver uma piora e até levar a um infarto.

Causas da angina estável

A angina estável ocorre quando o músculo cardíaco não recebe o oxigênio necessário para funcionar adequadamente. 

O Coração, então, trabalha mais quando você se exercita ou sofre estresse emocional.



Certos fatores, como o estreitamento das artérias (aterosclerose), podem impedir que o coração receba mais oxigênio.

As artérias podem se tornar estreitas e duras quando as placas de gordura e colesterol se acumulam dentro das paredes das artérias.

Os coágulos sanguíneos também podem bloquear suas artérias e reduzir o fluxo de sangue rico em oxigênio para o coração.

O que sente?

Dor e aperto no peito que pode irradiar para os braços e costas e, ao mesmo tempo uma sensação de queimação.

Normalmente os sintomas de angina estável são:

  • falta de ar
  • náusea
  • fadiga
  • tontura
  • transpiração intensa



  • ansiedade

Pode parecer com o mesmo sintoma de gases, só que bem na região peitoral.

Contudo, o sintoma passa rápido e não dura mais que 5 minutos.

Basta repouso, ou medicação indicada pelo cardiologista para que a dor passe.(1)

Angina estável, o que fazer?

Cuide para que fique imediatamente de repouso.

Respire devagar e calmamente.

Se o problema já é do conhecimento do seu médico e ele indicou um medicamento vasodilatador, tome-o conforme orientado.

Vá ao pronto-socorro se: as dores excederem 10 minutos ou se vierem acompanhadas de outros sintomas, como perda de consciência, vômito, etc.

O que é Angina Instável?

A Angina Pectoris Instável, também conhecida por síndrome coronariana aguda, causa dor torácica inesperada.

Geralmente a pessoa está em repouso.

Ela vem, quando acontece um entupimento arterial mais grave.

De acordo com a Dra. Ana Luiza, acontece quando há um desprendimento da placa de aterosclerose. Seria o que os médicos consideram um pré-infarto.

Portanto, é considerada uma condição grave e dura muito mais tempo que a Angina estável.(2)

Causas da angina instável




A principal causa de angina instável é a doença cardíaca coronária causada por um acúmulo de placa ao longo das paredes de suas artérias. 

A placa faz com que as artérias se estreitem e se tornem rígidas. 

Isso reduz o fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco. 

Quando o músculo cardíaco não tem sangue e oxigênio suficientes, você sente dores no peito.

O que sente?

Dor intensa e inesperada no peito e sensação de aperto e/ou queimação na região do tórax.

Normalmente, os sintomas da angina instável incluem:

  • dor no peito que parece esmagadora, como pressão e aperto
  • dor que irradia para as extremidades superiores (geralmente do lado esquerdo) ou para trás
  • náusea
  • ansiedade
  • suor excessivo
  • falta de ar
  • tontura
  • fadiga inexplicada

A dor pode durar até mais de 20 minutos.

 Essa dor também irradia para o braço e costas. Repouso não aliviará a dor.

Angina instável, o que fazer?

Diante desses sintomas, não há o que discutir.

Deve-se ir imediatamente ao pronto-socorro, sob caráter de urgência.

Somente um médico saberá os melhores medicamentos para melhorar o fluxo sanguíneo e diminuir a formação de coágulos.

Durante o trajeto até o hospital, mantenha-se calmo e respire devagar.

Perguntas frequentes

Como é o diagnóstico para angina pectoris?

  • exames de sangue, para verificar se há creatina quinase e biomarcadores cardíacos (troponina) que vazam do músculo cardíaco se ele foi danificado
  • eletrocardiograma , para ver padrões em seus batimentos cardíacos que podem indicar redução do fluxo sanguíneo
  • ecocardiografia , para produzir imagens do seu coração que revelam evidências de problemas no fluxo sanguíneo
  • testes de esforço (esteira, geralmente), para fazer seu coração trabalhar mais e tornar a angina mais fácil de detectar
  • angiografia por tomografia computadorizada
  • angiografia coronária e cateterismo cardíaco, para estudar a saúde e o calibre de suas artérias

Qual exame detecta angina?

Como já explicado acima, há um conjunto de exames usados no diagnóstico.

Contudo, os exames mais definitivos para o diagnóstico são as angiografias e o cateterismo cardíaco.

Como é a dor da angina?

Dor intensa ou grande desconforto e forte pressão no peito.

Em geral, a dor torna-se mais forte com a atividade física e diminui durante o repouso.

A angina instável, entretanto, pode causar dor mesmo quando a pessoa está em repouso ou dormindo.

É uma dor que pode irradiar-se pela mandíbula e pelos ombros ou braços, normalmente, ocorre no lado esquerdo do corpo.

Referências: (1) (2)

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo