Dermatite seborreica: causas e tratamentos caseiros e shampoos para seborreia


A dermatite seborreica é uma condição comum da pele que afeta principalmente o couro cabeludo.

Uma publicação dos Anais Brasileiros de Dermatologia [1] revelou que o problema, causa manchas escamosas, pele vermelha e caspa persistente e ainda, pode afetar áreas oleosas do corpo, como rosto, lados do nariz, sobrancelhas, orelhas, pálpebras e peito.

Em algumas pessoas a dermatite seborreica pode desaparecer sem tratamento.

Mas, geralmente, as pessoas com seborreia podem precisar de tratamentos intensos e demorados para realmente se livrar dos sintomas e mesmo assim, o problema pode voltar mais tarde.

A dermatite seborreica também é chamada de caspa, eczema seborreico ou, simplesmente, seborreia.

Pessoas, de qualquer idade, podem desenvolver dermatite seborreica, incluindo bebês.

No entanto, na maioria das vezes, afeta adultos entre 30 e 60 anos e crianças menores de 3 meses.

Os gatilhos comuns para a dermatite seborreica são quase sempre:

  • Estresse
  • Alterações hormonais ou doença
  • Detergentes, solventes, produtos químicos e sabões agressivos
  • Tempo frio e seco
  • Medicamentos como Psoraleno, Interferon e lítio

Assista ao nosso vídeo sobre a Dermatite Seborreica, disponível no nosso canal do Youtube. Aproveite, e se inscreva!

https://youtu.be/SIdt0Hoh45g

Sintomas de dermatite seborreica

A dermatite seborreica geralmente aparece no couro cabeludo, onde os sintomas podem variar de flocos secos (caspa) a amarelos, escamas oleosas com pele avermelhada.
Como já dito, os pacientes também podem desenvolver o problema em outras áreas oleosas do corpo, como face, parte superior do tórax e costas.
Os sintomas comuns da dermatite seborreica incluem:

  • oleosidade na pele e no couro cabeludo;
  • escamas brancas que descamam – caspa;
  • escamas amareladas que são oleosas e ardem;
  • coceira, que pode piorar caso a área seja infectada pelo ato de “cutucar” a pele;
  • leve vermelhidão na área;
  • possível perda de cabelo.

Causas da dermatite seborreica

De acordo com a Associação Internacional de Eczema [2], a causa exata da dermatite seborreica é desconhecida, embora genes e hormônios desempenhem um papel no desenvolvimento do problema.

Microrganismos, como fungos, que vivem naturalmente na pele também podem contribuir para a dermatite seborreica e, ao contrário de muitas outras formas de eczema, esse problema não é o resultado de uma alergia.

Acredita-se que pessoas com certas doenças que afetam o sistema imunológico, como HIV ou AIDS, e o sistema nervoso, como a doença de Parkinson, correm um risco maior de desenvolver dermatite seborreica.

É mais comum em homens do que mulheres e em pessoas com pele oleosa, o problema pode ocorrer mais facilmente.

Além de todas as possíveis causas, acima citadas, assas condições também podem aumentar o risco dos adultos:

  • Acne
  • Alcoolismo
  • Depressão
  • Distúrbios alimentares
  • Epilepsia
  • Recuperação de ataque cardíaco ou derrame
  • Psoríase
  • Acne rosácea

Tratamentos para dermatite seborreica

O tratamento da dermatite seborreica concentra-se na diminuição da descamação, na redução da inflamação, do inchaço e  da coceira.

1 — Melhores shampoos para dermatite seborreica

Além dos cuidados com a pele, não podemos esquecer que essa doença atinge principalmente o couro cabeludo.

Assim, o tratamento deve incluir um shampoo com ação intensiva anticaspa que ajude a controlar a oleosidade e evitar o reaparecimento dos sintomas.

  • Alcatrão de hulha: Plytar, PsoriaTrax ou Tarflex;
  • Cetoconazol: Nizoral, Lozan, Medicasp ou Medley Cetoconazol;
  • Ácido salicílico: Ionil T, Pielus ou Klinse;
  • Sulfeto de selênio: Caspacil, Selsun ou Flora Selenium;
  • Piritionato de zinco: Payot ou Pharmapele com piritionato de zinco.

2 — Suplementos alimentares que ajudam

  • Óleo de peixe. Os suplementos de óleo de peixe podem ajudar a suprimir os surtos de dermatite. Além disso, é recomendado para a saúde imunológica e cardiovascular em geral devido aos seus ácidos graxos ômega-3.
  • Babosa. O Aloe vera é uma planta com propriedades anti-inflamatórias. Um estudo publicado no Indian Journal Of Dermatology [3] demonstrou que seu extrato é eficaz no tratamento da dermatite seborreica. Suplementos que contenham gel ou extratos de Aloe vera podem ajudar muito a diminuir os sintomas.
  • Probióticos. Eles ajudam a promover um sistema digestivo mais saudável. Isso pode diminuir os problemas inflamatórios em todo o corpo, inclusive a dermatite seborreica.

3 — Remédios caseiros para dermatite seborreica

Vinagre de maçã

Já foi comprovada a força das propriedades antimicrobianas, antioxidantes, anti-inflamatórias e antifúngicas do vinagre.

Dessa forma, um estudo publicado na revista científica Food Chemistry [4] revelou que tais benefícios são devidos a vários tipos de polifenois, micronutrientes e outros compostos bioativos.

Leia nosso artigo sobre esse assunto para mais detalhes: Vinagre de maçã realmente acaba com a caspa?

 Como fazer: misture 2 colheres de vinagre de maçã para 6 colheres de água morna e aplique a mistura com um pedaço de algodão no couro cabeludo. Em seguida, deixe a mistura agir a noite toda. No dia seguinte, lave normalmente os cabelos, se possível com shampoo anticaspas.

Outras opções

  • Azeite. Outra opção para o tratamento em casa é revestir o couro cabeludo com azeite de oliva e deixar por cerca de uma hora. Em seguida, use um pincel para remover as escamas do couro cabeludo. Penteie sem forçar com pente fino para remoção das caspas e lave o cabelo como de costume.
  • Óleo de malaleuca (árvore do chá).  Esse, é um óleo essencial puro e concentrado com atuação secativa sobre a pele, que funciona como um antibactericida e antifúngico natural. Como fazer? O óleo da árvore do chá é bastante forte. Antes de aplicá-lo no couro cabeludo, é necessário diluí-lo com um óleo de coco ou azeite. Então, tente usar de oito a doze gotas de óleo de malaleuca para uma colher de óleo de coco.

Perguntas frequentes

Qual é a melhor pomada para dermatite seborreica?

Bem, geralmente, o tratamento precisa ser acompanhado de um dermatologista, por isso, não se automedique.

A seborreia é geralmente tratada com shampoos, cremes e pomadas que contenham algum dos ingredientes citados abaixo:

  • Ácido salicílico;
  • Sulfeto de selênio;
  • Alcatrão;
  • Piritionato de zinco;
  • Cetoconazol;
  • Clotrimazol;
  • Ciclopirox.

Existe dermatite seborreica no rosto?

Sim, existe. Como já explicado acima, essa condição pode atingir outras áreas oleosas do corpo e, geralmente, o rosto é alvo fácil.

Os sintomas mais comuns são:

  • Formação de escamas oleosas, amarelas ou brancas, perto dos ouvidos, nas laterais do nariz e em outros lugares do rosto;
  • Caspa nas sobrancelhas, no bigode ou na barba;
  • Vermelhidão;
  • Pálpebras avermelhadas e ásperas;
  • Pedaços de pele que cocem ou doam.

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.