Sua saúde

O que é bom para Azia? Truques e medicamentos para acabar com a queimação

o que é bom para azia

Muitas pessoas no mundo sofrem com a azia, isso é fato! Mas, o que é bom para azia?

Com certeza você deve ter feito essa pergunta várias vezes, porém, sem uma resposta totalmente definida, por isso vamos te ajudar.

Fique atento nas dicas abaixo e descubra o que é bom para azia.

O que é Azia?

É uma sensação de queimação ou desconforto que vai do estômago até o esôfago, muitas vezes caracterizado por uma dor que se espalha pelo peito, pescoço ou garganta.

Isso é mais comum do que você imagina! De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 20 milhões de brasileiros sofrem com essa queimação no estômago.

Na qual, é o principal sintoma da azia, sem falar que essa sensação acaba debilitando a pessoa a ponto de modificar sua rotina; e dificultar suas relações interpessoais.

Lembrando que a azia é apenas um sintoma do problema verdadeiro que acomete a pessoa; todavia a maioria busca alternativas caseiras para tentar solucionar o mal-estar que até funcionam, porém, temporariamente, e acabam não buscando ajuda médica para descobrir a sua situação real.

O que causa a queimação?

A queimação ou dor é causada pelo refluxo do ácido gástrico. Na qual sai do estômago e segue em direção ao esôfago.

O ácido gástrico é bastante corrosivo e pode danificar a parede do esôfago causando queimaduras. Posteriormente problemas mais graves.

Contudo, esse refluxo acontece porque a válvula chamada de esfíncter não está com o funcionamento correto e por algum motivo ela não se fecha totalmente deixando uma abertura entre o esôfago e o estômago.

De acordo com estudo do The BMJ [2], o suco gástrico da digestão começa a ser liberado no estômago e escapa por essa abertura causando os sintomas de queimação, dor, gosto ácido na boca, tosse, crises de asma noturna, entre outros.

O funcionamento desta válvula é fundamental para o bom funcionamento da digestão, uma vez que ela impede não só a passagem dos ácidos como dos alimentos que são ingeridos.

Quem apresenta esse problema na válvula, ao deitar ou se inclinar piora os sintomas, tendo em vista que facilitará a passagem dos ácidos pela abertura.

Fatores de risco para desenvolver azia

Existem alguns fatores que podem aumentar os sintomas ou piorar a situação da pessoa, conforme segue:

  • Hérnia de Hiato: essa condição acontece quando parte do estômago se projeta para dentro da cavidade torácica e isso prejudica o funcionamento da válvula;
  • Gravidez: mulheres grávidas apresentam muita queimação e azia; isso porque também podem apresentar problemas com o esfíncter;
  • Excesso de medicamentos: quem faz uso desordenado de remédios e com intensidade pode aumentar os problemas de queimação e piorar os sintomas da azia;



  • Consumo de alguns alimentos: muito do que ingerimos pode intensificar a azia e favorecer os sintomas; por isso, atenção na alimentação neste período;

Segue uma lista de alimentos e bebidas que devem ser evitados ou que podem aumentar a azia e a sensação de queimação:

  • Álcool, pois, bebidas alcoólicas podem aumentar muito os sintomas de queimação;
  • Pimentas;
  • Refrigerantes;
  • Frituras: alimentos gordurosos de modo geral devem ser evitados;
  • Produtos condimentados, como temperos, ‘ketchup’, mostarda, molhos;
  • Chocolate;
  • Café;
  • Vinagre;
  • Suco de laranja.

Diagnóstico para azia

Geralmente, o diagnóstico é resultado do histórico clínico do paciente; e alguns exames específicos como a endoscopia para verificar se existe um refluxo.

Em alguns casos, será necessária uma biópsia da mucosa do esôfago para verificar sinais de inflamação.

Além disso, alguns testes são realizados para fechar o diagnóstico, como a monitorização do pH esofágico durante 24 horas.

Ou seja, após a ingestão de alimentos se o aparelho acusar uma queda no pH no instante em que surgem os sintomas o refluxo está estabelecido, mesmo que a endoscopia esteja normal.

Além disso, verificar situações do cotidiano é fundamental para realizar um diagnóstico preciso.

Isso porque, os sintomas pequenos podem levar a um quadro maior e mais grave da doença caso não seja tratado corretamente e rapidamente, por isso fique atento!

Como curar a azia ou diminuir a queimação?

Como citados acima, muitos alimentos podem aumentar os sintomas da azia, por isso, o primeiro passo é não ingerir essas comidas e bebidas quando estiver com a queimação e evitá-los por algum período.

Todavia, algumas rotinas devem ser priorizadas, como, por exemplo:

  1. Não comer alimentos fritos, gordurosos ou muito condimentados;
  2. Não se deitar até 40 minutos após a refeição;
  3. Evitar ingerir líquidos e sopas ao jantar;
  4. Evitar estresse e nervosismo, pois, ajuda a diminuir a produção de ácido no estômago;
  5. Não ficar com o estômago vazio por muito tempo;
  6. Comer uma quantidade menor de alimentos nas refeições;



  7. Usar roupas leves e que não apertem o abdômen;
  8. Deitar sobre o lado esquerdo do corpo;
  9. Elevar a cabeceira da cama ao deitar-se;
  10. Não ingerir bebidas alcoólicas.

O que é bom para azia?

Remédio Caseiro para azia

Um excelente remédio para azia é o suco da batata inglesa crua e o chá de boldo misturado com dente-de-leão.

O suco da batata crua irá reduzir a acidez do estômago. Pois, é um alimento alcalino e isso ajudará a diminuir a queimação no esôfago rapidamente.

  • Como fazer o suco de batata? O suco pode ser obtido de várias maneiras, uma delas é triturando a batata num processador ou liquidificador. Em seguida,  espreme até sair toda a água da batata. Outra forma seria ralar a batata e espremer com algum pano limpo. Tomar meia xícara desse suco todos os dias pela manhã, logo em seguida o seu preparo.

O boldo com o dente-de-leão é um excelente chá para azia e apresenta duas funções básicas: o boldo ajuda na digestão e o dente-de-leão aumenta a produção de bile o que vai ajudar nos problemas digestivos, principalmente das gorduras.

  • Como fazer o boldo com dente-de-leão. Duas folhas de boldo, 1 colher de sopa de dente-de-leão, 1 xícara de água fervente; ferver a água, colocar as folhas e aguardar por 10 minutos, após isso coar e tomar logo em seguida.

Tratamento com medicamentos

Os medicamentos chamados de antagonistas do receptor-H2, como a cimetidina, ranitidina, reduzem a produção de ácido no estômago.

Assim como os inibidores de bomba de prótons, como o Omeprazol [bula], Lansoprazol [bula], Pantoprazol [bula], entre outros que ajudam contra a acidez do estômago.

Alguns remédios, como: leite de magnésia ou alginato de cálcio podem ajudar com antiácidos e aliviar o desconforto rapidamente.

Lembrando que nunca deve ser realizada a automedicação! Procure sempre um especialista médico para que seja realizado um diagnóstico preciso.

Só assim, siga suas orientações, pois, alguns medicamentos e interações medicamentosas podem agravar a situação e não apresentar os efeitos desejados, podendo causar outros sintomas e problemas.

O que comer quando está com azia?

Muitas pessoas ainda ficam com dúvidas o que deve ser ingerido como alimento quando está com azia ou aquela sensação de queimação no estômago. Não se preocupe, vamos te ajudar!

O chá do gengibre contém antioxidante e outras substâncias que ajudam a aliviar a inflamação estomacal, além disso, é bom para queimação no estômago.

Algumas frutas, como a pera que é rica em vitaminas A, B e C, bem como minerais, como potássio, sódio, cálcio e ferro ajudam a diluir o ácido no estômago e aliviar o desconforto causado pela azia.

Além disso, outras frutas apresentam estas mesmas propriedades, como: a banana d’água madura, maçã vermelha e o melão.

Essas frutas podem ser ingeridas naturalmente ou na forma de sucos, ou chás, como preferir!

O que é bom para azia na gravidez?

As grávidas sempre apresentam em algum momento aquela sensação de queimação e desconforto causada pela azia, isso é bem comum.

De acordo com publicação do Gastro Journal  [1] Sua causa, além das alterações hormonais que dificultam a digestão, é devido à compressão do estômago que ocorre com o crescimento da barriga ao longo da gestação.

Por isso, algumas dicas são importantes para aliviar a azia nesse período, como:

  • Comer pequenas porções de cada vez;
  • Evitar os sucos e comer as frutas;
  • Usar roupas leves e que não apertem a barriga;
  • Evitar alimentos de difícil digestão, como couve, granola, feijoada, churrasco;
  • Evitar alimentos gordurosos, como manteiga, massas, frituras, salgadinhos, e alimento muito condimentados;
  • Comer uma maçã ou uma pera sem casca no momento da azia, pois ajudará a empurrar a acidez do estômago;
  • Ficar sentada, ingerir alguns goles de água gelada;
  • Tomar no café da manhã um copo de iogurte natural adoçado com uma colher de mel e uma torrada integral é muito bom para azia, pois, ajuda a evitá-la;

Leite é bom para azia?

Muitas pessoas acreditam seriamente que o leite é bom para azia ou para aquela sensação de queimação no esôfago. Contudo, não se engane!

O leite pode até aliviar a azia momentaneamente, tendo em vista que o seu pH é alcalino e vai ajudar a neutralizar o ácido estomacal.

O problema vem depois, pois, o próprio leite após ser ingerido irá estimular a produção de suco gástrico e o que mais queremos, é que isso não aconteça. Portanto, nada de tomar leite.

O mais correto é evitar alimentos que promovam a acidez do estômago e consumir aqueles que vão ajudar a diminuir a sensação ácida já instalada, com isso os resultados serão eficazes.

Resumo

A azia não é necessariamente uma doença, e sim, um sintoma que causa sensação de queimação na região do estômago.

O desconforto, no entanto, pode se estender até a garganta, e que normalmente acontece depois de comer muito ou de ingerir coisas gordurosas, que dificultam a digestão.

A azia é comum em mulheres grávidas ou pessoas acima do peso, pois, nestas situações o estômago sofre pressão das estruturas adjacentes.

Artigos médico-científicos: Gastro Journal  [1]  The BMJ [2]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo