Dentes

Dor na gengiva: veja o que pode estar causando o problema?

Dor na gengiva: veja o que pode estar causando o problema?

Dor na gengiva: veja o que pode estar causando o problema?
4.5 (90%) 4 votes

A dor na gengiva é um problema corriqueiro nos consultórios dentários. Contudo, é bom ficar de olho, pois normalmente, há algo errado com sua saúde ou com seus hábitos. Isso porque, a ter a gengiva doendo , inchaço na gengiva ou sangramento na gengiva podem ser causados ​​por uma variedade de condições.

Se você tiver dor persistente, inchaço ou feridas nas gengivas que duram mais do que algumas semanas, marque uma consulta com seu dentista. Ele, decerto, fará um diagnóstico e uma recomendação para o tratamento, ou encaminhamento para outro profissional. As principais causas e soluções estão listadas abaixo.




O que causa dor na gengiva?

Escovação agressiva

Boa higiene dental inclui escovação e uso do fio dental. No entanto, se você for excessivamente agressivo, poderá irritar e até mesmo danificar suas gengivas. Isso acontece, especialmente, quando usa-se uma escova de dentes com cerdas rígidas e duras. Assim, se as gengivas ficam doloridas sempre que você termina a escovação, experimente trocar a escova e fazer uma escovação mais leve. As escovas de cerdas macias são as mais recomendadas pela American Dental Association [1].

Doença periodontal

Dor na gengiva associada a vermelhidão, gengivas inchadas e sangramento gengival, é possível que seu problema seja uma doença periodontal. Normalmente, esse problema está ligado a higiene bucal precária. Ou seja, escovação incorreta ou pouco frequente, somada ao uso incorreto ou o não uso do fio dental. Um dos primeiros sintomas de uma doença periodontal é a gengivite, que justamente deixa as gengivas doloridas, vermelhas, sangrando e inchadas. Neste caso, é ainda muito fácil converter o problema.

O que fazer: Para que a dor na gengiva desapareça, escove e use fio dental pelo menos duas vezes ao dia. Semanalmente, pode também fazer uso de um enxaguante bucal. Dê atenção aos quatro lados de cada dente, cuidando para que todos recebam os mesmos cuidados. Se não for tratada, a gengivite, decerto, pode progredir para periodontite e causar perda de dentes.

A gengivite é a causa mais comum de dor na gengiva. Acontece, sobretudo, por higiene dental precária.

Uso de produtos com tabaco

Fumar produtos de tabaco como cigarros e charutos pode danificar suas gengivas. Ao mesmo tempo, usar tabaco sem fumaça – como mascar tabaco ou rapé – pode causar ainda mais danos. Assim, o usuário de tabaco pode sentir dor na gengiva constantemente. Para melhorar a saúde da gengiva, a melhor coisa, decerto é parar de fumar ou de usar produtos de tabaco. Não só eles danificam as gengivas, mas também podem causar câncer.

Alergia a produtos de higiene bucal

Algumas pessoas têm reações alérgicas aos ingredientes usados em algumas pastas de dente ou enxaguantes bucais. Ao mesmo tempo, até mesmo alguns tipos de fio dental podem desencadear alergias na boca. Essa pode, decerto, ser a causa da dor na gengiva.

O que fazer: Elimine um produto de cada vez para identificar o que causa o sintoma. Ou seja, fique 5 dias sem usar pasta de dentes, caso a dor continue, volte com a pasta de dente e passe a não usar o enxaguante bucal e, assim por diante. Depois de identificar o produto, interrompa o uso.

Alergia alimentar

Da mesma forma que os produtos de higiene dental podem causar alergia, a comida também pode ser a causa. Então, uma dieta de eliminação pode ajudar a identificar que alergia alimentar está prejudicando suas gengivas. Assim, para tentar essa dieta, pare de comer um determinado alimento comum para você por 30 dias e depois reintroduza-o para ver o que acontece. Ao mesmo tempo, uma forma mais rápida de determinar qual alimento ou outra substância está desencadeando uma reação é encontrar um teste alérgico com um alergista.

Alterações hormonais

Para muitas mulheres, alterações nos hormônios podem afetar suas gengivas em diferentes momentos de suas vidas. Assim, se você notar dor na gengiva associada a um desses eventos hormonais, peça ao seu dentista para rever sua situação e recomendar o tratamento.

  • Puberdade. O influxo de hormônios durante a puberdade pode aumentar o fluxo sanguíneo para as gengivas. O resultado, a saber, é inchaço na gengiva e sensibilidade.
  • Menstruação. Pouco antes de cada período menstrual, as gengivas de algumas mulheres podem ficar inchadas e mais propensas a sangrar, resultando em dor na gengiva. Este problema geralmente desaparece após o início da menstruação.
  • Gravidez. Começando no segundo ou terceiro mês de gestação e até o oitavo mês, algumas mulheres apresentam gengivas inchadas, doloridas e com sangramento.
  • Menopausa. Algumas mulheres que passam pelos sintomas da menopausa encontram suas gengivas anormalmente secas, o que, decerto, pode resultar em dor e probabilidade de sangramento.

Próteses dentais

Dentaduras e próteses parciais que não se encaixam adequadamente irritam as gengivas. Isso, decerto, pode levar a danos nos tecidos e doenças das gengivas. Da mesma forma, quando essas próteses sofrem algum dano, elas podem passar a machucar a boca e causar dor na gengiva, sangramento gengival e inchaço. Assim, o ajuste de suas próteses junto ao seu dentista pode eliminar a dor nas gengivas.

Deficiência vitamínica

As vitaminas B e vitamina C são indispensáveis para a saúde bucal. Assim, a falta dessas vitaminas podem levar a uma série de problemas, sobretudo na boca. O escorbuto, por exemplo, é causado pela falta dessas vitaminas e um dos sintomas é juntamente dor, inchaço e sangramento gengival. Peça ao seu médico uma avaliação das vitaminas que podem estar em falta no seu organismo. Caso as vitaminas B e C estejam em falta, melhore sua dieta e faça uma reposição sob orientação médica.

American Dental Association [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo