Por que os cabelos ficam brancos?


Os cabelos ficam brancos porque os melanócitos, um tipo de célula localizado junto ao bulbo capilar, na raiz dos fios, perde a capacidade de produzir melanina. Esse pigmento é o responsável pela coloração natural do cabelo e quanto mais melanina for produzida, mais escuro será o cabelo.


Algumas pessoas já têm cabelos brancos ainda muito jovem. Nesse caso, isso já é determinado geneticamente. Porém, em outras pessoas os fios brancos surgem com o passar da idade, a produção de melanina cai, geralmente a produção hormonal e envelhecimento dos melanócitos são as principais razões. Com a idade, essas células ficam mais fracas e perdem, aos poucos, sua capacidade de produzir melanina.

Quem tem cabelos brancos pode ir se acostumando com a ideia, pois ainda não existe tratamento para acabar com o problema. E a única alternativa ainda é tingir os cabelos. Muitas pessoas acreditam que, quando se arranca um fio de cabelo branco, mais fios brancos aparecem. Mas, isso é apenas um mito. O fato de arrancar um fio em nada influencia a produção de melanina.

55290x02_xlarge
Os melanócitos são células que além de determinarem a cor do cabelo, também são responsáveis pelo tom da pele!!


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.