Sua saúde

Diabetes e Viagra: Quem tem diabetes pode tomar Viagra?

Diabetes e Viagra: Quem tem diabetes pode tomar Viagra?

A relação entre  diabetes e Viagra deve ser vista com muita cautela.

Aliás, as curiosidades sobre este medicamento é motivo de muitas pesquisas na internet.

Um exemplo, a saber, é sobre os efeitos do viagra masculino nas mulheres.

Contudo, sobre diabetes e viagra, podemos dizer que é uma questão que não tem uma resposta simples e nem direta.

Uma vez que, envolve uma doença crônica que necessita de uma medicação controlada.

Além disso, necessita de uma análise dos riscos de seu uso.

Ainda assim, há centenas de estudos relacionando o Cloridrato de Sildenafil com a Diabetes.

Contudo, pesquisadores nos Estados Unidos, no Encontro da American Diabetes Association, anunciaram e confirmaram a eficácia do Viagra como tratamento seguro e eficaz para homens com diabetes tipo 1 e tipo 2.

Se você tem diabetes ou algum caso na família e está sempre perdido sobre a alimentação correta, clique no link e conheça >> A Dieta Completa Para Diabéticos <<.

Diabetes e Viagra na disfunção erétil

É muito comum que pacientes com diabetes apresentarem a disfunção erétil, pois, ela traz muitas alterações vasculares e sensitivas.

Com isso, há uma dificuldade de chegada do sangue no órgão genital masculino, trazendo assim, problemas na ereção e nas relações sexuais.

Conforme nos fala o Dr. Arthur Frazão, médico clínico geral, as principais causas de o diabético apresentar impotência sexual se dão por diversos fatores que incluem:

  • alterações circulatórias;
  • obstrução da artéria peniana;
  • alterações na sensibilidade;
  • além do estresse e da ansiedade.

É seguro quem tem diabetes tomar Viagra?

Depende. De acordo com o médico Eduardo Finger, doutor em Imunologia, a principal questão de o diabético tomar Viagra tem mais a ver com o risco cardiovascular associado a sua condição do que ao próprio medicamento.

Por isso, é necessário consultar um cardiologista, juntamente com outros especialistas.

Isso porque, é necessária uma análise do caso de modo a verificar o melhor tratamento, pois, cada organismo apresenta respostas diferentes.




Ao mesmo tempo,  efeitos secundários podem aparecer como: dores de cabeça, vertigens, rubor, entre outros.

Se você tem diabetes ou algum caso na família e está sempre perdido sobre a alimentação correta, clique no link e conheça >> A Dieta Completa Para Diabéticos <<.

Estudos comprovam a eficácia do Viagra

A relação Diabetes e Viagra, já é tema para vários estudos que mostraram a eficácia do Viagra no tratamento da disfunção erétil em pacientes diabéticos, como as pesquisas realizadas pela Biblioteca de Cochrane no Reino Unido onde mais de 1.700 diabéticos foram tratados com vasodilatadores.

Daí, é onde se enquadra o Viagra, onde aproximadamente 30% dos homens obtiveram bons resultados com a ereção.

Já uma análise realizada pelo Dr. Lawrence Blonde e pesquisadores, e publicada no periódico Current Medical Research and Opinion [1] ,concluíram que pacientes com diabetes tipo 1 e 2 tiveram uma resposta boa ao medicamento, sendo o grupo do tipo 1 com melhores resultados no geral.

Portanto, a melhor resposta para este questionamento é procurar um especialista médico para que seja avaliado o quadro clínico.

Além disso, verificar alternativas e outras formas de melhorar a disfunção erétil, como por exemplo:

  • manter uma alimentação equilibrada,
  • realizar atividades físicas,
  • melhorar a qualidade de vida, entre outros.

Se você tem diabetes ou algum caso na família e está sempre perdido sobre a alimentação correta, clique no link e conheça >> A Dieta Completa Para Diabéticos <<.

Artigo médico científico: Current Medical Research and Opinion [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo