Coceira nos seios: “Meus seios estão coçando, o que pode ser?” Veja o que pode ser e o que fazer

6670
Coceira nos seios: o que pode ser? Pode ser câncer?

A coceira nos seios é algo bem comum na vida da mulher, vira e mexe a gente sente e não liga muito. Mas nem sempre a coceira das mamas deve ser considerada normal. Quando este sintoma é recorrente, ou não melhora com o tempo, é bom ficar de olho. Há diversos problemas, inclusive problemas graves, que, decerto, desencadeiam coceira nos seios. Pode ser câncer, por exemplo. O importante é ficar ligada nos sintomas que surgem ao mesmo tempo que a coceira. Então, o que pode ser?

Os seios são muito delicados e qualquer incômodo que sintamos na região deve nos pôr em alerta. A coceira nos seios e a dor são sintomas muito comuns, e podem ser causados por diferentes fatores. Aliás, já tratamos em outro texto sobre a dor nas mamas e suas causas, agora vamos saber mais sobre a coceira nos seios.

Causas mais comuns de coceira nos seios

Falta de hidratação

Você hidrata seus seios após o banho? A falta de hidratação na pele dos seios é outra das causas pelas quais eles podem coçar. É importante que após o banho os seios, assim como todo corpo, sejam nutridos para garantir a elasticidade da pele. Quando a pele está ressecada ela tende a “craquelar” e isso a deixa irritada e causa a coceira. Podem ser usados, por exemplo, óleo vegetal, creme hidratante ou manteiga de karité.

Reação alérgica

As reações alérgicas na pele terão frequentemente uma erupção cutânea. Ao mesmo tempo causam vermelhidão óbvia, mas nem sempre. A coceira causada por uma reação alérgica pode ser intensa e às vezes pode parecer que está vindo de baixo da pele. Assim como acontece em caso de coceira vaginal, a pele  dos seios pode às vezes ser irritada por produtos, como sabonetes, detergentes e amaciante para a roupa, desodorantes, perfumes e cosméticos.

Pode ser gravidez

Há chance de você estar grávida? A coceira nos seios também é um dos primeiros sintomas que surgem com a gravidez. Costuma vir acompanhada de uma leve dor. Tais sintomas acontecem devido ao da irrigação de sangue na região, principalmente nos mamilos. Os seios também estão se preparando para acumular leite nas glândulas mamárias e isso costuma causar uma coceirinha chata. É um sintoma que costuma diminuir à medida que o corpo vai assimilando as mudanças.

Sutiã inadequado

É possível que seu sutiã esteja apertado ou sem forro de algodão? Pois é, o sutiã apertado prende a circulação sanguínea causando um acúmulo de sangue em algumas regiões, isso causa incômodo e coceira no local. Além disso, a mulher pode ter alergia ao tecido do bojo. Os sutiãs, mesmo aqueles sensuais de renda precisam ser forrados com tecido de algodão. Isso porque, o suor em contato com tecido sintético ou renda causa dermatite de contato e, consequentemente, coceira e irritação.

Sutiã sujo

Há quanto tempo você está usando o mesmo sutiã sem lavar? Isso normal, a maioria das mulheres não troca o sutiã todos os dias. Mas isso precisa ser revisto, principalmente em lugares muito quentes e úmidos. O sutiã pode ser um ambiente ideal para uma cultura de bactérias e fungos. É muito comum que mulheres sintam coceira nos seios por causa de uma infecção por fungos devido ao uso de sutiã sujinho de suor, restos de células epiteliais, umidade e calor. Troque pelo menos a cada dois dias.

Adolescência

Você está no período da puberdade (entre 12 e 16 anos)? Se a coceira nas mamas se manifesta no período da puberdade, a primeira hipótese que deve ser considerada é o desenvolvimento dos seios, conhecidos como peito de brotamento. O corpo da garota passa por uma série de alterações hormonais nesse período junto com a expansão do tecido mamário e a pele se esticando, o que pode ocasionar a coceira. A coceira nos peitos eventual pela puberdade pode durar até 2 anos, enquanto o corpo se adapta às mudanças.

Mastite

Está sentindo além da coceira, vermelhidão e pele quente? Isso pode ser sinal de infecção da mama, como a mastite. Um ginecologista deve ser consultado para avaliação e tratamento com antibióticos. Não deixe para depois, pois este é também um sintoma de câncer.

Câncer inflamatório

Esta forma de câncer de mama é rara, que corresponde por cerca de 1% de todo câncer de mama diagnosticado nos Estados Unidos, de acordo com a American Cancer Society. Se a coceira é acompanhada por outros sintomas da mama, consulte um médico. Estes sintomas incluem: vermelhidão da mama, ondeamento ou corrosão da mama que se assemelha a aparência de uma casca de laranja, dor no peito, inchaço, engrossamento ou repentino crescimento de um ou ambos os seios, mama mais quente e dolorida.

Como tratar coceira nos seios

De acordo com a Dra. Deborah Weatherspoon [1], enfermeira chefe no Hospital Universitário do Tenesse, quando a coceira nos seios vem, mas não desenvolve erupção cutânea, é mais provável que seja causada por uma reação alérgica simples, pele seca ou crescimento da mama. Felizmente, a coceira dessas causas pode ser facilmente tratável em casa.


Cremes e géis tópicos: Considere aplicar um creme ou um gel simples para aliviar a coceira nos seios. Alguns desses géis possuem anestésicos na fórmula podem suprimir a coceira no nível da pele. Além disso, aplicações tópicas de cremes, géis ou loções contendo hidrocortisona também podem ser usados. Converse com o farmacêutico.

Anti-histamínicos: Para reações alérgicas ou coceira que pareçam ser provenientes de debaixo da pele do seu peito, considere discutir com o médico a possibilidade de tomar anti-histamínicos como: loratadina (Claritin) [bula 2].

Opinião médica: Dra. Deborah Weatherspoon [1]  Bula: loratadina  [2]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.