Leucocitose e neutrofilia no Hemograma, o que pode ser?

Leucocitose e neutrofilia no Hemograma, o que pode ser?

É muito comum que encontremos nos resultados de um exame de hemograma, uma advertência indicando leucocitose e neutrofilia ou neutrófilos altos.

A maioria das pessoas fica bastante preocupada com essas alterações.

Por isso resolvemos esclarecer o que são a leucocitose e a neutrofilia, quando cada uma delas surge e quais são os seus significados clínicos.

Mas, enfim, o que pode ser essa leitura no seu hemograma?

A leucocitose e a neutrofilia são a elevação dos leucócitos e dos neutrófilos no sangue, respectivamente.

Os leucócitos são nossos glóbulos brancos, um grupo de células do sangue evolvidas na proteção do organismo contra bactérias, vírus, fungos, parasitos e outros.

Ou seja, são as células do nosso sistema imunológico.

Existem 5 tipos de leucócitos: neutrófilos, linfócitos, monócitos, eosinófilos e basófilos.

Os neutrófilos, são um dos tipos de leucócitos, como mencionado acima.

Essas células são tipos mais abundantes de glóbulos brancos no sangue e são especializadas no combate a bactérias.

Assim, quando temos uma infecção urinária, por exemplo, causada por bactérias, nossa medula óssea aumenta a produção neutrófilos, fazendo com que a concentração sanguínea se eleve.

O objetivo é combater, por si só, a infecção, e então, se agora, fizermos um exame de hemograma, certamente, teremos neutrofilia.

Veja nosso vídeo sobre Leucócitos altos no exame de sangue e inscreva-se no canal.

Por que surge a leucocitose?

Nós temos 5 tipos de leucócitos, quando, há alguma infecção no organismo, seja uma bactéria, vírus, fungo ou parasito, ou a um processo inflamatório, como uma reação alérgica, por exemplo, a medula óssea aumenta a produção dessas células, provocando uma leucocitose.

E a leucocitose com neutrofilia?

Sempre que houver uma leucocitose, ela será causada por um aumento em um ou mais dos seus tipos de células de defesa.

Assim, quando surge a leucocitose acompanhada de neutrofilia, significa que houve um aumento significativo de neutrófilos no sangue.

Isso quer dizer que seu corpo está lutando contra uma infecção bacteriana.

Assim, como já dito, as infecções bacterianas agudas são a principal causa de leucocitose com neutrofilia.

Doenças, como pneumonia, otite, amigdalite, meningite, sinusite, erisipela, osteomielite e pielonefrite são causas frequentes desta alteração no exame de hemograma.

Devo me preocupar?

Sim, afinal, há uma infecção acontecendo em seu organismo.


O médico precisa avaliar seus exames e também fazer um exame clínico a fim de definir a causa da sua leucocitose com neutrofilia.

É importante salientar que a leucocitose não é o problema si, ela é apenas uma consequência.

Essa alteração é um aviso de que há uma condição que está estimulando o sistema imunológico, seja ela inflamatória, infecciosa ou neoplásica.


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.