Mulher

Corrimento branco, o que pode ser? Indica doença? Devo me preocupar?

Corrimento branco pastoso corrimento branco leitoso

Corrimento branco, o que pode ser? Indica doença? Devo me preocupar?
4.8 (95%) 4 votes

O corrimento vaginal é comum na mulher e normalmente não é nada grave. Contudo, há algumas doenças importantes que desencadeia a produção de uma secreção esbranquiçada. O corrimento branco pastoso pode indicar doenças. Contudo, o corrimento branco leitoso, costuma ser uma secreção comum que pode mudar de acordo com a época do mês.

Corrimento branco leitoso




Este, costuma ser do tipo fisiológico. Ou seja, é normal, não indica doença. É fácil diferencia-lo, pois ele não tem cheiro e não tem sintomas associados, como coceira vaginal e vermelhidão. Se assim for, não é motivo para preocupação. Afinal, o corrimento branco leitoso, indica, quase sempre o muco de lubrificação vaginal. Contudo, fique atenta para o aspecto desse corrimento, se apresentar odor acompanhado de coceira vaginal, pode ser uma infecção.

Corrimento branco pastoso

Este tipo, costuma ser patológico. Ou seja, é causado por alguma infecção. Neste caso, é possível uma infecção fúngica, bacteriana ou por protozoário. Este, a saber, vai apresentar odor fétido e ainda vermelhidão, ardência e coceira vaginal. Alerta vermelho: procure um ginecologista o quanto antes. Abaixo enumeramos as doenças que podem causa corrimento branco pastoso.

Candidíase: Normalmente, o caso de corrimento branco pastoso mais comum é a candidíase. É uma infecção fúngica causada por leveduras da espécie C. albicans. Este fungo ocorre naturalmente na microbiota vaginal. Porém, um aumento da proliferação destes organismos pode ocasionar a infecção. É uma micose tão comum que estima-se que 3 em cada 4 mulheres terão pelo menos um episódio de candidíase vaginal ao longo da vida. De acordo com um estudo publicado na Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia[1], a candidíase é um dos diagnósticos mais frequentes em ginecologia. Ao mesmo tempo, é o tipo mais comum de vaginite aguda nos países tropicais. Você vai sentir: corrimento branco pastoso ou talhado (tipo queijo cottage), coceira vaginal intensa (dentro e fora), vermelhidão e inchaço na vagina, dor e queimação ao urinar.

Vaginose bacteriana: A vaginose bacteriana é a causa mais comum de corrimento vaginal em mulheres em idade reprodutiva. é caracterizado por um corrimento com mau cheiro. De acordo com um estudo publicado na revista Journal Clinical of Microbiology [2], é caracterizada por um crescimento anormal de bactérias anaeróbias, sendo a mais comum da espécie Gardnerella vaginalis. Assim, o corrimento branco pastoso pode ocorrer com um odor fétido (cheiro de peixe) devido ao aumento considerável do pH vaginal. A evolução da doença fará o corrimento ficar amarelado. Você vai sentir: inflamação e irritação da mucosa genital, cheiro de peixe podre e normalmente, não há coceira nesta infecção.

Artigos médico-científicos: Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia[1], Journal Clinical of Microbiology [2]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo