Alimentação

Este macaco ficou obeso depois de passar meses sendo superalimentado por turistas. “Ele é cumpulsivo e precisa de ajuda”, disse o biólogo





Uncle Fatty (Tio Gordo) é um macaco Rhesus que vivia em um popular ponto turístico de Bangkok, na Tailândia. O pobre animal passou toda a sua vida comendo porcarias oferecidas por turistas que queriam vê-lo cada vez mais gordo. Por questão de comparação, um Rhesus adulto saudável costuma pesar entre 6 e 7 quilos, mas o Tio Gordo estava pesando cerca de 15 quilos, ou seja, o dobro do seu peso!

Os macacos desta espécie são bem comuns nas proximidades deste mercado flutuante onde as pessoas compram alimentos, uma espécie de feira como temos no Brasil. Os turistas passaram a visitar o lugar para conhecer o macaco obeso que mal conseguia andar, a comida era jogada para ele, que, como qualquer humano com este tipo de distúrbio alimentar, colocava tudo para dentro.


O resgate

A fama do Tio Gordo foi crescendo e por isso mais comida chegava até ele. O macaco já apresentava vários sinais de doenças relacionadas a obesidade. Mas sua fama de gordo comilão acabou rivalizando nas redes sociais e todo mundo que visitava o mercado flutuante postava em seus perfis fotos do macaco obeso sobre uma montanha de comida.

Felizmente estas fotos chegaram até especialistas que foram até o local resgatar o animal. Um dos biólogos responsáveis pelo resgate garantiu que a saúde do Tio Gordo ainda pode ser salva e que ele sofre de um tipo de  compulsão alimentar, tal como acontece com os humanos e precisa de tratamento. Tio Gordo foi levado para um santuário de animais que fica a pouco mais de 160 quilômetros de distância do parque onde ele vivia e passará a seguir uma rotina exercícios físicos diários e receber uma dieta mais saudável.

Tio Gordo já não conseguia caminhar e vivia se arrastando de um lugar para outro.

Esta história que terá um final feliz, com certeza, serve de alerta para as pessoas que gostam de alimentar indevidamente seus animais de estimação. Conforme já mostramos o caso do cão que precisou de tratamento para obesidade, diversos outros animais passam hoje pela mesma situação. Fica a dica!

Agora no santuário, Tio Gordo está reaprendendo a comer frutas e comidas mais adequadas para sua espécie. Milk Shake nunca mais!

Fonte : livescience / megacurioso
Imagens: megacurioso

Novidades

Topo