Descubra porque seu pulmão fica carregado de catarro quando você fica gripado

 “Gostaria de saber como se forma o catarro nos pulmões e para qual o objetivo” (Weverton Messias)

Olá Weverton! Na verdade, o que a gente chama de catarro (popular) é chamado de muco na ciência. O muco é produzido por algumas membranas especializadas do nosso organismo chamadas de membranas mucosas que são responsáveis pela proteção de superfícies que entram em contato com o meio externo, ou seja, podemos encontrar a membrana mucosa no sistema respiratório, sistema digestório e em alguns órgãos específicos. Esse muco é produzido por uma célula especializada chamada de caliciforme que produz constantemente glóbulos de muco, essa mistura é formada, principalmente, por glicoproteínas, proteoglicanas e água que são sintetizadas no ergastoplasma e no complexo golgiense dentro das células.

Então, o muco é produzido diariamente para que nosso organismo seja protegido contra microrganismos, como vírus e bactérias. No sistema respiratório, principalmente nos pulmões, onde ocorre uma grande quantidade de troca gasosa e de fluidos há uma grande concentração de produção de muco “benéfica”, evitando que patógenos ultrapassem para a nossa circulação sanguínea e evite uma possível infecção. Esse muco além de ser uma barreira física contra esses microrganismos, já que ele consegue fixá-los e impedir sua locomoção, ele consegue destruir essas bactérias e vírus, pois o muco produzido pelos pulmões possui certas proteínas com atividade bactericida, como a lisozima e anticorpos.

O muco normal tem uma aparência clara, líquida e um pouco espesso, onde contém muitos sais e proteínas, como explica o pneumologista Ciro Kirchenchtejn do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. Um individuo normal, sem nenhuma doença, consegue produzir cerca de 1,5 litros de muco diariamente. Além da proteção contra invasores, o muco ajuda a manter a umidade das vias aéreas evitando o ressecamento.

fatores-que-prejudicam-exames

Muitas vezes nosso organismo, principalmente o sistema respiratório começa a produzir muito muco e isso tem uma explicação bem simples e pode ocorrer por diversos fatores, como: frio excessivo, infecção viral, bronquite, asma, sinusite, pneumonia, enfisema, alergias, tuberculose, entra outros. Todas essas possíveis causas desencadeiam uma produção exagerada de catarro (muco) e sua produção começa a se misturar com alguns patógenos e mudar sua composição, como por exemplo, quando o catarro começa a ficar amarelado pode ser sinal de infecção viral ou bacteriana.

Portanto, quando ocorre esse excesso a ponto de começar a expelir ou mudança de cor, cheiro e consistência é necessário procurar ajuda médica, pois pode ser sinal de alguma patologia ou problemas no sistema respiratório. Nunca realize a automedicação e sempre procure um especialista médico para avaliar e realizar o diagnóstico correto, pois quanto antes descobrir a causa melhor e mais eficiente será o tratamento.

Sites: minhavida/ saude-info
Artigos: O muco traqueobrônquico... / Hidratação nasal e ... / Filtro higroscópico e hidrofóbico...
Imagens: Reprodução/ mdsaude/ clickgratis