Anomalias e doenças

Beijar na boca transmite HIV?



“Gostaria de saber se podemos pegar HIV pelo beijo. Eu fiquei com um menino na balada e, aparentemente, ele tinha uma feridinhaedw no canto da boca, se ele tiver HIV eu posso ter pegado?” (Jéssica)

 Jéssica, beijar é sem dúvida uma delícia. Quando beijamos, movimentamos 29 músculos e queimamos aproximadamente 12 calorias. No momento do beijo, há uma troca de aproximadamente 250 microrganismos (vírus, bactérias, fungos). E com isso, algumas outras doenças também pegam ‘carona’, como por exemplo a gripe suína (H1N1), meningite, mononucleose, cárie (sim! Cárie também passa pelo beijo), sífilis, herpes (feridinhas ao redor da boca) e etc. Então, cuidado ao sair distribuindo beijos por ai, ele pode te custar caro!


 HIV é a sigla em inglês para Vírus da Imunodeficiência Humana Adquirida. A AIDS é uma doença infecciosa, transmitida pelo HIV. Para se ter AIDS é preciso estar contaminado com o vírus HIV; não existe AIDS sem a presença do vírus.É importante diferenciar o HIV da AIDS. HIV é o vírus, enquanto que a AIDS é a doença causada pelo vírus; é possível ter o HIV e não ter AIDS. O HIV é transmitido toda vez que um fluído contaminado entra em contato com alguma área do corpo vulnerável a invasões.

Os tratamentos avançaram muito nas últimas décadas, mas ainda não existe cura para a doença. Há relatos de algumas pessoas, que por alguma intervenção, conseguiram extinguir o vírus do organismo. Mas vide regra, ainda não há cura. Não se pega HIV beijando (não há relatos na literatura), assim como não se pega, compartilhando talheres, assento de ônibus, aperto de mão ou abraços, vasos sanitários, pelo ar, tosse, espirro, lágrima, dentre outras ações que não envolvam contato direto com sangue contaminado.

As principais formas de contágio do HIV é através de relações sexuais (anal, vaginal e oral) sem o uso do preservativo, caso seu parceiro esteja contaminado; através de troca de sangue contaminado (transfusão, compartilhamento de seringa); da mãe para o bebê durante o parto ou durante a amamentação.

Não existe relatos de pessoas que contraíram HIV pelo beijo. Foto: Reprodução/ego

Não existe relatos de pessoas que contraíram HIV pelo beijo. Foto: Reprodução/ego

 

Fonte: mdsaude, gapabs
Este texto é de autoria do Biólogo Paulo Alex

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.