Homem

Sangue no esperma: há algo errado com você?

Sangue no esperma: médico explica o que pode ser e o que fazer
Sangue no esperma: há algo errado com você?
4.4 (88%) 5 votes

Sangue no esperma é conhecido na linguagem médica como hemospermia ou hematospermia.

Muitos homens já tiveram a experiência de ejacular um esperma de cor diferente do leitoso habitual, como amarronzado, por exemplo.

Contudo, quando há sangue no sêmen a preocupação é redobrada.

Mas, o que é hemospermia?

Hematospermia ou hemospermia é a presença de sangue no esperma ejaculado.

Apesar de assustador, o sangue no esperma, na maioria das vezes, não significa absolutamente nada de importante, principalmente para homens jovens, com menos de 40 anos.

Os urologistas dizem que na grande parte dos homens que buscam diagnóstico para este problema não apresenta nada grave.

Já que, a cor diferente no esperma pode ser provocada por sexo em excesso ou mesmo por um longo período de abstinência sexual.

Mesmo assim, os especialistas alertam que é importante procurar um urologista e realizar uma investigação uma vez que, a hematospermia também pode representar doenças graves como o câncer de próstata, por exemplo.

O que pode ser sangue no esperma?

Quase sempre, a alteração na cor do esperma acontece sem apresentar sintomas, ou seja, não há dor, ardor, coceira.

A maioria dos homens pensa logo em câncer ou algo mais grave.

Contudo, normalmente, o sintoma se vai e a causa acaba nem sendo revelada.

Mas, há pelo menos quatro doenças mais comuns que podem resulta em esperma com sangue.

1. Lesões no genital

Muito comuns em homens mais jovens, as lesões na região genital, podem romper os microvasos sanguíneos e resultar em um pequeno sangramento que pode sair com o sêmen.

Às vezes uma bolada no futebol,  uma pancada pode causar este tipo de sangramento causando dor na virilha e hematospermia.

Aliás, até mesmo o fato de tentar segurar a ejaculação pode fazer uma pressão e causar esse pequeno sangramento.

  • O que fazer? Geralmente, esse sintoma some em 2 ou 3 dias. É bom observar, febre, dor, vermelhidão. Caso aconteça, um urologista precisa ser acionado quanto antes.

2. Medicamentos

Ao fazer uso de medicamentos com poder anticoagulante como aqueles à base de Varfarina ou Aspirina, podem surgir manchas de sangue no esperma.

Esses medicamentos favorecem o sangramento dos pequenos vasinhos que se encontram no caminho do sêmen, resultando na saída de sangue durante a ejaculação.

  • O que fazer? Se em 3 dias o esperma continuar vindo com traços de sangue, é bom avaliar junto ao médico a possibilidade de suspender a medicação e/ou investigar melhor esse sangramento. Se o sangramento desaparecer, fique tranquilo. Não foi nada de mais!
sangue no esperma

Apesar de parecer assustador, o sangue no esperma não costuma ser algo grave. Mas, em caso de 2 meses com o problema, procure um urologista.

3. Inflamação

Qualquer inflamação no aparelho reprodutor pode resultar em sangue no esperma.

A inflamação das vesículas seminais é uma causa comum de sangue no esperma.

Assim, a inflamação de qualquer glândula, duto, tubo ou órgão envolvido nos genitais masculinos pode causar sangue no sêmen, como, por exemplo:

  • Prostatite (inflamação da próstata), que pode causar dor, problemas de micção e disfunção sexual.
  • Epididimite (inflamação do epidídimo, ou o tubo espiralado no fundo do testículo onde o esperma é armazenado), na maioria das vezes causada por uma infecção bacteriana. Os sintomas são: escroto vermelho ou inchado, dor testicular e sensibilidade em um dos lados, secreção e dor ao urinar.
  • Uretrite (inflamação da uretra), que pode causar dor ao urinar, prurido ou ardor perto da abertura do pênis, ou secreção peniana.

Em todo caso de suspeita de inflamação, um médico deve ser consultado. Há uma série de outros problemas que podem causar uma inflamação e é preciso medicar isso.

4. Próstata aumentada

Um problema conhecido como hiperplasia prostática benigna, é um dos campeões em causar o sangue no esperma.

Normalmente, a próstata aumentada é um problema muito frequente em homens após os 50 anos.

Na maioria das vezes, este problema é acompanhado de outros sintomas como dor ao urinar, dificuldade ou vontade de urinar repentina.

Como o próprio nome já diz, é uma condição benigna, ou seja, apesar de ter os sintomas parecidos com câncer de próstata, não é nada tão grave.

  • O que fazer: realizar exame de próstata, principalmente se tiver com mais de 45 anos. Um urologista deve ser consultado para avaliação e tratamento.

5. Doenças do sexo

As doenças sexualmente transmissíveis como clamídia, herpes genital e gonorreia podem resultar em um ejaculado com sangue.

O sangramento acontecer nestes casos, mas é importante investigar, pois, quando a doença está evoluída, o sangue no esperma é um dos sintomas.

  • O que fazer: caso surjam outros sintomas como corrimento saindo do genital, dor ao urinar ou febre, é aconselhado consultar um urologista para realizar exames de sangue

Tratamento caseiro para hemospermia

Quando o sangue no esperma é resultado de um trauma, um repouso já é o suficiente para que o corpo se recupere.

De qualquer forma, se tiver algum inchaço na virilha, pode aplicar gelo na área por 10 a 20 minutos de cada vez, mas não mais do que isso.

A maioria dos casos de hematospermia resolve-se por conta própria.

Fique de olho nos seus sintomas e procure um médico se eles piorarem ou persistirem por mais de 2 meses.

Quanto tempo dura a hemospermia?

Quando a causa envolve uma lesão na área, normalmente, com repouso sexual e de esforços, o sangue no esperma não persiste por mais de 30 dias.

Mesmo os sangramento masculino causado por inflamações (prostatite, epididimite e uretrite) se resolvem dentro de 1 a 2 meses.

Se a hemospermia persistir para além de 2 meses, uma investigação adicional é recomendada para determinar a causa.

Um estudo publicado no periódico científico Urology [1], portanto, analisou homens com sangue no esperma por mais de dois meses e 14 deles realmente tinham anormalidades.

Dilatação ou formação de cisto na vesícula seminal foi observada em 13 pacientes, e, ao mesmo tempo, uma dilatação da estrutura da linha média foi observada em 3 deles.

Intensidade de sinal anormal das vesículas seminais foi observada em 11 pacientes,  devido à hemorragia subaguda.

Sangramento no homem após a relação

Quando o sangue aparece no esperma sempre após a relação, a causa está, na maioria das vezes, relacionada a muito esforço ou intensidade durante o ato sexual.

Ao mesmo tempo, segurar a ejaculação, pode também causar o problema.

Considerações finais

Em suma,  o sangue no esperma é uma condição que assusta até mesmo os homens mais experientes.

Mas, normalmente, não indica nada sério, de fato.

Se em 1 ou 2 meses a condição persistir, é indispensável buscar ajuda médica para um diagnóstico mais preciso.

 

Última atualização 5 de abril de 2019  Artigo médico-científico: Urology [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo