Sua saúde

Doença de Alzheimer: Pesquisadora inventa teste caseiro que determina a predisposição à doença muitos anos antes dos sinais

Doença de Alzheimer: teste caseiro mostra quem tem predisposição
Doença de Alzheimer: Pesquisadora inventa teste caseiro que determina a predisposição à doença muitos anos antes dos sinais
4.7 (93.33%) 3 votes

A doença de Alzheimer (DA) é um distúrbio degenerativo do cérebro. A doença se desfaz e destrói as células cerebrais e os neurônios que conectam as células cerebrais umas às outras. Esse dano, decerto, causa um declínio na memória, no comportamento e nas capacidades mentais. Infelizmente, é uma doença debilitante progressiva que não tem cura.

Sabe-se, no entanto, que a capacidade de sentir cheiros pode ser uma pista importante para diagnosticar antes mesmo que os sintomas de Alzheimer mais graves apareçam. Pesquisadores da Pensilvânia , então, descobriram que pacientes com Alzheimer sempre relatavam que a comida estava perdendo o cheiro e o sabor. Baseando nisso, realizaram este estudo. Por fim, descobriram que um dos primeiros sintomas da doença, muitos anos antes da manifestação, pode ser a perda do olfato. O estudo foi publicado na Journal of Neurology [1].

Foi aí que Jennifer Stamps, uma estudante de pós-graduação da Universidade da Flórida, encontrou uma maneira incrível de prever se o paciente vai sofrer de doença de Alzheimer. O teste pode ser feito em casa mesmo, usando coisas que temos uso diário. A esperança, decerto, é de encontrar uma maneira não invasiva e barata de detectar o mal de Alzheimer. Afinal, se o teste se confirmar eficiente a doença será descoberta em estágio inicial. Para o experimento, foram selecionados indivíduos cognitivamente normais:

  • 18 pacientes diagnosticados com provável doença de Alzheimer
  • 24 pacientes com comprometimento cognitivo leve
  • e, por fim, 26 pacientes com outras causas de demência

Os pesquisadores descobriram, então, que o teste da manteiga de amendoim destacou, realmente, os pacientes predispostos ao mal de Alzheimer.

Como fazer o teste da doença de Alzheimer

A manteiga de amendoim é um odorante puro. Ou seja, espalha odor agradável com facilidade. Assim , acessa o nervo olfativo do corpo humano com facilidade. O teste, a saber, inclui uma régua métrica e 14 gramas de manteiga de amendoim. Podemos dizer que é algo em torno de uma colher (sopa) cheia.

Durante o teste, o paciente deve manter olhos e boca fechados, ao mesmo tempo, bloqueia uma das narinas. Dessa forma, o médico mede a distância a partir do qual o paciente consegue sentir o cheiro da manteiga. Este processo é repetido com a outra narina, após 90 segundos.

Normalmente, se os resultados mostram que a narina esquerda do paciente é pior em detectar o odor, é um sinal claro de uma possível tendência a doença de Alzheimer. Alguns médicos só consideram este teste válido quando a diferença entre uma narina e outra é de 10 centímetros.

 

Artigo médico-científico: Journal of Neurology [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 




Topo