Sua saúde

É verdade que podemos curar feridas, em casa, usando açúcar?

É verdade que podemos curar feridas, em casa, usando açúcar?
5 (100%) 5 votes

É verdade. Já há muito tempo o açúcar é utilizado curar feridas, úlceras e similares. Os cirurgiões egípcios aplicavam açúcar em feridas, desde 1700 a.C. através de combinações de mel e unguento. O açúcar era, sobretudo, aplicado diariamente na lesão com ataduras de pano fino. Atualmente, nos países em desenvolvimento, o mel continua sendo usado no tratamento de feridas infectadas. Uma vez que, diversos estudos garantem sua eficácia. Isso, mesmo quando o tratamento é feito em casa.

Sobre o açúcar, um estudo publicado na Revista da Associação Médica do Rio Grande do Sul (1) realizou um acompanhamento clínico em 30 pacientes portadores de patologias cirúrgicas variadas. Alguns desses, tiveram infecção de pele e tegumento tratadas exclusivamente com açúcar. Os autores obtiveram bons resultados em todos os casos independente do tipo de germe. Ao mesmo tempo,  o local infectado também não influenciou na melhora, além de não ter verificado hiperglicemia em nenhum paciente. Assim, este estudo, mostrou que o açúcar  tem ação inibidora no crescimento de microrganismos patogênicos. Ao mesmo tempo, parece também ter poder anti-inflamatório.

Porém, no meio científico ainda há controvérsias sobre os resultados obtidos nos estudos feitos. Um estudo publicado na Revista Latino-americana de Enfermagem (2), acompanhou 25 pacientes com infecções pós operatórias. Conforme os autores, o  açúcar não influenciou o processo de cicatrização de incisões cirúrgicas infectadas de indivíduos desnutridos, obesos e com idade avançada. Além disso foi observada um aumento no número de micro-organismos encontrados no local do ferimento tratado com açúcar.

Já em um estudo feito recentemente no Reino Unido os resultados foram outros. Os cientistas disseram que despejar açúcar granulado diretamente sobre as feridas, pode ajudar na cura quando os antibióticos falharem. Ainda segundo o estudo o açúcar tira a umidade do local ferido, impedindo a proliferação de bactérias, causando uma aceleração da cicatrização. O médico responsável pelo estudo já tratou 35 pacientes com sucesso, tendo até mesmo casos de cicatrizações em amputações.

O que concluímos, então?

Portanto o que se sabe atualmente é que o açúcar pode sim ajudar na cicatrização. Contudo, para alguns grupos de pessoas ele pode não ser benéfico, podendo até mesmo prejudicar na recuperação. A melhor forma de evitar qualquer erro é só utiliza-lo depois de passar por um médico. Desse modo, somente um profissional pode conhecer os efeitos benéficos do açúcar e receita-lo da melhor forma.

Leia também:Por que a água oxigenada borbulha em contato com as feridas?

hospitaldaher   Artigos científico: (1)   (2)

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo