Vídeo mostra como acontece a ejaculação masculina? |vídeo

Ejaculação: vídeo mostra o que acontece quando o homem ejacula

Apesar de parecer complicado esta reação no organismo é relativamente simples.

Antes de ejacular o homem precisa estar com o órgão genital ereto.

Para que a ereção com fins sexuais aconteça, é preciso que o cérebro seja estimulado visualmente ou mentalmente.

Para o órgão genital ficar ereto é preciso que bastante sangue preencha os espaços vazios.

Somente após a estimulação cerebral é que os neurônios são ativados e enviam um sinal químico para o pênis, avisando que os vasos sanguíneos precisam relaxar para que o sangue possa fluir para o órgão.

Quando o sangue chega lá, o aumento da pressão o aprisiona dentro dos corpos cavernosos, estruturas de tecido erétil parecidas com esponjas.

Isso faz com que o órgão mantenha a ereção até o relaxamento proporcionado pela ejaculação.

Assim, a ereção só é revertida quando o fluxo de sangue é interrompido e canais de escoamento são abertos permitindo que o sangue saia e o genital se torne flácido.

A ejaculação é a liberação do sêmen durante o clímax, acionada quando o homem atinge o nível máximo de excitação.

Como já dito, a estimulação sexual excita o nervos penianos e envia sinais químicos e impulsos para a medula espinhal e daí para o cérebro onde sinais químicos são novamente enviados para a medula e voltam para o órgão sexual.

Este ciclo desencadeia a ejaculação.

Na verdade, a ejaculação tem duas fases:


Na primeira fase, os canais deferentes, aqueles tubos que armazenam e transportam o esperma vindo dos testículos, se contraem e expulsam o esperma (contendo os espermatozoides) para a parte posterior da uretra (vídeo).  Na parte de trás da uretra, as vesículas seminais também liberam secreções simultaneamente.

Inicia-se a segunda fase, quando a uretra posterior detecta as secreções e envia sinais para a medula. A medula, por sua vez, envia fortes sinais para os músculos basais do órgão genital fazendo com que este se contraia vigorosamente a cada 0,8 segundos e isso causa um pulsação que expulsa o sêmen para fora do pênis.

O vídeo mostra o movimento dos fluídos pela uretra:


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.