Estudo aponta que alteração repentina de humor pode ser vestígio de demência

Você começa o dia feliz e depois de 5 minutos está irritado. Depois fica feliz e aí fica triste e depressivo? Cuidado, isso pode ser um indício de que você terá demência. Não se preocupe acontece com muita gente atualmente. Demência é uma condição em que ocorre perda da função cerebral. É um conjunto de sintomas que afetam diretamente a qualidade de vida da pessoa, levando a problemas cognitivos, de memória, raciocínio e afetando, também, a linguagem, o comportamento e alterando a própria personalidade.

Uma pesquisa foi realizada pela London College University da Inglaterra com 48 pacientes que possuem demência frontotemporal. Familiares e amigos dos pacientes responderam uma série de perguntas e afirmaram que muitos dos pacientes tiveram instabilidade de humor antes de terem resultado positivo para a demência. Um dos sintomas era rir do nada em um funeral por exemplo. Que desagradável!

Estes pesquisadores ainda não afirmam que isso é com 100% um sintoma, mas disseram que pode ser um indício, tendo inclusive vários tipos. A frontotemporal é uma das mais raras. A área afetada nesta demência é o lobo frontal o qual é responsável pela personalidade e comportamento. A pessoa perde a vergonha, se tornando mais impulsivas o que as priva de uma vida normal em sociedade.

transtornobipolar1widejpg_620x385

Como foi a pesquisa

Colocaram 48 pacientes para assistirem Mr. Bean e Monty Python, além de avaliar o comportamento deles em situações adversas. Todos pacientes afirmaram que tiveram mudanças significativas de humor anos antes da demência ser diagnosticada. Muitos deles perderam a noção de humor, vindo a rir em eventos trágicos, e viram que grande parte deles prefere comédias como Mr. Bean ao invés de Mony Python, quando comparados a pessoas de idade semelhante.

Um dos casos foi verificado, quando um homem se tramou no riso frenético ao ver a esposa com graves queimaduras pelo corpo. De acordo com Simon Ridley, do Alzheimer’s Research UK, ONG de prevenção e combate ao Mal de Alzheimer, recomenda que as pessoas procurem ajuda médica o mais rápido possível ao notarem mudanças extremas de humor. Ele também argumenta: “devemos de olhar  de uma diferente forma para os sintomas que se alteram dia a dia e o relacionamento com os pacientes“. Somente dessa forma poderá se ter um diagnóstico adequado e preciso para esses casos de demência.

Fontes: alz/bbc/ minhavida  Imagens: revistadominios/ minhavida