Curiosidades

“O frio da morte”, “rigidez cadavérica” e outros. Veja os fenômenos que acontecem com o corpo logo após a morte

Fenômenos cadavéricos: Veja o que acontece no corpo depois da morte

“Queria saber quais são os primeiros fenômenos cadavéricos. O que acontece depois da morte? Paulo Henrique 

Paulo, embora seja um assunto bastante bizarro, é normal entendermos por que o corpo passa por diversas mudanças quando uma pessoa morre. Bem, quando o coração pára de bater, as células do corpo e os tecidos param de receber oxigênio, isso vai causar a morte de todas elas. As células do cérebro são as primeiras a morrer (geralmente entre três e sete minutos). As últimas são as células ósseas e da pele que sobrevivem ainda por alguns dias.




O frio da morte

O processo de decomposição do corpo começa alguns minutos depois da morte. Quando o coração para, nós experimentamos o algor mortis ou o frio da morte, quando a temperatura do corpo esfria em uma média de 1,5 ºC por hora, até atingir a temperatura ambiente. Quase imediatamente, o sangue se torna mais ácido com o acumulo do dióxido de carbono. Isso é o que faz com que as células comecem a se dividir, esvaziando as enzimas dos tecidos.

Rigidez cadavérica e pele pálida machada de roxo



O sangue, que não está mais sendo bombeado pelo coração, começa a ser drenado dos vasos sanguíneos para as partes inferiores do corpo, isso causa aquela aparência pálida em alguns lugares e mais escura em outros. Três horas após a morte, começa o “rigor mortis” (o endurecimento dos músculos) que se dá pela desidratação dos tecidos e órgãos. Após 12 horas, o corpo esfria e dentro de 24 horas (dependendo da gordura corporal e das temperaturas externas) perde todo o calor interno em um processo chamado algor mortis (esfriamento do corpo). Depois de 36 horas, o tecido corporal começa a perder sua rigidez e, de 48 a 72 horas, a rigidez cadavérica diminui.

♥ O que acontece com o sangue quando morremos?

Ação de bactérias e enzimas

Conforme as células morrem, as bactérias dentro do corpo começam a desintegrá-lo. Enzimas no pâncreas fazem com que o órgão se dissolva sozinho. O metabolismo bacteriano ajuda a liberar gases como metano e sulfeto de hidrogênio e isso “infla” os órgãos. O corpo logo assume uma aparência horrível e começa a cheirar mal. Tecidos em decomposição liberam uma substância esverdeada. Os pulmões expelem um fluído pela boca e pelo nariz.



Larvas de inseto

Dependendo de onde o corpo estiver, os insetos são os primeiros a perceber tais sinais. O corpo humano oferece alimento e é um ótimo lugar para depositarem seus ovos. Uma mosca pode se alimentar bem com um cadáver e depois liberar até 300 ovos (ou larvas) sobre ele. As larvas famintas são muito eficientes, começam se alimentando das partes externas do corpo (raspando fluídos que eventualmente escorrem). Nas várias etapas do crescimento das larvas, elas se movem em grupo, se alimentando de carne em putrefação e soltam enzimas que ajudam a tornar o corpo em uma substância pegajosa.

O ambiente no qual o corpo está afeta diretamente no índice de decomposição: Corpos na água se decompõem duas vezes mais rápido do que aqueles enterrados no solo. O processo é mais lento embaixo da terra, onde a penetração de oxigênio é mais dificultada já que algumas bactérias necessitam de oxigênio para sobreviver.

Corpo encerado

Depois da putrefação, não demora para que seu corpo se transforme apenas em esqueleto. No entanto, alguns corpos – especialmente aqueles que entram em contato com água ou terra gelada – podem desenvolver o que é conhecido como adipocere, um material adiposo formado nos tecidos do seu corpo, atuando como um conservante natural dos órgãos, fazendo com que você demore muito mais para ficar parecido com um zumbi. É possível que, por algum tempo, depois de morto, você pareça ter fugido de uma exposição do Madame Tussauds.

Fonte: Como Tudo Funciona/ megacurioso
40 comentários

40 Comments

  1. Sarah de Mello

    em

    Por isso que temos que fazer a vida valer a pena , tudo isso acaba .Otima matéria !!!! Parabens

  2. Janaina Rochido

    em

    Apesar de nojento, é muito interessante! Curti a página no Facebook e estou adorando saber dessas curiosidades – a Biologia é linda!

  3. Muito interessante!
    A múmia seria prima da Amy Winehouse? Ou a própria? rsrs

  4. Vinicius Alvim

    em

    Parabéns pela postagem, super informativa !
    Se me permite uma pequena correção, no penúltimo parágrafo, terceira linha de baixo para cima, está escrito “cresciemnto” no lugar de crescimento !
    Mais uma vez parabéns pela postagem e obrigado por divulgar tanta informação.
    Abraços 🙂

  5. Murilo Henrique

    em

    Sera que você poderia fazer um poste sobre o nascimento dos leões brancos e afins ? é que eu tenho muito interesse em saber mais sobre esses animais e poder eu agradeceria muito e desde já obrigado pela atenção.

  6. Obrigada por não postar as imagens de cadavers “normais”. Mumias parecem ser menos horrorendas, sei lá. Eu ficaria com medo. o/

    Acho que biologia é muito legal, mas eu não teria estomago. Acho que por isso estudo ciências exatas.

    Um amigo disse que você ainda pegou leve, que tem coisas mais pesadas acontecendo.

    Também já ouvir/li que 5 anos depois quando você abre um caixão você vê as unhas e cabelos mais compridos. Confirma isso? (deu medinho de pesquisar e me deparar com uma imagem que daria medo, apesar de que existe plugins nos browsers para não mostrar imagens).

    E parabéns por tornar biologia algo aparentemente simples 🙂

  7. guillherme

    em

    mentira quando voce morre é chessus que destroi ele
    é CHESSUSSSSSSSSSSSSS

  8. Janaína Flamisse

    em

    kkkkkkkkkk.. realmente ninguem merece msm as imagens do google, muitíssimo interessante esse artigo 😉

  9. maria aparecida guilger

    em

    É só a morte mesmo pra nos mostrar que somos todos iguais, e que vamos apodrecer! Ótimas informações, eu sempre imaginei que fosse assim mesmo! Só me pergunto porque somos tão diferentes enquanto temos vida???????Pra quê?????Era pra vivermos juntos e felizes, pois a morte é certa, e ainda tem mais, a doação dos órgãos ajuda outros a viverem melhor, e não vão apodrecer sob a terra!!!!!

  10. antonio

    em

    pq eu fui procura imagens e cadáveres no Google? pqqq? pqqqq? 🙁

    • Danielle

      em

      pois eu sou uma vitoriosa e consegui dominar minha curiosidade de fazer isso. ¬¬

    • Thiago

      em

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK… A curiosidade, as vezes, é triste!!! Eu também fiquei tentado a procurar, mas me segurei!!!

    • viviane

      em

      Eu tbm fui procurar os cadaveres do google..hehehehe

  11. Muito interessante mesmo saber isso, e nos faz pensar que não somos nada alem de futuros alimentos para insetos, Otimo artigo e bem educativo Obrigado.

  12. Jorge Dias

    em

    Aí um ótimo assunto mesmo. Parabéns! Um outro assunto interessante para ser abordado é: “O que é vida?” Já que “estudamos” ou nos interessamos por “vida”, seria legal destrinchar ela um pouco.

  13. o.o

    em

    Cruz Credo, as imagens são fortes mesmo néh? O.O

    • FABIO

      em

      QUEM É QUE MORRE E AINDA FICA BONITA? NINGUÉM É CLARO É POR ISSO QUE SE ENTERRA OU É CREMADO!

  14. sah

    em

    E o cabelo permanece? e.e

    • Alex

      em

      Por um bom tempo sim. Os cabelos são bastante refratários à decomposição.

  15. Luiza Reissinger

    em

    Uma coisa que sempre tive curiosidade em saber,como fazemos pra identificar um corpo no qual foi carbonizado?Como sabemos se o corpo era feminino ou masculino?

    • Alex

      em

      Ola
      Sou perito criminal e, como outros leitores, também alerto sobre o equivoco do rigor mortis.
      Quanto ao carbonizado, temos vários caminhos.
      1- Se a carbonização não foi completa, como normalmente acontece, é possível perceber nos restos características relacionadas ao sexo.
      2- Em caso de maior carbonização, temos características nos ossos que nos ajudam a definir o sexo. O exame da arcada pode até revelar identidade.
      3 – Em casos mais extremos, podemos ainda recorrer ao DNA, que em caso de suspeita, nos informará sexo e identidade com grande margem de certeza.

  16. Brenna

    em

    Adorei a postagem! Bastante instrutiva. Parabéns!
    Sou graduanda em Biologia e interpretei o trecho abaixo como um equívoco, pois o “rigor mortis” ocorre em função da liberação de íons cálcio no sarcômero, o que permite a interação entre a actina e a miosina, ocorrendo a contração muscular.
    Ou seja, está mais relacionado à falta de ATP (energia) no corpo, que é necessário para reter os íons cálcio no retículo sarcoplasmático contra o gradiente de concentração.

    “Três horas após a morte, começa o “rigor mortis” (o endurecimento dos músculos) que se dá pela desidratação dos tecidos e órgãos.”

    • Julio Souza

      em

      Parabéns pela postagem e todos os artigos! São excelentes.

      Sou veterinário e concordo com a Brenna a respeito de um equívoco na explicação do processo de rigor mortis.

  17. Tiago

    em

    Nossa!muito bom mesmo esse site,agora eu sei em quanto tempo um corpo(morto) esfria.

  18. Raissítta

    em

    Eu prefiro ficar só na imaginação… Não procurei as imagens no google! :/

    • Amanda

      em

      To contigo !!! Vamos apenas imaginar …

  19. Lucival

    em

    E por onde as moscas entram pra depositarem seus ovos se o corpo esta enterrado?
    Se as moscas não colocarem ovos nao há como ter larvas.

    • Nessie

      em

      Elas não entram, só tem uma especie que eu esqueci o nome que consegue cavar e chegar no cadáver mais essas são bem menores do que as tradicionais então conseguem entrar até mesmo nas covas de cemitério.

      • Nessie

        em

        É uma Stratiomyidae eu estava a confundir, ela tem em media 0.7 cm a de 0.2 cm é a Phoridae e ela não consegue cavar.

  20. Leonardo

    em

    uuuh… realmente, ninguem merece as fotos de cadaveres do google… aff

  21. Roger LaFontaine

    em

    Muito bacana a matéria e o site. No entanto o rigor mortis deve-se a falta de ATP que não permite a que o complexo Miosina-Actina se desfaça, e assim o músculo não relaxa…

  22. wesley

    em

    Muito didático, quando mostrar isso para minhas filhas, aposto que ficarão radiantes e muito mais interessadas pois pretendem ser médicas. Comprimento aos criadores desse site, pelo o grande esclarecimento que nos prestam. Sinto-me bastante enriquecido culturalmente quando leio estas CURIOSIDADES. Parabens.

  23. silvana silva

    em

    muito bacana, Parabéns pela pagina!!

  24. Carolina Beatriz

    em

    Ótima matéria e ótimo texto meus parabéns! Concordo plenamente em cada palavra sobre sua última frase.

  25. Bonnie

    em

    Nossa, o cabelo dessa múmia inca tá melhor que o de muita mulher viva por aí…

    • KAROL

      em

      Verdade, eu tou até com inveja do cabelo dela!

  26. taylor jc

    em

    muito bom vou apresentar no club de ciências alquimia

  27. Carol

    em

    Adoro biologia e sempre me surpreendo com as curiosidades que vocês postam. Parabéns pela página!
    Quanto a matéria, muito legal, nos leva a refletir sobre o quão vulneráveis somos.

  28. Paula Berthold

    em

    http://g1.globo.com/Noticias/PopArte/0,,MUL1284354-7084,00-DOUTOR+MORTE+QUER+EXIBIR+CADAVERES+EM+POSICAO+DE+ATO+SEXUAL.html

    Uma opção para os cadáveres do Google (também fui olhar…kkkkk) …não fica nem muito Longe daqui…acho que vou lá qq dia desses.

  29. Ró Rodrigues

    em

    Essa página é nota 10! Parabéns!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo