Anomalias e doenças

Muito cuidado! Comer couve do jeito errado pode adoecer sua tireoide. Veja como fazer tudo certo



Quando você imaginaria que uma das folhas mais utilizada em dietas e sucos “detox” está sendo vista como uma provável vilã para a saúde? A couve é rica em vitamina A, B6, C, K  e cheia de minerais como o cálcio e ferro a couve ajuda a prevenir e combater diversas doenças. Ela possui ação vermífuga, ajuda a combater problemas do fígado e estômago, é muito aconselhada para amenizar a asma e bronquite e, possui ação laxativa. Além de tudo isto, a couve possui alguns compostos como os fenólicos que segundo pesquisas, tem sido eficaz em diminuir a multiplicação de células cancerígenas.

O grande problema é que apesar de seus benefícios comprovados, a folha de couve não está liberada para ser ingerida em excesso. É preciso respeitar seus limites de consumo para não arriscar tem problemas da tireoide.


Mas, o que acontece se comermos couve além do permitido?

O risco mais do consumo excessivo de couve é desenvolver o hipotireoidismo. Isso porque, a couve tem uma substância conhecida como pró-goitrina, que ao ser ingerida se transforma em goitrina que atrapalha a entrada do iodo na glândula tireoide e por isso diminui a capacidade de liberação de hormônios. A couve também contém uma boa quantidade de tiocianato, outra substância que também diminui a absorção do iodo no organismo e portanto, dificulta o bom funcionamento da tireoide.

Pesquisadores garantem que o excesso de couve pode desencadear hipotireoidismo, no entanto a ciência ainda sabe pouco sobre essa relação de causa e efeito. Um estudo publicado no periódico Human & experimental toxicology, mediu o choque sobre a tireoide causado pelo consumo diário de 150 de couve-de-Bruxelas cozida durante 4 semanas e os pesquisadores não encontraram qualquer mudança na liberação de hormônios pela glândula. O cozimento obviamente reduz a ação das substâncias que agem sobre a tireoide e esse pode ser o motivo o motivo pelo qual não foram encontradas alterações. No entanto, outro estudo publicado no The New England Journal of Medicine, descreveu o caso de uma idosa, que comia diariamente de 1 kg a 1,5 kg de couve para melhorar os sintomas de diabetes e, após meses de consumo excessivo, ela desencadeou um quadro de hipotireoidismo agudo seguido de coma.

receita-de-suco-de-couve

Então quanto eu posso comer de couve?

Os especialistas afirmam que dificilmente uma pessoa poderá desencadear um quadro de hipotireoidismo pelo consumo de couve de forma moderada. Comer 5 folhas grandes de couve por dia é uma quantidade segura e trará muitos benefícios à saúde. A couve crua mantém ativas as substâncias que agem negativamente sobre a tireoide. Então. É necessário ser mais cauteloso para não exagerar no consumo. O suco verde com folhas de couve frescas merece ainda mais cuidado. Isso porque na bebida você consome mais quantidades da folha e, portanto, mais pró-goitrina e tiocianato.

couve

Fonte: infoescola/bolsademulher   Imagens: recepedia/dicasbamboobox
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.