Animais

Fêmea com três aberturas genitais. Isso é verdade?

” Sou estudante de Ciências Biológicas e adoro o Diário de Biologia. Leio tudo novo que posta e quando sobra tempo fico lendo as coisas antigas. Queria saber se é verdade que as fêmeas de canguru tem três aberturas genitais.” Laura Du Vale

 Por mais estranho que possa parecer, isso é verdade sim Laura. As fêmeas de canguru tem mesmo o órgão sexual triplicado. Esta característica não é exclusiva dos cangurus. Na verdade outros marsupiais (animais que possuem a bolsa para desenvolvimento dos filhotes) como coalas, wombats e demônios da Tasmânia compartilham a abertura genital tripla.


 No caso dos cangurus fêmea, as três aberturas genitais se distribuem da seguinte forma: duas são dispostas lateralmente e servem para conduzir o esperma para o útero e no meio fica o orifício por onde nasce o canguru bebê. A abertura do meio é muitíssimo pequena, quase imperceptível pois como já sabemos, quando os bebês cangurus nascem, eles são do tamanho de um grão de feijão e passam ainda muito tempo dentro do marsúpio para completar seu desenvolvimento. Estes animais também possuem dois úteros, pois cada uma das aberturas laterais tem seu respectivo útero. Assim que o óvulo é fertilizado, o embrião se desenvolve por pelo menos 33 dias no útero.

 Para preencher as aberturas laterais, o macho não precisa de nenhum malabarismo, pois o órgão sexual masculino é duplo e ocorre a penetração nas duas aberturas laterais ao mesmo tempo. Pode acontecer de um embrião se desenvolver no marsúpio enquanto o segundo aguarda seu momento dentro de um dos úteros. Na verdade, uma fêmea de canguru pode nutrir três jovens separadamente: um em um dos úteros, outro no marsúpio e outro já maiorzinho que não precisa ficar na bolsa, mas continua se alimentando na mãe.

 180488390_b2a104ef19

Kangaroo-vaginas

 Fonte: Discover Magazine


⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Novidades

Topo