Sua saúde

Alergia a água ou urticária aquagênica: O que é? Quais os sintomas?

Alergia a água urticária aquagênica )
Alergia a água ou urticária aquagênica: O que é? Quais os sintomas?
5 (100%) 1 vote

A alergia a água, também conhecida como urticária aquagênica é uma forma rara de urticária. Um tipo de urticária que provoca uma erupção cutânea quando a pessoa entra em contato com água, de qualquer temperatura.

De todas as alergias no mundo, a alergia a água pode ser a mais estranha. É, portanto, uma forma de urticária física e está associada a comichão e ardor. De acordo com um relatório Annals Of Dermatology [1], há menos de 100 casos de urticária aquagênica relatados na literatura médica.

Os ataques alérgicos podem ser desencadeados a partir de muitas fontes de água, incluindo:

  • chuva
  • neve
  • suor
  • lágrimas

Causas de alergia a água

Ninguém sabe ao certo por que algumas pessoas têm essa estranha reação à água. Embora existam estudos sugerindo que ela possa ter componentes genéticos, especificamente no cromossomo 2q21. No entanto, ainda há relatos de que a condição raramente ocorre em várias pessoas da mesma família.

Os cientistas também não sabem ao certo o que causa a alergia, embora especulem que ela seja causada por alguma substância dissolvida na água. Alguns especulam que são os aditivos químicos na água, como o cloro, que causam a reação, em vez de contato com a própria água.

E, portanto, não seria uma alergia a própria água, ou por uma interação entre a água e uma substância encontrada na pele.

A condição é mais comum em mulheres do que em homens, e geralmente começa após a puberdade. Contudo, também pode haver a primeira manifestação muito mais tarde na vida.

Os sintomas semelhantes a alergias quando a pessoa entra em contato com a água, ocorrem devido à liberação de histamina.

Como sabemos, em toda reação alérgica, o sistema imunológico libera histamina como uma resposta para combater a substância nociva. Essas histaminas, então, podem desencadear sintomas semelhantes aos da alergia, dependendo de qual parte do corpo é afetada.

Sintomas de alergia a água

Quem sofre de alergia a água, a urticária aparece após o contato com a água. Como já dito, a durante o banho, andando na chuva, ou mesmo durante a transpiração ou choro, é possível haver reação.

As marcas são, geralmente pequenos vergões vermelhos com bordas bem definidas e, em alguns casos, também estão associadas à coceira. Elas aparecem mais comumente no pescoço, na parte superior do corpo e nos braços. Contudo, desaparecem dentro de 30 a 60 minutos após a secagem.

Assim, poucos minutos depois de serem expostas à água, as pessoas com essa condição podem experimentar, por exemplo:

  • eritema ou vermelhidão da pele
  • sensações de queimadura
  • sensação de picadinhas na pele
  • lesões inchadas com aparência de vergões
  • inflamação

Em casos mais graves, a ingestão de água pode causar sintomas, incluem:

  • erupções na boca
  • dificuldade em engolir
  • dificuldade de respirar

Como é diagnosticado?

Para diagnosticar a alergia a água, médico realizará um exame físico para observar seus sintomas. Ao mesmo tempo, pode realizar um teste de desafio de água.

Durante este teste, seu médico aplicará uma compressa de água de a 35 ° C, entre o pescoço e o peito. Esse procedimento será feito para desencadear uma reação. Os sintomas devem começar dentro de 15 minutos.

Opções de tratamento?

Até o momento, não há cura para a urticária aquagênica. No entanto, existem opções de tratamento disponíveis que podem aliviar os sintomas.

Os anti-histamínicos são medicamentos usados ​​para tratar sintomas da alergia a água. Isso, afinal, irá acalmar as urticárias depois de entrar em contato com a água.

Durante uma crise grave de urticária aquagênica, na qual não se consegue respirar, pode ser necessário usar alguma medicação à base de epinefrina, também conhecida como adrenalina.

Esses remédios para alergia podem ser usados somente como uma alternativa de emergência para reações alérgicas graves. A epinefrina aumenta a pressão sanguínea para reduzir o inchaço e as urticárias. Ao mesmo tempo ajudam os pulmões a funcionar melhor.

alergia agua urticaria aquagenica

As marcas são, geralmente pequenos vergões vermelhos com bordas bem definidas e, em alguns casos, também estão associadas à coceira.

Prevenção de novos surtos

Depois de receber o diagnóstico de alergia a água, será necessário evitar o máximo possível o contato com a água.

Contudo isso nem sempre é possível. Ao mesmo tempo, deve-se realmente levar o problema a sério e evitar seu contato ao máximo que puder.

 Isso inclui tomar banhos breves e pouco frequentes, usar roupas que absorvem a umidade e estar atento ao clima, evitando a todo custo pegar chuva. Talvez seja necessário, também, evitar alimentos que tenham alto teor de água.

Diferença entre urticária aquagênica e prurido aquagênico

Muitas pessoas podem ter prurido aquagênico, no entanto, a alergia a água propriamente dita, é bastante rara.

A alergia a água, provoca coceira intensa, e lesões inchadas (vergões) e vermelhas. Também pode desencadear inchaço nas vias aéreas. Contudo, o prurido aquagênico, só provoca coceira, não tem erupções e não provoca inchaços.

Conclusão

A alergia a água ( urticária aquagênica) é uma condição extremamente rara e, até agora, somente 100 casos foram cientificamente confirmados. A condição pode causar coceira intensa, lesões inchadas e vermelhas, ardência na pele. Pessoas com diagnóstico confirmado devem evitar o contato com água sempre que puderem.

 

Artigo médico-científico: Annals Of Dermatology [1]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo