Você toma banho na sua academia? Olha a infecção que você pode pegar


Um homem, que teve sua identidade preservada, precisou passar por cirurgias e enxerto de pele para reparar feridas abertas que tomaram conta dos seus pés. Ele afirma que a infecção surgiu logo depois de ter tomado banho descalço na academia que frequentava todos os dias durante seu horário de almoço. Ele contou que eventualmente esquecia os chinelos em casa e que, para não voltar ao trabalho suado, optou por tomar banho na academia descalço.

Um dia começou a sentir um incômodo muito grande no peito do pé. Mas não procurou o médico, tentou resolver o problema em casa. A infecção se espalhou deixando seu pé na carne viva. “Todo o meu pé estava inchado e a dor era tão ruim que eu não conseguia andar”, disse. “Eu não podia nem ao menos colocar a perna para baixo que o sangue que corria causava uma dor excruciante”. Nenhum tratamento funcionava mais. O problema só foi resolvido depois de se submeter a uma cirurgia com enxertos.

Mas que infecção foi essa?

Este homem foi contaminado por um vírus do tipo HPV (papiloma vírus), o mesmo que causa a verruga tradicional na nossa pele. Conhecida popularmente como “olho de peixe”, essa doença causa tumores benignos e são figurinha fácil em vestiários de academias, bordas de piscinas e banheiros públicos, por exemplo. Para adquirir o vírus basta pisar descalço em piso úmido contaminado.


Tentar resolver o problema em casa é um erro. Se você tentar manipular as verrugas, pode causar uma infecção maior que irá se espalhar rapidamente. O ideal é procurar um médico (ou podólogo habilitado) que fará o tratamento adequado, geralmente, à base de ácidos ou laser que resolverá o problema. Mas a busca por ajuda precisa ser rápida, pois, como o problema vem de uma contaminação viral, pode espalhar em questão de dias.

Banho descalço na academia nunca mais! Fica a dica.

O homem precisou de enxertos para recuperar a saúde dos pés!
Fontes: jornalciencia / podologia
Imagens: jornalciencia

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.