Por que os cachorros rolam em carniças?


“Por que os cães adoram rolar na carniça?” Fabiana Poletto

Fabiana, quem tem cachorro já sabe, vira a mexe eles aparecem fedendo muito por ter rolado em carniça ou fezes. A culpa desse hábito desagradável é da hereditariedade. Os cachorros que hoje são considerados bichinhos de estimação, tem como antepassados cães totalmente selvagens que precisavam caçar para se alimentar.


Os ancestrais dos cães de hoje, desenvolveram o comportamento de rolar em carniça e fezes de outros animais para mascarar o seu cheiro. Fazendo isso, suas presas não percebiam sua presença e não chamava a atenção dos outros cães que obviamente forçariam a divisão da caça. A seleção natural foi rigorosa: aqueles cães selvagens que tinham o habito de rolar em carniça conseguiam capturar mais presas, se alimentavam melhor e por isso eram mais fortes. Rolar em carniça também tinha uma conotação social. Acredita-se que aquele que tinha o cheiro de carniça ganhava mais status e prestigio no seu grupo.

O que acontece com nossos cães de hoje é que eles herdaram dos ancestrais este estranho comportamento e por mais que você cuide, limpe e proíba, o instinto sempre vai falar mais alto. Não é distúrbio comportamental, na verdade só está fazendo o que acham que é o mais certo. Ou seja, o que seus ancestrais faziam a milhares de anos.

FONTE: Cão Amor


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.