Por que as grávidas tem uma linha escura na barriga?


“As grávidas tem escoriações na virilha e axilas por causa da grande produção de melanina, mas porque em todas elas aparecem uma linha bem ao centro da sua barriga?” Jessyca Mayara

Jessyca, é verdade! A maioria das gestantes apresentam uma mancha linear escura na barriga, geralmente a partir do segundo trimestre da gravidez, em algumas mulheres pode ter até 1 cm de largura aparecendo na parte inferior do abdome e podendo passar até pelo umbigo. Ela é chamada de “linea nigra” e da mesma forma que aparece sem muita explicação, ela desaparece algumas semanas após o parto.


A linea nigra é causada pela pigmentação da pele na área em que seu músculo abdominal se distende para acomodar o bebê, ficando ligeiramente separado. As gestantes possuem uma grande sensibilidade a um hormônio relacionado à pigmentação e isso contribui não só para o aparecimento dessa linha, como também para manchas no rosto, o cloasma.

Algumas pesquisas garantem que o aparecimento das manchas e escurecimento da pele é devido à deficiência de ácido fólico no organismo. Assim, é importante ingerir o ácido fólico presente principalmente em alimentos como grãos integrais e verduras escuras, não deixando também de tomar o suplemento vitamínico indicado pelo ginecologista durante o pré-natal.

linea-nigra
A “linea nigra” surge a partir do segundo trimestre da gravidez e desaparece algumas semanas após o parto!
FONTE

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.