Anomalias e doenças

Veja 9 doenças que você pode descobrir ficando nua em frente ao espelho!

Para muitas mulheres ficar nua em frente ao espelho pode ser um tanto desagradável. Algumas pessoas realmente não gostam. Mas perder alguns minutos em frente ao espelho e completamente sem roupa pode ajudar a diagnosticar doenças.

Lembrando que consultar sempre um médico e realizar exames clínicos regularmente ainda é uma das melhores maneiras para se prevenir de doenças e conhecer tratamentos que garantem saúde em dia. Enquanto uma consulta não é agendada, vale então observar bem o próprio corpo e saber ouvir quando ele dá sinais de que algo não vai bem. Alguns traços aparentemente inofensivos podem revelar doenças importantes.


1- Caroço (nódulo) na virilha

Muitos dos nódulos na virilha são cistos benignos (não cancerígenos) que não causam dano. No entanto, se a pessoa tiver uma infecção ou doença, como um resfriado, gripe ou mononucleose, nódulo na virilha pode ser um gânglio linfático inchado.

Também pode ser hérnia que aparece quando o intestino ou tecido abdominal se sobressalta através de uma abertura numa parede do músculo. Hérnias exigem atenção médica imediata. Elas normalmente se parecem com nódulos grandes e macios. Mas, caso a pessoa tenha um nódulo na virilha que desaparece quando ela deita, pode ser varizes na safena. Isto ocorre quando a válvula de veia safena não abre corretamente para deixar o sangue fluir fazendo com que o sangue se acumule no interior da veia. Esta é uma condição extremamente rara.

2- Manchas escuras nas axilas

O atrito constante de roupas também contribui para o surgimento das manchas bem como o uso de desodorantes que contenham álcool que podem causar irritações e alergias, fatores que podem provocar a hiperpigmentação. Mas algumas doenças também podem deixar a pele das axilas mais escuras, como obesidade, diabetes, desequilíbrio hormonal, doenças endócrinas.

Há uma doença conhecida como “Acantose Nigricante”, que pode escurecer as axilas e outras partes do corpo. Ela costuma acontecer em pessoas que estão acima do peso e pode estar relacionada com o distúrbio de produção de insulina ou uma desordem glandular. =

3- Um ombro mais alto que o outro

De acordo com ortopedistas, a característica pode ser sinal de escoliose, uma curvatura lateral da coluna vertebral. Fortalecimento da região e alongamento indicado por fisioterapeuta pode melhorar a postura e flexibilidade. No caso da escoliose, nas mulheres, é possível ainda observar uma mama mais alta que a outra e até a marca do biquíni mais alta de um lado que do outro, o que pode ser um também um problema estético. É preciso procurar um ortopedista para iniciar o tratamento o quanto antes.

4- Pintas nas pernas ou costas

A grande maioria das pintas é inofensiva, mas, em casos raros, pode indicar melanoma, uma forma agressiva de câncer da pele. Fique atenta caso pintas comecem a surgir e aumentem de tamanho ao passar dos tempos e faça uma checagem constante com um profissional da saúde

5- Veia proeminente no meio do peito

Este sinal pode indicar uma condição inflamatória conhecida como “Doença de Mondor”.  Trata-se de uma inflamação das veias sob a pele das mamas e da caixa torácica, e é também conhecida como tromboflebite superficial. Pode afetar tanto homens como mulheres mas há mais casos em mulheres. É uma condição benigna e  bastante rara.

Nem sempre são conhecidas as razões que provocam esta doença mas pode ocorrer depois de uma infecção traumática, cirurgia recente ou por usar roupas muito justas. O fato de ter a Doença de Mondor não aumenta o risco de vir a desenvolver câncer de mama.

6- Pele escura na região dos tornozelos

Pode ser “Angiodermite pigmentar” que manchas que atingem as pernas resultantes do extravasamento de sangue de pequenos vasos sanguíneos. Acomete adultos e idosos que permanecem muito tempo em pé ou sentados. As células vermelhas do sangue, que saem dos vasos, dão origem à pigmentação de cor ocre resultante.

A causa do seu surgimento é desconhecida, mas o excesso de peso e a insuficiência venosa (varizes) favorecem o surgimento do quadro.

 7- Veias do pescoço muito saltadas

Conhecida como “estase jugular”. Quando a pressão na veia jugular está mais alta que o normal, as suas paredes podem dilatar ou distender. É um dado importante que deve ser avaliado em pacientes portadores de insuficiência cardíaca. A distensão das veias jugulares traduz alterações de pressão e volume dentro do átrio direito (local onde desembocam as veias cavas superior e inferior).

8- Manchas roxas sem sofrer impacto

Geralmente, essas manchas surgem por algum problema de coagulação ou por trauma local. Normalmente elas não significam nada de grave, mas você deve procurar um hematologista quando a mancha surge sem causa mecânica, se junto com a mancha vem um sangramento no nariz e na boca, se a mancha for desproporcional ao trauma sofrido ou se ela vier acompanhada por outro sintoma como febre ou dor.

No entanto, a mancha roxa pode ser sinal de uma doença grave: a Púrpura Trombocitopênica. O sistema imunológico de quem tem essa doença desconhece as plaquetas como parte do organismo e começa a produzir anticorpos que passam a ataca-las e destruí-las.

9- Joelhos inchados

O joelho inchado também pode surgir devido a problemas ortopédicos como cisto de Baker, artrose ou problemas de coluna que causam inchaço do joelho e dor ao movimentar a perna. É recomendado consultar um ortopedista ou ir no pronto-socorro quando o joelho fica inchado por mais de 7 dias, a dor impede a movimentação da perna ou surgem outros sintomas como febre acima de 38ºC.

Já o joelho inchado na gravidez é normal e acontece devido ao inchaço natural das pernas, devido o efeito dos hormônios progesterona e estrogênio, que causam dilatação das veias.

Fonte: healthline/ vilamulher/ minhavida/ laco/dermatologia/ tuasaudeImagens: Reprodução/ bolsademulher/

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Comentários

Novidades

Topo