Atenção mulheres: Você é hiperativa? Saiba os perigos da hiperatividade!

Muitas mulheres hoje sofrem com a hiperatividade, um transtorno muito comum em criança, mas que também pode afetar na vida adulta de qualquer pessoa.

Além dos sintomas poderem ser debilitantes e poderem atingir a sua qualidade de vida, ainda existem alguns perigos da hiperatividade que podem ser bem “sorrateiros”. Na verdade, não é a hiperatividade em si que é prejudicial, mas o problema consiste justamente em como ela pode afetar várias áreas da sua vida.

Para saber mais informações e descobrir os perigos da hiperatividade continue lendo!

A hiperatividade pode causar dependência

Os tratamentos com medicamentos podem sim trazer algum risco relacionado a dependência em várias pessoas.

De maneira bem simples os remédios que combatem a hiperatividade só têm efeito no seu organismo e no seu comportamento quando são ingeridos (obviamente). O problema, é que quando essa medicação é retirada pode ocorrer alguns sintomas de dependência psicológica e até mesmo alguns sintomas de dependência química (menos recorrente que a psicológica).

Sendo assim, é possível que as pessoas utilizem esses medicamentos por longos períodos ou até por toda a vida o que com certeza não indica uma maneira saudável de lidar com esse transtorno. Um dos maiores perigos da hiperatividade mora justamente nessa dependência. Além de um estigma muito claro que as medicações podem deixar, muitas vezes existem maneiras para ajudar a pessoa a encaixar o transtorno na sua vida.

A pratica de exercícios físicos, esportes, estratégias e técnicas para a concentração podem fazer uma incrível mudança na sua vida cotidiana e até mesmo fazer você ter resultados incríveis não só em questões de controle da hiperatividade como também na sua qualidade de vida.

mulher-hiperativa

Pode atrapalhar seus relacionamentos

Em alguns casos a hiperatividade pode se “alastrar” para os nossos relacionamentos e assim pode causar um certo desconforto ou até mesmo brigas frequentes com o seu cônjuge, sendo um dos maiores perigos da hiperatividade. Uma das razoes para isso é que o esquecimento ou a procrastinação acabam por causar alguns desconfortos na relação ou também podem acabar criando uma situação onde uma série de mal-entendidos podem acontecer.

Uma das razões para isso são os esquecimentos ou a dificuldade de concentração que a pessoa pode ter de se lembrar de alguma data ou de alguma pequena situação que é importante para o casal. Outro problema pode ser a dificuldade de manter uma conversa ou até mesmo a dificuldade em demostrar afeto justamente por não conseguir se concentrar no momento, o que causa um elevado desconforto na sua relação.

A solução para isso é simples meninas: muita conversa e entendimento dos dois lados. É importante saber equilibrar as coisas e de fato, nenhuma medicação vai poder fazer esse discernimento para você!

Algumas considerações

É claro que em alguns casos a medicação se faz necessária, mas mesmo que seja esse o seu caso ainda sim existe uma série de outras atividades que podem fazer os perigos da hiperatividade diminuírem e deixar a sua vida muito mais interessante e feliz.

Imagens: Reprodução/ santopapo/ diariodocentrodomundo