Animais

Pernas de rãs mortas dançam com uma pitada de sal |vídeo

Pernas de rãs mortas dançam com uma pitada de sal |vídeo
Esse texto foi útil para você?

“Vi um vídeo que me chamou a atenção: um homem derramando sal em cima de pernas de rãs sem a pele no qual depois elas se movem sozinhas, gostaria de saber se possível, qual é a reação que o sal provoca nos tecidos musculares e nervosos do animal que provocam tal reação.” João Silvério

“… tenho uma dúvida, por que mesmo a rã estando morta a carne dela treme quando colocamos sal?” Marcos Menezes


João e Marcos, este vídeo (abaixo) está sendo visto por milhões de pessoas nos mais diversos canais. As pernas de rãs que acabaram de morrer estão prontas para irem para a panela, estão desligadas do restante do corpo. Antes de cozinhá-las, porém, o homem salpica sal sobre a carne das rãs e elas misteriosamente começam a se mexer sozinhas. De fato não há nada de misterioso no vídeo acima, é tudo perfeitamente explicável pela ciência. Muito legal e é mesmo verdade!

Isso acontece porque mesmo com a rã morta, as maioria das suas células musculares e nervosas ainda estão intactas e algumas das funções bioquímicas celulares continuam funcionando. As células musculares ainda acumulam energia sob forma de moléculas de ATP. Isso também acontece conosco e com vários outros animais, só que com as rãs é visualmente percebível. Como as células musculares ainda “não perceberam” que não existe mais vida, elas podem facilmente serem enganadas e acharem que estão recebendo um sinal cerebral para se moverem. Até que o ATP e as funções químicas se esgotem, as fibras musculares podem se mover.

Bem, quando o corpo está vivo, ele depende de sinais químicos vindos do cérebro, que caminham através das células nervosas e ativam a contração muscular. Aí, ocorre o movimento. No caso das pernas de rã, não existe mais os sinais químicos, mas o sal (Cloreto de sódio – NaCl) “falsifica” o sinal do cérebro. As células nervosas são ativadas e ordenam a contração muscular.

Isso acontece porque o íon sódio (Na+), presente no sal de cozinha, é combustível para o funcionamento da Bomba de sódio e Potássio, um mecanismo presente na membrana plasmática de quase todas as células que é fundamental para o funcionamento das células musculares e nervosas. O funcionamento da Bomba de Sódio e Potássio poderá ser consultada em qualquer bom livro de Ciências e Biologia que aborde citologia.

pernas

O sal de cozinha “engana” as células musculares. Foto: Reprodução/youtube

Fonte: Weird News e Brain Stuff

Novidades

Topo