Sua saúde

Dor no corpo todo: Acordar com o corpo dolorido, o que pode ser?

Acordar com dor no corpo todo, o que pode ser?

Dor no corpo todo: Acordar com o corpo dolorido, o que pode ser?
4.7 (93.33%) 3 votes

A dor no corpo todo é um sintoma bem incômodo. Realmente, não há sensação mais desagradável do que acordar com o corpo todo moído! Dormir deveria ser o período de repouso para o corpo e a mente para recuperar as energias para o próximo dia. Mas, na prática muitas pessoas acordam com mais dores e cansaço do que quando foram dormir, o que pode ser um sinal de problemas de postura e distúrbio do sono. Afinal, acordar com dor no corpo todo, o que pode ser?

Conforme um estudo publicado no Journal Of American Physical Therapy [3],  dormir e descansar são essenciais para o sistema músculo-esquelético, assim como para o sistema nervoso central. Então, durante o sono e o repouso, os músculos relaxam. Contudo as forças da gravidade, agem sobre a coluna, e quando esta é suportada por um colchão, essas forças alteram a forma dos tecidos moles para buscar equilíbrio. Os autores disseram que, decerto, dormindo de lado,  o quadril e o ombro do lado em contato com a cama tensiona a curva lateralmente, estressando a coluna e seus ligamentos. Isso causa dor no corpo, sobretudo na coluna lombar.




Dor no corpo todo: colchão inadequado

Economizar no colchão não é uma boa ideia. Um colchão ruim proporcionará uma noite em uma posição inadequada. Isso resultará em uma musculatura dolorida e tensionada. Os colchões ortopédicos ou anatômicos são os que melhor acomodam o corpo, mantendo a coluna reta, mas os de espuma semi-ortopédica e os de mola também são aceitos, desde que com uma densidade adequada. Se o colchão for duro demais, os músculos ficam tensos e a coluna entorta. No entanto, caso seja muito mole, os quadris, ombros e coxas não encontram sustentação e o mesmo acontece.

Dor no corpo todo: travesseiro inadequado



Ter um travesseiro ruim pode causar diversos problemas musculares e ósseos. Na verdade,  o que deve determinar a altura é a posição em que a pessoa dorme. Quem prefere deitar de lado, que é o ideal, ou de costas, deve usar dois ou mais travesseiros, sendo que um deles deve ser colocado para elevar os joelhos ou acomodar pernas e braços. Já ao dormir de barriga para cima, escolha um travesseiro baixo, que sustente a cabeça, e outro embaixo dos joelhos. A dica é: não deixar o travesseiro mais alto que a linha do ombro, isso acentuará a curvatura de sua coluna; nunca coloque o braço por baixo do travesseiro. Pode causar bursite, escoliose e má circulação. E, por fim, não durma sem travesseiro! As vértebras do pescoço se comprimem e a coluna lombar faz um arco decorrente do volume do quadril.

Dor no corpo todo: má postura no sono

A posição para dormir, geralmente também influencia nas dores matinais. É importante que  deite-se de maneira correta, impedindo que seu corpo esteja desconfortável durante a noite de sono. É fundamental para melhoria de sua noite e funcionamento do mesmo no dia que se inicia. A posição fetal é a melhor posição para conseguir um sono verdadeiramente revigorante. Isso permite que a coluna vertebral se mantenha em equilíbrio, sem tensões sobre os músculos.



Dor no corpo todo: passar o dia em pé

Às vezes algumas rotinas de trabalho exigem que passemos a maior parte do dia em pé. Além da dor nas pernas, isso causa um forte desequilíbrio na coluna vertebral e consequentes tensões musculares. Aliás, um estudo publicado na revista científica  American Journal of Epidemiology [1],  passar muito tempo de pé também não ajuda, pois faz com que o sangue se junte nas pernas, dificultando o bombeamento do mesmo pelo coração. Isso quer dizer que o corpo inteiro passou o dia com a oxigenação de órgãos e tecidos comprometida. Assim, mesmo com a noite de sono, o corpo não consegue se recuperar. Afinal, é comum que pessoas que trabalhem de pé o tempo todo acordem com muitas dores no corpo inteiro. Este estudo também revelou que as pessoas que trabalham em pé têm duas vezes mais chances de desenvolverem problemas no coração.

Dor no corpo todo: inflamações

Um recente estudo publicado no The FASEB Journal  [2], revelou que a dor no corpo logo ao sair da cama pode ser sinal de inflamações que são acionadas ao despertar. De acordo com os autores, a inflamação é reprimida durante o sono e aparece de forma mais intensa quando acordamos. Para o estudo, ratos de laboratório com artrite inflamatória foram observados. Quando acordados, os ratinhos tinham maior inchaço em regiões afetadas por células inflamadas, assim como níveis elevados de inflamação no sangue. Já durante o sono, os marcadores de inflamação diminuíam. Isso explica então, a ausência de incômodo enquanto dormimos e dores mais fortes de manhã.

artigos médico-científicos: Am. Jour. of Epidemiology  [1]  The FASEB Journal  [2] Jour. Am. Physical Therapy [3]

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


O Diário de Biologia é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de assuntos relacionados a Biologia, Saúde e Pesquisa. O material fornecido na categoria saúde, nutrição e bem-estar, não deve ser usado como conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos.
Topo