Doença rara está transformando o corpo dessa moça em um “manequim de vitrine humano”


Louise Wedderburn sofre de uma rara doença genética conhecida como Fibrodisplasia Ossificante Progressiva que está transformando-a em um “manequim de vitrine humano”. Essa é uma doença genética rara que causa a formação de ossos no interior dos músculos, tendões, ligamentos e outros tecidos conectivos. Pontes de ossos “extra” se desenvolvem através das articulações (juntas do corpo) restringindo progressivamente os movimentos. Na FOP, o corpo não somente produz muitos ossos, mas um todo um esqueleto “extra” é formado, envolvendo o corpo e prendendo a pessoa em uma prisão de ossos. Mais informações sobre a FOP podem ser lidas AQUI.

Como não há cura conhecida, a expectativa de vida de pessoas que nascem com FOP  é de apenas 41 anos de idade. Isso significa que em uma questão de anos, Louise poderá ter seus músculos e outros tecidos ossificados, e é possível que em alguns anos, Louise poderá ficar travada em uma posição vertical, necessitando de uma cadeira de rodas em pé para conseguir se locomover.  Louise e todos os portadores de FOP precisam ser muito cautelosos com seus movimentos, para evitar quedas que acelerem a formação de ossos em lugares machucados.


A última aparição de Louise na mídia foi em 2013, quando tinha apenas 19 anos e lutava contra a doença para se tornar modelo fotográfico. Hoje, não se sabe se ela já está confinada dentro dos seus próprios ossos ou se mantém a vida ativa.

800

Fonte: bbc    Imagens: news/tvi24

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.