Por que o nosso sangue é vermelho?


“Karlla eu gostaria de saber o que tem dentro do nosso corpo que faz nosso sangue ser vermelho?” Lucas

Lucas, o sangue é vermelho porque a grande maioria das células sanguíneas são as hemácias, também conhecidas como glóbulos vermelhos. Estas células contêm o pigmento hemoglobina, que é rica em ferro. Quando respiramos trazemos oxigênio para dentro do corpo e isso oxida o ferro presente na hemoglobina, essa reação resulta em uma tonalidade vermelha. Para entender isso, é só lembrar que a ferrugem, que é nada mais é do que a oxidação do ferro, também apresenta coloração avermelhada.

As hemácias são células como esferas bicôncavas (com duas superfícies côncavas opostas) e não possuem núcleo, por isso conseguem armazenar grande quantidade de hemoglobina. A hemoglobina tem o poder de se ligar tanto a moléculas de oxigênio como a moléculas de gás carbônico, ela é produzida já na formação de cada hemácia e de maneira que amadurecem, aumentam sua afinidade por átomos de ferro. Se ligando aos átomos de ferro, ela passa a ter capacidade de se ligar também aos átomos de oxigênio e é assim que as hemácias carregam o oxigênio pelo nosso corpo através do sangue.

Já ouviu falar que uma pessoa ficou anêmica por falta de ferro no sangue e por isso sente fraca? Pois é, sem o ferro, as hemácias não podem carregar oxigênio e isso causa um tipo de anemia (por deficiência de ferro).

Nosso sangue pode apresentar-se de um vermelho vivo (sangue arterial) ou um vermelho mais escuro (sangue venoso), isto porque se o sangue leva o oxigênio às células, é de um vermelho vivo. Posteriormente, recebe o Dióxido de Carbono que as células produzem, tornando-se mais escuro, pois a presença de oxigênio é muito menor.

As hemácias são células como esferas bicôncavas (com duas superfícies côncavas opostas) e não possuem núcleo.

FONTE: Terra


Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Bióloga - CRBio/RJ 96514/02-D. Fundadora e administradora do Diário de Biologia. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas. Doutorado (2013) e Mestrado (2009) em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ, especialista em insetos, autora do livro "O Mundo Secreto dos Insetos" - Cortez Editora. Experiência com palestras nacionais e internacionais. É autora ou coautora de artigos científicos publicados em revistas científicas, livros e capítulos de livro, e comunicações em eventos nacionais e internacionais. Colaboradora em revistas de divulgação científica para crianças (Ciência Hoje Para Crianças e Revista Recreio). Interessada em cultivo de plantas carnívoras. Atualmente mora na França, mas seu coração é brasileiro. Instagram: @karlla_diariodebiologia.